Superação de dormência e germinação em sementes de Sapindus saponaria L. em função do substrato da temperatura e germinação

Autores

  • Ana Lúcia Cabral Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Juliana de Fátima Sales Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Karine Feliciano Barbosa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Arthur Almeida Rodrigues Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Jacson Zuchi Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Jennifer Maiara Domingues Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Sebastião Carvalho Vasconcelos Filho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n6Supl3p3345

Palavras-chave:

Sabãozinho de macaco, Tratamentos pré germinativos, Qualidade fisiológica.

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar diferentes tratamentos pré-germinativos, características histoquímicas e o desempenho fisiológico de sementes de Sapindus saponaria L. em função da temperatura e de substrato para a germinação. As sementes de Sapindus saponaria foram coletas no município de Rio Verde, GO, e analisadas através da execução de 2 ensaios (superação de dormência e germinação). O ensaio 1 foi composto por 10 tratamentos de superação de dormência, enquanto o 2 foram avaliados a germinação em 2 substratos (papel e areia) e 4 temperaturas 20, 25, 30 e alternadas de 20-30°C (±0,5°C) por 35 dias. Os resultados do teste de superação de dormência na germinação foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey. A escarificação de sementes de Sapindus saponaria L. com ácido sulfúrico concentrado por 90 min, proporcionou maior velocidade e percentual de emergência, não acarretando danos anatômicos. Tratamentos pré-germinativos, utilizando de estresse por alta (42 °C) ou baixa (10 °C) temperatura, causaram danos celulares na região do endosperma de sementes de Sapindus saponaria L. A maior porcentagem de sementes de S. saponaria germinou em substrato de papel a 30 ° C.

Biografia do Autor

Ana Lúcia Cabral, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Pesquisadora, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano, IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasi

Juliana de Fátima Sales, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Profa., IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasil.

Karine Feliciano Barbosa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Pesquisadora, IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasil.

Arthur Almeida Rodrigues, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Pesquisador, IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasil.

Jacson Zuchi, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Prof., IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasil.

Jennifer Maiara Domingues Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Discente, Graduação em Agronomia, IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasil.

Sebastião Carvalho Vasconcelos Filho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Prof., IFGoiano, Rio Verde, GO, Brasil.

Referências

ALBIERO, A. L. M.; BACCHI, E. M.; MOURÃO, K. S. M. Caracterização anatômica das folhas, frutos e sementes de Sapindus saponaria L. (Sapindaceae). Acta Scientiarum Biological Science, Maringá, v. 23, n. 2, p. 549-560, 2001. DOI: 10.4025/actascibiolsci.v23i0.2733

ALBUQUERQUE, K. S.; GUIMARÃES, R. M.; ALMEIDA, I. F.; CLEMENTE, A. C. S. Métodos para a superação da dormência em sementes de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides KUNTH.). Ciência Agrotécnica, Lavras, v. 31, n. 6, p. 1716-1721, 2007. DOI: 10.1590/S1413-70542007000600017

ALEXANDRE, R. S.; GONÇALVES, F. G.; ROCHA, A. P.; ARRUDA, M. P.; LEMES, E. Q. Tratamentos físicos e químicos na superação de dormência em sementes de Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 4, n. 2, p. 156-159, 2009. DOI: 10.5039/agraria.v4i2a6

ARAÚJO, E. F.; ARAÚJO, R. F.; SILVA, R. F.; GOMES, J. M. Avaliação de diferentes métodos de escarificação das sementes e dos frutos de Stylosanthes viscosa. Revista Brasileira de Sementes, Pelotas, v. 22, n. 1, p. 18-22, 2000. DOI: 10.17801/0101-3122/rbs.v22n1p18-22

BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Regras para análises de sementes. Brasília: CLAV/DNDV/SNDA/MA, 2009. 365 p.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. Jaboticabal: Funep, 2000. 588 p.

EDMOND, J. B.; DRAPALA, W. I. The effects of temperature, sand and soil, and acetone on germination of okra seeds. Proceedings of American society Horticultural Science, Alexandria, v. 71, n. 2, p. 428-434, 1958.

FERREIRA, D. F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, Lavras, v. 6, n. 6, p. 36-41, 2011. DOI: 10.1590/S1413-70542011000600001

FERREIRA, P. N.; MORAIS, G. A. Influência da luz e da temperatura na germinação de sementes de Genipa american L. In: Anais do ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, ENIC, 4., 2015, Mato Grosso do Sul. Anais... Mato Grosso do Sul, 2015.

GOMES, J. P.; OLIVEIRA, L. M.; FERREIRA, P. I.; BATISTA, F. Substratos e temperaturas para teste de germinação em sementes de myrtaceae. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 26, n. 4, p. 285-293, 2016. DOI: 10.5902/1980509821120

HAN, C.; ZHEN, S.; ZHU, G., BIAN, Y.; YAN, Y. Comparative metabolome analysis of wheat embryo and endosperm reveals the dynamic changes of metabolites during seed germination. Plant Physiology and Biochemistry, Bari, v. 115, p. 320-327, 2017. DOI: 10.1016/j.plaphy.2017.04.013

KARNOVSKY, M. J. A. Formaldehyde-glutaraldehyde fixative of high osmolarity for use in electron microscopy. Journal of Cellular Biology, v. 27, p. 137-138, 1965.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 2. ed. Nova Odessa: Plantarum, 2002. 368 p.

MACHADO, C. F.; OLIVEIRA, J. A.; VIDE, A. C.; GUIMARÃES, R. M. Methodology for performing germination test of Tabebuia serratifolia (Vahl) Nicholson seeds. CERNE, Lavras, v. 8, n. 2, p. 17-25, 2002.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962. DOI: 10.2135/cropsci1962.0011183X000200020033x

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Piracicaba: FEALQ, 2009. 495 p.

MCMANUS, J. F. A. Histological and histochemical uses of periódic acid. Stain Technology, v. 23, n. 1, p. 99-108, 1948. DOI: 10.3109/10520294809106232

MORAES, M. C. P.; MELLO, K.; TOPPA, R. H. Protected areas and agricultural expansion: biodiversity conservation versus economic growth in the Southeast of Brazil. Journal of Environmental Management, Heverlee, v. 188, n. 1, p. 73-84, 2017. DOI: 10.1016/j.jenvman.2016.11.075

O’BRIEN, T. P.; FEDER, N.; MCCULLY, M. E. Polychromatic staining of plant cell walls by toluidine blue O. Protoplasma, v. 59, p. 368-373, 1964. DOI: 10.1007/BF01248568

O’BRIEN, T. P.; MCCULLY, M. E. The study of plant structure principles and selected methods. Melbourne: Termarcarphi Pty. Ltda, 1981. 357 p.

OLIVEIRA, I. V. M.; ANDRADE, R. A.; MARTINS, A. B. G. Influência da temperatura na germinação de sementes de Annona montana. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 27, n. 2, p. 344-345, 2005. DOI: 10.1590/S0100-29452005000200041

OLIVEIRA, L. M.; BRUNO, R. L. A.; SILVA, K. R. G.; SILVA, V. D. M.; FERARRI, C. S.; SILVA, G. Z. Germinação e vigor de sementes de Sapindus saponaria L. submetidas a tratamentos pré-germinativos, temperaturas e substratos. Ciência Rural, Pelotas, v. 42, n. 4, p. 638-644, 2012. DOI: 10.1590/S0103-84782012000400010

PEARSE, A. G. E. Histochemistry: theoretical and applied. 3th ed. London: The Williams & Wilkins Company Baltimore, 1972. v. 2, p. 753-1518.

PEREZ, S. C. J. G. A.; FANTI, S. C.; CASALI, C. A. Influência do armazenamento, substrato, envelhecimento precoce e profundidade de semeadura na germinação de canafístula. Bragantia, Campinas, v. 58, n. 1, p. 57-68, 1999. DOI: 10.1590/S0006-87051999000100008

PRITCHARD, S. L.; CHARLTON, W. L.; BAKER, A.; GRAHAM, L. Germination and storage reserve mobilization are regulated independently in Arabidopsis. The Plant Journal, v. 31, n. 5, p. 639-647, 2002. DOI: 10.1046/j.1365-313x.2002.01376.x.

SAMPAIO, M. F.; COUTO, S. R.; SILVA, C. A.; SILVA, A. C. A.; SILVA, A. A. S.; TEIXEIRA, A. L. Influência de diferentes substratos associados a métodos de superação de dormência na germinação e emergência de sementes de jatobá (Hymenaea courbaril L.). Revista Farociência, Porto Velho, v. 2, n. 1, p. 11-27, 2015.

SILVA, A. C.; SANTOS, J. L.; D’ARÊDE, L. O.; MORAIS, O. M.; COSTA, E. M.; SILVA, E. A. A. Caracterização biométrica e superação de dormência em sementes de Chloroleucon foliolosum (Benth.) G. P. Lewis. Revista Brasileira Ciências Agrárias, Recife, v. 9, n. 4, p. 577-582, 2014. DOI: 10.5039/agraria.v9i4a4586

SILVA, G. B. P.; BARROS, G. L.; ALMEIDA, J. P. N.; PROCÓPIO, I. J. S.; MEDEIROS, P. V. Q. Tempo de germinação e desenvolvimento inicial na produção de mudas Tamarindus indica L. Revista Verde, Mossoró, v. 6, n. 2, p. 58-63, 2011.

SILVA, M. A. D.; VIEIRA, R. D.; SANTOS, J. M. Influência do envelhecimento acelerado na anatomia da testa de sementes de soja, cv. monsoy 84001. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 30, n. 2, p. 91-99, 2008. DOI: 10.1590/S0101-31222008000200012.

SMIDERLE, O. J. Água quente na superação da dormência em sementes de paricarana. Boa Vista: EMBRAPA, 2011. 407-414 p. (Comunicado técnico).

SOUSA, C. M.; ROMÃO JÚNIOR, P. C.; XIMENES, P. A. Efeito da escarificação com ácido sulfúrico e da retirada da carúncula na qualidade fisiológica de sementes de mamona. Revista Brasileira Oleaginosas fibrosas, Campina Grande, v. 13, n. 1, p. 37-43, 2009.

SOUZA, V. M. S.; SEGATO, S. V. Superação de dormência em sementes de jatobá (Hymenaea courbaril L.) Nucleus, Ituverava, v. 13, n. 1, p. 71-80, 2016. DOI: 10.3738/1982.2278.1616.

TSUZUKI, K. J.; SVIDZINSKI, T. I. E.; SHINOBU, C. S.; SILVA, L. F. A.; CORTEZ, D. A. G.; FERREIRA, I. C. P. Antifungal activity of the extracts and saponins from Sapindus saponaria L. Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, v. 79, n. 4, p. 577-583, 2007. DOI: 10.1590/S0001-37652007000400002

Downloads

Publicado

2019-10-16

Como Citar

Cabral, A. L., Sales, J. de F., Barbosa, K. F., Rodrigues, A. A., Zuchi, J., Silva, J. M. D., & Vasconcelos Filho, S. C. (2019). Superação de dormência e germinação em sementes de Sapindus saponaria L. em função do substrato da temperatura e germinação. Semina: Ciências Agrárias, 40(6Supl3), 3345–3358. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n6Supl3p3345

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)