Suplementação de novilhos de corte em pastagem de Brachiariabrizantha durante a estação seca e das águas: desempenho e predição ultrassonográfica de carcaça

Autores

  • Geisi Loures Guerra Universidade Estadual de Londrina
  • Ivone Yurika Mizubuti Universidade Estadual de Londrina
  • Edson Luis de Azambuja Ribeiro Universidade Estadual de Londrina
  • Odimári Pricila Prado-Calixto Universidade Estadual de Londrina
  • Leandro das Dores Ferreira da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Elzânia Sales Pereira Universidade Federal do Ceará
  • Fernando Luiz Massaro Junior Universidade Estadual de Londrina
  • Antonio Loures Guerra Universidade Estadual de Londrina
  • Francisco Fernandes Júnior Universidade Estadual de Londrina
  • Éderson Luis Henz Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n5p3277

Palavras-chave:

Área de olho de lombo, Consumo de matéria seca, Desempenho produtivo, Genótipo, Sexo.

Resumo

Objetivou-se neste estudo avaliar a influência do grupo genético, sexo e níveis de suplementação proteicoenergética sobre o desempenho e características de predição de carcaça de bezerros desmamados da raça Nelore e ½ Nelore x ½ Aberdeen Angus. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2x2x2, sendo dois níveis de suplementação, dois sexos e dois grupos genéticos. Foram utilizados 56 animais (28 Nelore e 28 ½ Nelore x ½ Aberdeen Angus), divididos igualmente entre machos e fêmeas, mantidos em pastagem de Brachiariabrizantha cv. Marandu e avaliados em três períodos experimentais: período 1= suplementação proteico-energética na estação seca; período 2= suplementação proteico-energética na estação chuvosa; período 3= apenas suplementação mineral. Na estação seca, suplementou-se com níveis de 0,5 e 1% do peso corporal (PC) e na estação chuvosa 0 e 1% do peso corporal. Foram estimados o consumo de matéria seca (kg dia-1, % PC, g kgPC0,75-1). As mensurações ultrassonográficas de carcaça in vivo foram: área de olho de lombo (AOL), espessura de gordura subcutânea (EGS) e espessura de gordura na garupa (EGG). Houve influência (P < 0,05) do grupo genético e do nível de suplementação no ganho médio diário (GMD) dos animais no período 1 e 2. O sexo influenciou o GMD apenas no período 2, sendo que os machos apresentaram 754g dia-1 e as fêmeas, 582 g dia-1. Não houve interação de grupo genético x sexo x nível de suplementação. Ao final do período experimental (final do período 3), verificou-se que os animais machos eanimais cruzados ½ Nelore x ½ Aberdeen Angus apresentaram maior GMD (748 e 716 g dia-1, respectivamente). Os valores de consumo de matéria seca (MS) foram influenciados pelo grupo genético e pelo sexo, em todos os períodos avaliados, verificando-se maiores consumos em animais cruzados ½ Nelore x ½ Aberdeen Angus e em animais machos, sendo a conversão alimentar melhor em animais cruzados. Quanto às mensurações ultrassonográficas realizadas na carcaça, observou-se influência de sexo sobre EGS e EGG, sendo que os animais machos apresentaram valores maiores, de 3,24 e 4,62 mm, respectivamente. AOL foi influenciada pelo nível de suplementação proteico-energética, no período 2, sendo que animais recebendo 1% do PC em ambos os períodos apresentaram maiores valores (56,04 cm2) do que aqueles recebendo 0,5% do PC em suplemento (48,38 cm2). A utilização da suplementação proteico-energética com 0,5% do PC na estação seca e 1% do PCna estação chuvosa, apresenta melhores resultados de desempenho e contribui para maior área de olho de lombo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Geisi Loures Guerra, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR, Brasil.

Ivone Yurika Mizubuti, Universidade Estadual de Londrina

Profa Dra, Departamento de Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias, UEL, Londrina, PR, Brasil. Bolsistas de Produtividade do CNPq.

Edson Luis de Azambuja Ribeiro, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr,, Departamento de Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias, UEL, Londrina, PR, Brasil. Bolsistas de Produtividade do CNPq.

Odimári Pricila Prado-Calixto, Universidade Estadual de Londrina

Profa Dra, Departamento de Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias, UEL, Londrina, PR, Brasil. Bolsistas de Produtividade do CNPq.

Leandro das Dores Ferreira da Silva, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr,, Departamento de Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias, UEL, Londrina, PR, Brasil. Bolsistas de Produtividade do CNPq.

Elzânia Sales Pereira, Universidade Federal do Ceará

Profª Drª, Departamento de Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, UFC, Ceará, CE, Brasil. Bolsista de Produtividade do CNPq.

Fernando Luiz Massaro Junior, Universidade Estadual de Londrina

Zootecnista, Dr. em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Antonio Loures Guerra, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Curso de Graduação em Agronomia, UEL, Londrina, PR, Brasil.

Francisco Fernandes Júnior, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR, Brasil.

Éderson Luis Henz, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR, Brasil.

Downloads

Publicado

2016-10-26

Como Citar

Guerra, G. L., Mizubuti, I. Y., Ribeiro, E. L. de A., Prado-Calixto, O. P., Silva, L. das D. F. da, Pereira, E. S., Massaro Junior, F. L., Guerra, A. L., Fernandes Júnior, F., & Henz, Éderson L. (2016). Suplementação de novilhos de corte em pastagem de Brachiariabrizantha durante a estação seca e das águas: desempenho e predição ultrassonográfica de carcaça. Semina: Ciências Agrárias, 37(5), 3277–3292. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n5p3277

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >>