A crença de autoeficácia dos formandos de um curso de pedagogia em relação ao exercício profissional

Autores

  • Paula Mariza Zedu Alliprandini Universidade Estadual de Londrina (UEL) https://orcid.org/0000-0003-4677-4258
  • Diana Aparecida de Souza Prefeitura Municipal de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-7939.2016v1n2p215

Palavras-chave:

Teoria social cognitiva, Crença de autoeficácia, Ensino superior, Pedagogia, Exercício profissional.

Resumo

Este trabalho está embasado na Teoria Social Cognitiva, mais especificamente referente ao constructo das crenças de autoeficácia, definida como o julgamento das pessoas sobre suas capacidades para organizar e executar cursos de ação necessários para alcançar certos tipos de desempenhos. Teve como objetivo geral analisar a crença de autoeficácia dos acadêmicos do último ano do curso de Pedagogia de uma Instituição Pública em relação ao exercício profissional e como objetivos específicos comparar o nível de autoeficácia dos acadêmicos em relação ao exercício profissional edo período de oferta do curso e analisar os itens Decisão de carreira e Autoeficácia Profissional dos acadêmicos separadamente.Participaram da pesquisa 76 acadêmicos formandos, matriculados nos períodos matutino e noturno, de uma Universidade Pública. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de um questionário sóciodemográfico e uma escala do tipo Likert, de cinco pontos, contendo questões referentes à Decisão de Carreira e Autoeficácia Profissional. No geral, a análise dos dados evidenciou que os acadêmicos apresentaram um nível de crença moderado. Porém, aqueles que participaram de atividades acadêmicas complementares, bem como atuavam na área de Educação, apresentaram maiores escores em relação aos demais. Provavelmente, a participação nestas atividades tenha promovido uma experiência de domínio positiva, a partir dos conhecimentos adquiridos e da relação teoria prática estabelecida. Dessa forma, ressalta-se a importância do colegiado e docentes do curso incentivarem a participação dos alunos nestas atividades,de forma a levar com que os futuros professores desenvolvam uma crença positiva em relação ao exercício profissional.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Paula Mariza Zedu Alliprandini, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Mestre e Doutora em Psicobiologia pela FFCLRP/USP, Pós-Doutora em Psicologia pela “Cornell University”, Ithaca, USA. Docente do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Londrina.

Diana Aparecida de Souza, Prefeitura Municipal de Londrina

Graduada em Pedagogia. Professora das Séries Iniciais do Ensino Fundamental

Referências

AZZI, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge. Auto‐eficácia proposta por Albert Bandura: algumas discussões. In: AZZI, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge (Org.). Auto‐eficácia em diferentes contextos. Campinas: Alínea, 2006. p. 9‐23.

AZZI, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge; BZUNECK, José Aloyseo. Considerações sobre a auto‐eficácia docente. In: AZZI, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge (Org.). Auto‐eficácia em diferentes contextos. Campinas: Alínea, 2006. p. 149‐159.

BANDURA, Albert. O sistema self no determinismo recíproco. In: BANDURA, Albert; AZZI, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely. Teoria social cognitiva: conceitos básicos. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 43‐67.

BARDAGI, Marucia Patta; BOFF, Raquel de Mello. Autoconceito, auto‐eficácia profissional e comportamento exploratório em universitários concluintes. Avaliação, Sorocaba, v. 15, n. 1, mar. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/. Acesso em: 7 jan. 2015.

BZUNECK, José Aloyseo. As crenças de auto‐eficácia e o seu papel na motivação do aluno. In: BORUCHOVITCH, Evely; BZUNECK, José Aloyseo (Org.). A motivação do aluno: contribuições da psicologia contemporânea. 3. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2001. p. 116‐133.

CERUTTI, Fernanda et al. Autoeficácia entre estudantes universitários ingressantes e veteranos de dois cursos. Ciências & Cognição, Rio de Janeiro, v. 16, n. 3, p. 57‐65, 2011. Disponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/ index.php/cec/article/view/745/514. Acesso em: 7 jan. 2014.

FERREIRA, Marco Antonio Cabral. A influência da auto‐eficácia e da ansiedade em jogadores de futebol. 2008. Dissertação (Mestrado Departamento de Educação Física) ‐ Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2008.

FONTES, Arlete Portella; AZZI, Roberta Gurgel. Crenças de autoeficácia e resiliência: apontamentos da literatura sociocognitiva. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 29, n. 1, p. 105‐114. jan./mar. 2012.

GHEDIN, Evandro; LEITE, Yoshie Ussami Ferrari; ALMEIDA, Maria Isabel de. Formação de professores: caminhos e descaminhos da prática. Brasília: Liber Livro, 2008.

GLASER, Sheila Lauffer. Relações entre habilidades sociais, auto‐eficácia e decisão de carreira em universitários em final de curso. 2010. 32 f. Monografia (Especialização em Psicologia Clínica) ‐ Instituto de Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

GUERREIRO‐CASANOVA, Daniela Couto; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge. Autoeficácia na formação superior: percepções durante o primeiro ano de graduação. Psicologia, Ciência e Profissão, Campinas, v. 31, n. 1, p. 50‐65, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v31n1/v31n1a06.pdf. Acesso em: 1 dez. 2014.

IAOCHITE, Roberto Tadeu et al. Autoeficácia docente, satisfação, e disposição para continuar na docência por professores de educação física. Revista Brasileira de Ciência do Esporte, Florianópolis, v. 33, n. 4, p. 825‐839, out./dez. 2011.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente profissional: formar‐se para a mudança e a incerteza. 3. ed. São Paulo, Cortez, 2002.

MOGNON, Jocemara Ferreira; SANTOS, Acácia Aparecida Angeli. Vida acadêmica e exploração vocacional em universitários formandos: relações e diferenças. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 89‐106, 2014. Disponível em: http://www.e‐publicacoes.uerj.br/index.php/ revispsi/article/view/10481/8253. Acesso em: 9 jan. 2015.

OURIQUE, Luciana Rubensan. Auto‐eficácia e personalidade no planejamento de carreira de universitários. 2010. 84 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

PAJARES, Frank; OLAZ, Fabian. Teoria social cognitiva e auto‐eficácia uma visão geral. In: BANDURA, Albert; AZZi, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely. Teoria social cognitiva: conceitos básicos. Porto alegre: Artmed, 2008. p. 97‐114.

PEREIRA, Ana Lúcia; ZUPPANI, Tatiani dos Santos; GONÇALVES, Marcelo Neves. Crenças de autoeficácia e carreira de estudantes de administração. Atos de Pesquisa em Educação, Blumenau, v. 9, n. 2, p. 535‐547, maio/ago. 2014. Disponível em: http://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/. Acesso em: 6 mar. 2015.

ROCHA, Márcia Santos. A auto‐eficácia docente no ensino superior. 2009. Tese (Doutorado em Psicologia Educacional) ‐ Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009.

SILVA, Afonsa Janaína da; IAOCHITE, Roberto Tadeu; AZZI, Roberta Gurgel. Crenças de autoeficácia de licenciandos em educação física. Motriz: Revista de Educação Física, Rio Claro, v. 16, n. 4, p. 942‐949, out./dez. 2010.

SOUSA, Heloiza de; BARDAGI, Marucia Patta; NUNES, Carlos Henrique Sancineto da Silva. Autoeficácia na formação superior e vivências de universitários cotistas e não cotistas. Avaliação Psicológica, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 253‐261, 2013.

SOUZA, Liliane Ferreira Neves Inglez; BRITO, Márcia Regina Ferreira. Crenças de auto‐ eficácia, autoconceito e desempenho em matemática. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 25, n. 2, p. 193‐201, 2008.

TEIXEIRA, Marco Antônio Pereira; GOMES, William B. Decisão de carreira entre universitários em fim de curso universitário. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Santa Maria, v. 21, n. 3, p. 327‐334, set./dez. 2005.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA. Centro de Educação Comunicação e Artes. Curso de pedagogia. Disponível em: http://www.uel.br/ceca/pedagogia/. Acesso em: 3 mar. 2015.

VIEIRA, Diana; COIMBRA, Joaquim Luís. A auto‐eficácia na transição para o trabalho. In: AZZI, Roberta Gurgel; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge (Org.). Auto‐eficácia em diferentes contextos. Campinas: Alínea, 2006. p. 25‐58.

Downloads

Publicado

06-07-2017

Como Citar

ALLIPRANDINI, P. M. Z.; SOUZA, D. A. de. A crença de autoeficácia dos formandos de um curso de pedagogia em relação ao exercício profissional. Educação em Análise, Londrina, v. 1, n. 2, p. 215‐235, 2017. DOI: 10.5433/1984-7939.2016v1n2p215. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/27212. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos