Modelos matemáticos para descrever curvas de crescimento de poedeiras leves

Autores

  • Cleber Franklin Santos de Oliveira Universidade Federal de Mato Grosso
  • João Marcos Novais Tavares Universidade Federal de Mato Grosso
  • Gerusa da Silva Salles Corrêa Universidade Federal de Mato Grosso
  • Bruno Serpa Vieira Universidade Federal de Mato Grosso
  • Silvana Alves Pedrozo Vitalino Barbosa Instituto Federal de Mato Grosso
  • André Brito Corrêa Universidade Federal de Mato Grosso
  • Cristina Amorim Ribeiro de Lima Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2018v39n3p1327

Palavras-chave:

Avicultura, Desempenho, Gompertz.

Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo comparar modelos matemáticos para descrever curva de crescimento de poedeiras leves em diferentes densidades populacional, por meio de equações de modelos de crescimento. Para o ajuste dos modelos foram utilizadas 4000 poedeiras leves em crescimento. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado nas densidades populacional de 71, 68, 65, 62 e 59 aves por gaiola na fase de cria e de 19, 17, 15, 13 e 11 aves por gaiola na fase de recria, com dez repetições cada. Semanalmente, as aves foram pesadas para determinação do peso corporal médio e o ganho de peso. Para estimar o crescimento das aves foram utilizados os modelos de Gompertz e Logistic. A análise dos dados foi realizada pelo procedimento PROC NLMIXED do programa computacional estatístico SAS®, para estimar os parâmetros da equação por se tratar de modelos mistos. O quadrático médio do erro, o coeficiente de determinação e o critério de informação de Akaike foram utilizados na avaliação da qualidade do ajuste dos modelos. Os modelos estudados atingiram a convergência para a descrição do crescimento das aves nas diferentes densidades estudadas, adequados para estimar o crescimento corporal das aves com alto grau de confiabilidade. Os modelos estimaram o crescimento de poedeiras leves, alojadas em diferentes densidades populacional, em que o modelo de Gompertz apresentou melhores ajustes em comparação ao Logistic.

Biografia do Autor

Cleber Franklin Santos de Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso

Pesquisador, Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Campus Cuiabá, MT, Brasil.

João Marcos Novais Tavares, Universidade Federal de Mato Grosso

Discente de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UFMT, Campus Cuiabá, MT, Brasil.

Gerusa da Silva Salles Corrêa, Universidade Federal de Mato Grosso

Profª, UFMT, Campus Cuiabá, MT, Brasil.

Bruno Serpa Vieira, Universidade Federal de Mato Grosso

Discente de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UFMT, Campus Cuiabá, MT, Brasil.

Silvana Alves Pedrozo Vitalino Barbosa, Instituto Federal de Mato Grosso

Profª, Instituto Federal de Mato Grosso, Campus São Vicente, MT, Brasil.

André Brito Corrêa, Universidade Federal de Mato Grosso

Prof, UFMT, Campus Cuiabá, MT, Brasil.

Cristina Amorim Ribeiro de Lima, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Profª, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Campus Soropédica, RJ, Brasil.

Downloads

Publicado

2018-05-04

Como Citar

Oliveira, C. F. S. de, Tavares, J. M. N., Corrêa, G. da S. S., Vieira, B. S., Barbosa, S. A. P. V., Corrêa, A. B., & Lima, C. A. R. de. (2018). Modelos matemáticos para descrever curvas de crescimento de poedeiras leves. Semina: Ciências Agrárias, 39(3), 1327–1334. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2018v39n3p1327

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)