Características ósseas de frangos de corte alimentados com rações suplementadas com Solanum glaucophyllum

Autores

  • Flávio Medeiros Vieites Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Laura Caroline Almeida Branco Drosghic Universidade Federal de Mato Grosso
  • Christiane Silva Souza Universidade Federal de Viçosa
  • José Geraldo Vargas Júnior Universidade Federal do Espírito Santo
  • Ricardo Vianna Nunes Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • George Henrique Kling de Moraes Universidade Federal de Viçosa
  • Gerusa Silva Salles Corrêa Universidade Federal de Mato Grosso
  • João Garcia Caramori Júnior Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n1p381

Palavras-chave:

1, 25-dihidroxicolecalciferol, Cinzas, Colágeno, Minerais, Tibiotarsos.

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar as características dos tibiotarsos de frangos de corte machos aos 21 e 35 dias de idade. Foram determinados os percentuais ósseos de proteínas colagenosas (PC), proteínas não colagenosas (PNC), cinzas e minerais (cálcio, fósforo, potássio e sódio), além dos pesos dos tibiotarsos in natura, secos e desengordurados. Foram utilizados 648 frangos de corte machos da marca comercial Cobb® em um delineamento em blocos ao acaso com seis tratamentos e seis repetições com 18 aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram na suplementação de 0,0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0 e 2,5 ?g de vitamina D3 ativa/kg de ração. Aos 21 e 35 dias de idade as aves foram pesadas e um frango/repetição com o peso médio do lote foi retirado e abatido para se obter os tibiotarsos. A composição orgânica e mineral dos ossos foi afetada pelo fornecimento suplementar de vitamina D3 ativa nas rações. Recomenda-se até 1,50 ?g de 1,25(OH)2D3/kg de ração para frangos de corte machos de 8 a 35 dias de idade.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Flávio Medeiros Vieites, Universidade Federal de Juiz de Fora

Prof. Associado, Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Juiz de Fora, MG, Brasil.

Laura Caroline Almeida Branco Drosghic, Universidade Federal de Mato Grosso

Discente do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Cuiabá, MT, Brasil.

Christiane Silva Souza, Universidade Federal de Viçosa

Discente do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Bioquímica Aplicada, Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, MG, Brasil.

José Geraldo Vargas Júnior, Universidade Federal do Espírito Santo

Prof. Associado, Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Alegre, ES, Brasil.

Ricardo Vianna Nunes, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Prof., Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

George Henrique Kling de Moraes, Universidade Federal de Viçosa

Prof. Titular, UFV, Viçosa, MG, Brasil.

Gerusa Silva Salles Corrêa, Universidade Federal de Mato Grosso

Profª Adjunto, UFMT, Cuiabá, MT, Brasil.

João Garcia Caramori Júnior, Universidade Federal de Mato Grosso

Prof. Associado, UFMT, Cuiabá, MT, Brasil.

Downloads

Publicado

2016-02-29

Como Citar

Vieites, F. M., Drosghic, L. C. A. B., Souza, C. S., Vargas Júnior, J. G., Nunes, R. V., Moraes, G. H. K. de, Corrêa, G. S. S., & Caramori Júnior, J. G. (2016). Características ósseas de frangos de corte alimentados com rações suplementadas com Solanum glaucophyllum. Semina: Ciências Agrárias, 37(1), 381–392. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n1p381

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4