Educação superior do setor privado no Maranhão: expansão e desenvolvimento regional

Autores

  • Edgar Oliveira Santos Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL); Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)
  • Edney Loiola Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL)
  • Sônia Oliveira Santos Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-7939.2017v2n1p59

Palavras-chave:

Acesso ao ensino superior, Ensino privado, Desenvolvimento regional

Resumo

O presente estudo analisa a expansão do ensino superior privado no Brasil e sua contribuição para o desenvolvimento regional; para tanto, utiliza-se da experiência vivenciada na região sul do estado do Maranhão principalmente a partir da primeira década do século XXI focalizando possíveis influências desse ensino privado no desenvolvimento. Assim, propõe como objetivo esclarecer elementos tácitos do propósito dessa expansão no segmento privado. Os fundamentos teóricos metodológicos apoiam-se nos comentários críticos de autores como Gaudêncio Frigotto observando uma educação para os ditames de uma expansão do ensino superior de bases capitalistas, ao passo que José Eli da Veiga, Celso Furtado e Pedro Demo observam elementos da estrutura conceitual do estudo do desenvolvimento destacando educação, cultura e qualidade de vida como essenciais na consecução do progresso regional. Os resultados são consubstanciados com dados censitários do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que permitem detectar indícios, de uma expansão orientada na perspectiva do fortalecimento do poder hegemônico, estruturado sob a forma de grandes multinacionais do campo educacional, operando a partir da crise e falência das pequenas e médias instituições de ensino superior do segmento privado da educação, exemplificadas na realidade sul-maranhense.

Biografia do Autor

Edgar Oliveira Santos, Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL); Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)

Doutorando do Programa de Desenvolvimento Regional da UNISC. Professor da Universidade Estadual da Região Tocantina - UEMASUL.

Edney Loiola, Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL)

Doutor em Desenvolvimento Socioambiental (NAEA/UFPA). Professor da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL.

Sônia Oliveira Santos, Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Professora, Mestre em Políticas Sociais – Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL).

Referências

AMBIEL, Rodolfo A. M. Construção da escala de motivos para evasão do ensino superior. Avaliação Psicológica, Itatiba, v. 14, n. 1, abr. 2015. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712015000100006. Acesso em: 5 nov. 2016.

ANDRADE, Dorlice Souza. Universidade e ensino superior em Imperatriz. 2006. Dissertação (Mestrado em Planejamento do Desenvolvimento) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2006.

BRASIL. Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior; altera a Lei no 10.891, de 9 de julho de 2004, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11096.htm. Acesso em: 28 jun. 2016.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm. Acesso em: 2 jul. 2014.

CHAVES, Vinicius. Educação superior e desenvolvimento: o papel das instituições de ensino superior privadas na concretização dos objetivos fundamentais da República. 2014. Disponível em: http://www.publicadireito.com.br/artigos/?cod=0428be7495f8f382. Acesso em: 11 jul. 2016.

CUNHA, Luiz Antônio. O desenvolvimento meandroso da educação brasileira entre o estado e o mercado. Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 809-829, out. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a0928100.pdf. Acesso em: 25 mar. 2017.

DEMO, Pedro. Educação e desenvolvimento: mito e realidade de uma relação possível e fantasiosa. Campinas: Papirus, 1999.

ENCICLOPÉDIA DE IMPERATRIZ. Imperatriz. Instituto Imperatriz, 2003.

ETENE. Consumo de produtos industriais na cidade de Imperatriz. Fortaleza: Etene, 2002.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: EDUSP, 1995.

FERRO, Wilson Pires. Espelhos de São Luis: artigos e crônicas. São Luís: Lithograf, 2005.

FLECK, M. P. A. et al. Aplicação da versão em português do instrumento abreviado de avaliação da qualidade de vida “WHOQOL-Brief”. Revista de Saúde Pública, v. 24, n. 2, p. 178-183, 2000.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A produtividade da escola improdutiva. São Paulo: Cortez, 1999.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e crise do capitalismo real. São Paulo: Cortez, 2000.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Os circuitos da história e o balanço da educação no Brasil na primeira década do século XXI. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 16, n. 46, jan./abr. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v16n46/v16n46a13.pdf. Acesso em: 8 ago. 2015.

FURTADO, Celso. Introdução ao desenvolvimento: enfoque histórico-estrutural. 3. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008. IBGE. Pesquisa nacional por amostra de domicílios. 1999. Disponível em . Acesso em: 2 abr., 2017.

IBGE. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores 2008. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/59/pnad_1999_v21_br.pdf. Acesso em: 6 fev. 2017.

INEP. Censo da educação superior 2010: divulgação dos principais resultados do censo da educação superior 2010. Brasília, 2011. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/trabalhoerendimento/pnad2008/default.shtm. Acesso em: 12 mar. 2017.

INEP. Resumo técnico: censo da educação superior 2008: (dados preliminares). Brasília, 2009. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2010/divulgacao_censo_2010.pdf. Acesso em: 2 jul. 2014.

INEP. Resumo técnico: censo da educação superior de 2009. Brasília, 2010. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/superior/censo/2009/resumo_tecnic o_2009.pdf. Acesso em: 9 jul. 2015.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-Omega, 2006. v. 1.

MOEHLECKE, Sabrina; CATANI, A. M. Reforma e expansão do acesso ao ensino superior: balanço e proposições. Brasília: INEP, 2006. (Série Documental).

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

NASCIMENTO, Ilma Vieira; CABRAL NETO, Antônio. A expansão da educação superior no Maranhão: cenário atual e tendência. São Paulo: Xamã, 2011.

NEGREIROS, Sebastião. A história de um jornalista despretensioso, fatos que marcaram a história de Imperatriz. Imperatriz: Ética, 1996.

PASTORE, José. Educação para o trabalho. Correio Braziliense, Brasília, 3 jun. 2013. Disponível em: http://www.josepastore.com.br/artigos/ed/ed_055.htm. Acesso em: 24 abr. 2017.

PASTORE, José. Trabalho sem emprego. Cadernos de Administração do SENAC, Rio de Janeiro, 2000. Disponível em: http://www.josepastore.com.br/artigos/em/em_043.htm. Acesso em: 24 abr. 2017.

SAMPAIO, H. Ensino superior no Brasil: o setor privado. São Paulo: Fapesp/Hucitec, 2000.

SANTOS, Edgar Oliveira. Característica e perspectivas de Imperatriz como cidade-pólo do Sul do Maranhão. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 39, n. 3, 2008.

SAVIANI, Dermeval. A expansão do ensino superior no Brasil: mudanças e continuidades. Revista Poíesis Pedagógica, Catalão, v. 8, n. 2, ago./dez. 2010. Disponível em: http://www.revistas.ufg.br/index.php/poiesis/article/view/14035. Acesso em: 5 ago. 2015.

SEN, Amartya. Development as freedom. New York: Anchor Books, 1999. Disponível em: http://www.c3l.uni-oldenburg.de/cde/OMDE625/Sen/Senintro.pdf. A. Acesso em: 30 jan. 2017.

SGUISSARDI, V. Reforma universitária no Brasil – 1995-2006: precária trajetória e incerto futuro. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 96, p. 1021-1056, out. 2006.

VEIGA, José Eli da. Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Gramond, 2005.

Downloads

Publicado

2018-01-03

Como Citar

SANTOS, E. O.; LOIOLA, E.; SANTOS, S. O. Educação superior do setor privado no Maranhão: expansão e desenvolvimento regional. Educação em Análise, Londrina, v. 2, n. 1, p. 59–82, 2018. DOI: 10.5433/1984-7939.2017v2n1p59. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/29824. Acesso em: 3 jun. 2023.

Edição

Seção

Artigos