Constance Kamii e os princípios de ensino: autonomia, diferenciação entre os conhecimentos e importância dos conteúdos e processos

Autores

  • Bruna Sordi Rodrigues Souza Professora efetiva da rede municipal de Dourados/MS
  • Camila Fernanda da Silva Bandeira Professora da Educação Básica/Ensino Fundamental I
  • Érica De Cássia Gonçalves Professora de Educação Infantil na Secretaria Municipal de Educação de Guaxupé/MG.
  • Lilian Pacchioni Pereira de Sousa Docente do ensino superior no UniSalesiano –Araçatuba/SP e Fatec- Adamantina/SP. Docente do ensino superior e Coordenadora de Estágios, na UniFai - Adamantina/SP. https://orcid.org/0000-0002-3280-6776

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-7939.2022v7n2p342

Palavras-chave:

Construtivismo, pre-escola, Práticas pedagógicas

Resumo

Em suas pesquisas, Constance Kamii evidencia que princípios da teoria de Jean Piaget podem ser explorados em sala de aula, desde que o professor compartilhe da concepção pedagógica e epistemológica que objetive tais princípios. O ambiente e as situações criadas pelo professor são determinantes no desenvolvimento da criança, notadamente no que diz respeito aos princípios baseados na autonomia, diferenciação entre os conhecimentos físico, lógico-matemático e social e na valorização dos processos. Baseadas nessa compreensão, objetivamos discutir as contribuições da pesquisadora para o trabalho com crianças no período pré-escolar, principalmente a partir do estudo da obra “Piaget para a educação escolar”. Espera-se que esse artigo subsidie, teoricamente, reflexões sobre a importância do planejamento de um programa baseado na teoria piagetiana, sobretudo, na elaboração de atividades junto aos pequenos que gerem desequilíbrios cognitivos e mobilizem as estruturas do pensamento, utilizando-se, em sua prática, de objetivos claros, experiências e materiais potencializadores, situações desafiadoras e solicitadoras da ação.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Bruna Sordi Rodrigues Souza, Professora efetiva da rede municipal de Dourados/MS

Doutoranda em Educação/UNESP Marília; Mestra em Educação Científica e Matemática pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (2017). Especialista em Educação Infantil e Anos Iniciais pelo Instituto de Estudos Avançados e Pós-Graduação (2015). Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (2014). Atualmente é professora efetiva na rede municipal de Dourados/MS e colaboradora na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Camila Fernanda da Silva Bandeira, Professora da Educação Básica/Ensino Fundamental I

Doutora em Educação (2022) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", campus de Marília. Mestra em Educação (2017) também pelo PPGE-FFC-UNESP/Marília. Durante o Mestrado foi bolsista CNPq (fevereiro/2015 a março/2016). Graduada em Pedagogia (2013) pela FFC-UNESP/Marília. Bolsista BAAE I - Bolsa de Apoio Acadêmico e de Extensão I, em 2010 e 2011. De agosto/2012 a julho/2013 foi bolsista PIBIC/CNPq, desenvolvendo pesquisa a respeito das dificuldades de aprendizagem, na perspectiva da teoria piagetiana e do conhecimento social. Entre os anos de 2011 e 2013 foi bolsista BAAE II - Bolsa de Apoio Acadêmico e de Extensão II - PROEX, no projeto de extensão universitária - "Intervenção Pedagógica e Psicopedagógica: Contribuições para o Desenvolvimento Infantil", desenvolvido junto ao Centro de Estudos da Educação e da Saúde - CEES da UNESP, campus de Marília, sob coordenação da Dra. Eliane Giachetto Saravali. Participou do GEDA - Grupo de Estudos em Dificuldade de Aprendizagem e, atualmente, integra o GEADEC - Grupo de Estudos e Pesquisas em Aprendizagem e Desenvolvimento na Perspectiva Construtivista, ambos da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", campus de Marília/SP. Atua, desde 2014, como professora da Educação Básica (Ensino Fundamental I). Em 2017, foi aluna do Curso de Formação de Professores (Extensão Universitária) PROEPRE: Fundamentos Teóricos e Prática Pedagógica para o Ensino Fundamental, na Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP. Em 2018, realizou estágio docência na disciplina "Psicologia do Desenvolvimento I", no curso de Pedagogia da FFC-UNESP/Marília. Em 2019, ministrou aulas na disciplina "Psicologia do Desenvolvimento II", no curso de Pedagogia da FFC-UNESP/Marília. Tem experiência como professora/formadora no Curso de Formação de Professores (Extensão Universitária) PROEPRE: Fundamentos Teóricos e Prática Pedagógica para a Educação Infantil e, em sala de aula, como professora e palestrante no curso de Pedagogia.

Érica De Cássia Gonçalves, Professora de Educação Infantil na Secretaria Municipal de Educação de Guaxupé/MG.

Doutoranda e Mestre em Educação (2020) pelo Programa de Pós- Graduação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP - Marília/SP). Possui graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé (2009) e Pós-Graduação "Lato-Sensu" em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade Calafiori (2012). É membro do GEADEC - Grupo de Estudos e Pesquisas em Aprendizagem e Desenvolvimento na Perspectiva Construtivista (CNPq - UNESP/Marília). Atua como coordenadora do Ensino Fundamental na Secretaria Municipal de Educação de Guaxupé/MG, responsável pelo assessoramento, orientação e acompanhamento da formação continuada de especialistas da educação e professores da rede municipal. Tem experiência na área de educação como docente na Educação Infantil, séries iniciais do Ensino Fundamental I e Ensino Superior e na atuação como coordenadora pedagógica em escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental I da Prefeitura Municipal de Guaxupé que adota como metodologia de trabalho o PROEPRE (Programa de Educação Infantil e Ensino Fundamental), baseado na teoria construtivista de Jean Piaget. Desenvolve estudos e pesquisas principalmente sobre os seguintes temas: jogo; intervenção pedagógica; estruturas cognitivas; jogos eletrônicos e concretos.

Lilian Pacchioni Pereira de Sousa, Docente do ensino superior no UniSalesiano –Araçatuba/SP e Fatec- Adamantina/SP. Docente do ensino superior e Coordenadora de Estágios, na UniFai - Adamantina/SP.

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Unesp - Marília /SP e estudante participante do GEADEC- Grupo de Estudos e Pesquisas em Aprendizagem e Desenvolvimento na Perspectiva Construtivista. Mestre em Educação, Administração e Comunicação pela Unimarco- São Paulo /SP. Graduação em Comunicação Social pela Faculdade Cásper Líbero - São Paulo/ SP. Possui experiência de mercado em Agências de Propaganda na área de Planejamento de Campanha. Docente da Graduação em Comunicação Social -Publicidade e Propaganda e do curso de Administração no Centro Universitário de Adamantina/SP - UNIFAI. Docente do curso de Graduação em Tecnologia em Gestão Comercial do Centro Paula Souza- FATEC- Adamantina/SP, onde atua também na Coordenação de Comunicação Institucional. Docente no Centro Universitário Católico Auxilium UNISALESIANO - Araçatuba/SP, na Graduação em Comunicação Social -Publicidade e Propaganda.

Referências

BECKER, F. Educação e Construção do Conhecimento. 2 ed. Porto Alegre: Penso, 2012.

BECKER, F. Abstração pseudo-empírica e reflexionante: significado epistemológico e educacional. Schème: Revista Eletrônica de Psicologia e Epistemologia Genéticas, Marília/SP. Edição Especial. v.6, p. 104-128, nov. 2014. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/scheme/article/view/4276. Acesso em 10 maio. 2021. DOI: https://doi.org/10.36311/1984-1655.2014.v6n0.p104-128

DUCKWORTH, E. The having of wonderful ideas. Harvard Educational Review, 1972. DOI: https://doi.org/10.17763/haer.42.2.g71724846u525up3

GILLIERON, C. Da Epistemologia Piagetiana a uma psicologia da criança em idade pré-escolar. In: LEITE, Luci B; MEDEIROS, Ana A.de. (orgs). Piaget e a escola de Genebra. 3.ed. São Paulo: Cortez, 1995.

KAMII, C. Educação construtivista: uma orientação para o século XXI. Campinas: Mimeo- IE/Unicamp, 1982.

KAMII, C; DEVRIES, Rheta. Piaget para a educação pré-escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.

KAMII, C; DEVRIES, Rheta. Jogos em Grupo na Educação Infantil. Porto Alegre: Artmed, 2009.

KAMII, C. A criança e o número. 20.ed. Campinas: Papiros, 1995 [1982].

KAMII, C. A teoria de Piaget e a Educação pré-escolar. Tradução de José Morgado. 3 ed. Lisboa: Instituto Piaget, 2003 [1988].

MANTOVANI DE ASSIS, O. Z. Uma nova metodologia pré-escolar. 7. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

PIAGET, J. Estudos Sociológicos. São Paulo: Forence, 1973.

PIAGET, J. O Juízo Moral. 4.ed. Summus Editorial, 1994.

PIAGET, J. A teoria de Piaget. In: CARMICHAEL. Manual de Psicologia da Criança. Organizado por Paul H. Mussen. São Paulo: EPU, Editora da USP, 1975.

PIAGET, J. A epistemologia genética, sabedoria e ilusões da filosofia, problemas de psicologia genética. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

PIAGET, J.; INHELDER, B. Gênese das Estruturas Lógicas Elementares. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

PIAGET, J.; SZMINSKA. A Gênese do Número na Criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1971.

RICHMOND, P. G. Piaget: teoria e prática. 2.ed. São Paulo: IBRASA, 1981.

SARAVALI, E. G.; GUIMARÃES, T.; SILVA, R. C. Carolina da. Pesquisas sobre a construção do conhecimento social no contexto brasileiro: estado da arte 2005. In: Ensino Em Re-Vista. Uberlânda/MG, n.1, v.25, p.33-56, jan-abr. 2018, Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/emrevista/article/view/41359. Acesso em 20 fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.14393/ER-v25n1a2018-2

TOGNETTA, L. R. P.; MENIN, M. S. S. de. (orgs). Valores Sociomorais. Americana: Adonis, 2017.

TORREGO, J. C.; NEGRO, A. Aprendizaje cooperativo en las aulas: fundamentos y recursos para su implantación. Madri: Alianza Editoria, 2014.

ZORZI, A. A construção da Autonomia intelectual dos sujeitos em Jean Piaget: uma síntese teórica. Schéme, Marília, v.11.n.1, p. 50-72, jan.-jul, 019. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/scheme. Acesso em: 01 jul. 2021. DOI: https://doi.org/10.36311/1984-1655.2019.v11n1.04.p50

Downloads

Publicado

23-12-2022

Como Citar

SOUZA, B. S. R.; BANDEIRA, C. F. da S.; GONÇALVES, Érica D. C.; SOUSA, L. P. P. de. Constance Kamii e os princípios de ensino: autonomia, diferenciação entre os conhecimentos e importância dos conteúdos e processos. Educação em Análise, Londrina, v. 7, n. 2, p. 342–359, 2022. DOI: 10.5433/1984-7939.2022v7n2p342. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/47478. Acesso em: 29 maio. 2024.