Concreto e abstrato na literatura e na pintura: Clarice Lispector e Gastão Manuel Henrique

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2012v24p39

Palavras-chave:

Clarice Lispector, Gastão Manuel Henrique, Arte abstrata, Arte concreta

Resumo

O presente artigo reflete sobre o texto “Gastão Manuel Henrique”, publicado pela escritora Clarice Lispector na primeira edição da obra A legião estrangeira (1964). Trata-se de um texto que aborda a pintura em madeira de Gastão Manuel Henrique, artista plástico ligado à geração dos anos 1960 no Brasil, quando se discutia a presença de uma arte moderna abstrata e concreta entre nós. O objetivo é estabelecer uma relação entre as discussões em voga no período e o modo com a escritora percebeu o trabalho artístico.

Biografia do Autor

Joelma Santana Siqueira, Universidade Federal de Viçosa

Doutora em literatura brasileira pela Universidade de São Paulo. Professora da Universidade Federal de Viçosa.

Referências

ARANTES, Otília Beatriz Fiori. 2004. Mário Pedrosa: itinerário crítico. São Paulo: Cosac Naify.

AYALA, Walmir. 1986. Dicionário de pintores brasileiros. v. l. Rio de Janeiro: Spala.

FAVARETTO, Celso. 1997. “Das novas figurações à arte conceitual”. Ricardo Ribenboim, org. Tridimensionalidade. São Paulo: Instituto Cultural Itaú. 109-115.

GALRÃO, Angel. Gastão Manuel Henrique. Campinas: TV Universitária/Unicamp. VHS. (25 min.).

GREGATO, Márcia Elisa de Paiva. 2009. Estudo da obra de Gastão Manuel Henrique: uma hipótese. Tese, Doutorado em Artes, Unicamp.

GULLAR, Ferreira. 1999. Etapas da arte contemporânea: do cubismo à arte neoconcreta. Rio de Janeiro: Revan.

LISPECTOR, Clarice. 1964. A legião estrangeira. Rio de Janeiro: Editora do Autor.

LISPECTOR, Clarice. 1997. Perto do coração selvagem. Rio de Janeiro: Rocco.

LISPECTOR, Clarice. 2007. Entrevistas/Clarice Lispector. Rio de Janeiro: Rocco.

MERLEAU-PONTY, Maurice. 2004. O espírito e o olho. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

NAVES, Rodrigo. 2007. O vento e o moinho: ensaios sobre arte moderna e contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras.

NUNES, Benedito. 1989. “Clarice Lispector ou o naufrágio da introspecção”. Remate de males (Unicamp) 9 : 63-70.

OITICICA, Hélio. 2006. “A transição da cor do quadro para o espaço e o sentido de construtividade”. Glória Ferreira & Cecília Cotrim. Escritos de artistas: Anos 60/70. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 82-95.

PEDROSA, Mário. 2004. Acadêmicos e modernos: textos escolhidos III. Otília Arantes, org. São Paulo: Edusp.

Pesquisa em Pauta - Estudo da Obra de Gastão Manuel Henrique. rtv-unicamp. Disponível em: http://cameraweb.ccuec.unicamp.br/video/26MSWHXHS5R9/ Acesso em 15 de ago. de 2012.

PONTUAL, Roberto. 1973. Arte/Brasil/Hoje: 50 anos depois. São Paulo: Collectio.

PONTUAL, Roberto. 1969. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Downloads

Publicado

30-12-2012

Como Citar

SIQUEIRA, Joelma Santana. Concreto e abstrato na literatura e na pintura: Clarice Lispector e Gastão Manuel Henrique. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 24, p. 39–48, 2012. DOI: 10.5433/1678-2054.2012v24p39. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/25086. Acesso em: 22 jun. 2024.