O trabalho pedagógico na Educação Infantil e as tecnologias digitais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-7939.2023v8n2p316

Palavras-chave:

Educação Infantil; Criança; Tecnologias; Brincadeiras.

Resumo

As crianças do século XXI fazem parte da chamada “geração Net”, pois já nasceram imersas nas tecnologias da comunicação e informação, por meio das quais se comunicam, fazem novos amigos e brincam com os dispositivos eletrônicos com bastante facilidade, desde muito pequenas. Nesse sentido, o propósito desta pesquisa é discutir as especificidades do trabalho pedagógico na Educação Infantil a partir das brincadeiras digitais e de suas implicações na aprendizagem das crianças. Acredita-se que as atividades lúdicas das telas digitais propiciam a construção das subjetividades e aprendizagens na infância, já que revelam os modos de ser e de viver das crianças. Com o intuito de discutir essas e outras questões, optou-se pela pesquisa de caráter bibliográfico. Os resultados evidenciam que os jogos e as brincadeiras eletrônicas podem ser utilizados como ferramentas de trabalho pelas professoras, desde que as atividades sejam planejadas de modo intencional e educativo. A proposição de atividades por meio das tecnologias instiga e desafia as crianças a pensarem com criticidade e criatividade os aparatos digitais, além de promover diferentes aprendizagens e interação entre os pares.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Daiane Souza Domingues, Universidade Estadual de Londrina

Graduanda em Pedagogia pela Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina-Pr.

Silvana Binde Kresciglova, Universidade Estadual de Londrina

Pedagogia pela Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina-Pr.

Jaqueline Delgado Paschoal, Universidade Estadual de Londrina

Pós-doutora em Educação pela UNESP - Campus de Assis; Docente do Departamento de Educação na Universidade Estadual de Londrina - UEL

Marta Regina Furlan , Universidade Estadual de Londrina

Pós-Doutora em Educação pela UNESC - Universidade do Extremo Sul Catarinense. Docente do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina-Pr.

Referências

AMANTE, Lúcia. As TIC na escola e no jardim de infância: motivos e fatores para a sua integração. Revista Sísifo, Lisboa, n. 3, p. 51-59, maio/ago. 2007. Disponível em: http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/61. Acesso em: 5 abr. 2023.

ANGOTTI, Maristela. Educação Infantil: para que, para quem e por quê. 2. ed. Campinas: Alinea, 2006.

AZUMA, Ronald. Making augmented reality a reality. In: OSA IMAGING AND APPLIED OPTICS CONGRESS, 2017, San Francisco. Anais […]. San Francisco: [s. n.], 2017. p. 25-29. Disponível em: https://ronaldazuma.com/papers/OSA2017_invited_paper_Azuma.pdf Acesso em: 16 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.1364/3D.2017.JTu1F.1

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Presidência da República, 1988. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 5 abr. 2023.

BRASIL. Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o estatuto da criança e do adolescente e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 1990. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 5 abr. 2023.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, 1996. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 5 abr. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasília, DF: Secretaria de Educação Básica, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/diretrizescurriculares_2012.pdf. Acesso em: 5 abr. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 2, de 22 de dezembro de 2017. Institui e orienta a implantação da base nacional comum curricular. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 2, p. 41-44, 22 dez. 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/conselho-nacional-de-educacao/base-nacional-comum-curricular-bncc. Acesso em: 10 mar. 2023.

COELHO, Patrícia Margarida Farias. Os nativos digitais e as novas competências tecnológicas. Texto livre, Belo Horizonte, v. 5, n. 2, p. 88-94, 2012. DOI: https://doi.org/10.17851/1983-3652.5.2.88-95. DOI: https://doi.org/10.17851/1983-3652.5.2.88-95

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Brinquedos e brincadeiras na Educação Infantil. In: SEMINÁRIO NACIONAL DO CURRÍCULO EM MOVIMENTO, 1., 2010, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: Ministério da Educação, 2010. p. 1-20. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2010-pdf/7155-2-3-brinquedos-brincadeiras-tizuko-morchida/file. Acesso em: 10 mar. 2023.

LIMA, Telma Cristiane Sasso de; MIOTO, Regina Célia Tamaso. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Katálysis, Florianópolis, v. 10, p. 37-45, 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802007000300004. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802007000300004

MIGUEL, Carolina Costa. Tecnologia na educação infantil: letramento digital e computação desplugada. Cedes, Campinas, v. 43, n. 120, p. 60-72, maio 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/CC271211. DOI: https://doi.org/10.1590/cc271211

OLIVEIRA, Sonara Maria Lopes de. Articulação entre educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental: uma experiência de formação em contexto do colégio Mãe de Deus. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2019. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/jornadadidatica/pages/arquivos/V%20Jornada%20de%20Didatica%20e%20IV%20Seminario%20de%20Pesquisa%20do%20CEMAD%20Saberes%20e%20praticas%20da%20docencia/ARTICULACAO%20ENTRE%20EDUCACA%20INFANTIL%20E%20ANOS%20INICIAIS%20DO%20ENSINO%20FUNDAMENTAL.pdf. Acesso em: 10 mar. 2023.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Manual de orientação: uso saudável de telas, tecnologias e mídias nas creches, berçários e escolas. Rio de Janeiro: Departamento Científico de Saúde Escolar, 2019.

VYGOTSKI, Lev Semionovitch. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

Downloads

Publicado

01-12-2023

Como Citar

DOMINGUES, D. S.; KRESCIGLOVA, S. B.; PASCHOAL, J. D.; FURLAN , M. R. O trabalho pedagógico na Educação Infantil e as tecnologias digitais. Educação em Análise, Londrina, v. 8, n. 2, p. 316–328, 2023. DOI: 10.5433/1984-7939.2023v8n2p316. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/48770. Acesso em: 15 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)