Contribuições de Constance Kamii à Educação de Jovens e Adultos

Autores

  • Juliana Ferreira Brandão Docente da secretaria municipal de Educação de Formosa-GO https://orcid.org/0000-0002-8350-1710
  • Sônia Bessa da Costa Nicacio Silva Docente do curso de Pedagogia e do Programa de Pós Graduação em Gestão, Educação e Tecnologia da Universidade Estadual de Goiás - UEG https://orcid.org/0000-0001-9857-6523

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-7939.2022v7n2p456

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, aprendizagem, aritmética, jogos

Resumo

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino amparada legalmente e tem por foco pessoas que não puderam estudar na idade ou oportunidade apropriada. Pressionados por dificuldades como idade, trabalho e vivências do cotidiano, muitos desistem e sentem-se desanimados. Professores com metodologias adequadas podem contribuir significativamente para o desenvolvimento desses estudantes. Este artigo, de natureza qualitativa descritiva na modalidade interventiva, com referência nos trabalhos de Constance Kamii, tem como objetivos descrever o desempenho e as ações de estudantes da EJA em nove intervenções pedagógicas semanais realizadas com jogos e desafios no ensino da aritmética e verificar avanços na compreensão das operações aritméticas pelos estudantes. Participaram 11 estudantes com idade entre 16 e 58 anos, cursando do 2º ao 5º ano do ensino fundamental. Ao final, 9 deles inferiram a relação entre adição e multiplicação. Todos tiveram um visível progresso na construção da rede numérica, no cálculo mental e na compreensão da adição e multiplicação. Tiveram boa aceitação dos jogos e desafios como ferramentas pedagógicas, e percepção positiva dos jogos. A postura construtiva das pesquisadoras na proposição dos jogos e desafios promoveu um melhor proveito na utilização desses recursos na EJA.

Biografia do Autor

Juliana Ferreira Brandão, Docente da secretaria municipal de Educação de Formosa-GO

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Goiás(2018). Tem experiência na área de Educação. 

Sônia Bessa da Costa Nicacio Silva, Docente do curso de Pedagogia e do Programa de Pós Graduação em Gestão, Educação e Tecnologia da Universidade Estadual de Goiás - UEG

Graduação em Pedagogia com Mestrado e Doutorado em Educação (UNICAMP, 2003, 2008), Pós-Doutorado (UFTM, 2014). Professora do Instituto Acadêmico de Educação e Licenciaturas da Universidade Estadual de Goiás (UEG) e no programa de Pós-graudação em Gestão, Educação e Tecnologias PPGGET. Realiza pesquisas em: Educação Matemática, Educação Econômica e Financeira e Formação de Professores. Líder do LIMA/UEG/CNPq.

Referências

BESSA, Sônia; COSTA, Váldina Gonçalves de Costa. Operação de multiplicação: possibilidades de intervenção com jogos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 98, n. 248, p. 130-147, 2017. DOI: https://doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.98i248.2576

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer nº 11/2000: diretrizes curriculares nacionais para a educação de jovens e adultos. Brasília: Conselho Nacional de Educação, 2000. Disponível em: http://confinteabrasilmais6.mec.gov.br. Acesso em: 15 jul. 2021.

CAIADO, Ana Paula Sthel; ROSSETTI, Claudia Broetto. Jogos de regras e relações cooperativas na escola: uma análise psicogenética. Revista da ABRAPEE, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 87-95, jan./jul. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-85572009000100010

CAMARGO, Ricardo Leite; BRONZATTO, Maurício. Os jogos de regras e sua contribuição para o desenvolvimento lógico-aritmético. Revista Scheme, Marília, v. 7, n. 2, p. 58-77, ago./dez. 2015. DOI: https://doi.org/10.36311/1984-1655.2015.v7n2.p58-77

CARVALHO, Luciana Ramos Rodrigues de; OLIVEIRA, Franscismara Neves de. Quando o jogo na escola é bem mais que jogo: possibilidades de intervenção pedagógica no jogo de regras Set Games. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 95, n. 240, p. 431-455, maio/ago. 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S2176-66812014000200010

KAMII, Constance. A criança e o número. 35. ed. São Paulo: Papirus, 2007.

KAMII, Constance; DEVRIES, Rheta. Jogos em grupo na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 1991.

KAMII, Constance; HOUSMAN, Leslie Baker. Crianças pequenas reinventam a aritmética: implicações da teoria de Piaget. Porto Alegre: Artmed, 2002.

KAMII, Constance; JOSEPH, Linda Leslie. Crianças pequenas continuam reinventando a aritmética. Porto Alegre: Artmed, 2005.

KRUMMENAUER, Wilson Leando; COSTA, Sayonara Salvador Cabral da; SILVEIRA, Fernando Lag da. Uma experiência de ensino de física contextualizada para a educação de jovens e adultos. Revista Ensaio, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 69-82, maio/ago. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-21172010120205

MACEDO, Lino de. Abstração e aprendizagem da matemática. In: MOLINARI, A. C. et al. (org.). Aprender matemática e conquistar a autonomia. São Paulo: Book, 2014. p. 37-64.

MACEDO, Lino de; PETTY, Ana Lúcia Sícoli; PASSOS, Norimar Christine. Os jogos e o lúdico na aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artmed, 2005.

PIAGET, Jean. A representação do mundo na criança. Rio de Janeiro: Record, 1979.

PIAGET, Jean. Abstração reflexionante: relações lógico-aritméticas e ordem das relações espaciais. Porto Alegre: Artmed, 1995.

PIAGET, Jean. Biologia e conhecimento. Petrópolis: Vozes, 2003.

PIAGET, Jean. Psicologia e pedagogia. 9. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

PIAGET, Jean. Fazer e compreender. São Paulo: Melhoramentos: Edusp, 1978.

RIBEIRO, Gisele Bueno de Farias; OLIVIERA, Francismara Neves; CALSA, Geiva Carolina. O jogo de regras Rummikub e as possibilidades de negociação interpares. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 247-255, jul./dez. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-85572012000200007

SARAVALI, Eliane Giachetto et al. A construção dos possíveis cognitivos no contexto brasileiro: um estudo evolutivo. In: BESSA, Sonia (org). Processos de ensino aprendizagem de matemática. Curitiba: Appris, 2020. p. 281-303.

ZAIA, Lia Leme. O jogo, a construção das estruturas operatórias elementares e das estruturas aritméticas. In: MANTOVANI DE ASSIS, Orly Zucatto. (org.). PROEPRE: fundamentos teóricos II. São Paulo: Book, 2013. p. 279-296.

Downloads

Publicado

23-12-2022

Como Citar

BRANDÃO, Juliana Ferreira; SILVA, Sônia Bessa da Costa Nicacio. Contribuições de Constance Kamii à Educação de Jovens e Adultos. Educação em Análise, Londrina, v. 7, n. 2, p. 456–476, 2022. DOI: 10.5433/1984-7939.2022v7n2p456. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/47480. Acesso em: 15 jul. 2024.