Chamada de Artigos (CFP 2024.2): Renovações e inovações na narrativa fantástica contemporânea

14-07-2023

Submissão até 29 de março de 2024 - Expectativa de publicação: dezembro de 2024

A literatura fantástica desperta um amplo espectro de emoções e reflexões em seus leitores. Por meio de ranhuras, fissuras e rupturas na realidade (extra)ficcional, provoca no leitor sensações como arrepio, medo, repulsa, encantamento e aceleração do batimento cardíaco. Além disso, a narrativa fantástica instiga a surpresa, curiosidade, inquietação, ansiedade e reflexão. Também é importante reconhecer que, apesar de sua relevância, o fantástico ficcional frequentemente foi subestimado, desconsiderado e criticado pelo sistema literário.

Nas três últimas décadas, o gênero e seus subgêneros têm recebido cada vez mais destaque, como se vê na quantidade e qualidade dos títulos de obras teóricas, críticas, analíticas e ficcionais disponíveis, bem como na diversidade temática que pode ser encontrada em bancos de dados acadêmicos e livrarias. O crescimento das editoras independentes, com ápice numérico em 2015, tem ampliado o seu reconhecimento e espaço no mercado, incluindo o surgimento de escritores(as) anônimos(as), com a maior quantidade registrada de publicações de narrativas insólitas no Brasil e na América Latina também no mesmo ano. Essa condição recente deu oportunidade a uma maior presença de escritoras que exploram as vertentes sombrias, enigmáticas e envolventes do fantástico ficcional, sendo cada vez mais reconhecidas, validadas e lidas por um público ávido por novos títulos, tais como Sinara Foss, Juliane Vicente e Úrsula Antunes no Brasil e Angélica Gorodischer, Mariana Enríquez, Augustina Bazterrica e Samanta Schweblin na Argentina dentre outras.

Com o intuito de fomentar discussões e promover um diálogo enriquecedor, este dossiê se propõe a explorar as diferentes categorias e vertentes da narrativa fantástica nas suas manifestações recentes. Destaca-se, assim, o interesse em um recorte temporal de publicação das narrativas literárias contemporâneas. Os tópicos, abaixo, são sugestões não exaustivas a serem explorados de forma a abrir caminho para análises e interpretações mais densas e contribuições significativas nos estudos literários sobre a narrativa fantástica:

Transformações do gênero fantástico na contemporaneidade.
A influência das tradições folclóricas e culturais na narrativa fantástica contemporânea.
O papel das editoras independentes na valorização e divulgação da literatura fantástica.
A presença do fantástico em diferentes formas artísticas, como cinema, filmes e séries de televisão, HQ, romances gráficos e outras formas mediáticas.
A construção de personagens e suas relações com o mundo fantástico nas narrativas literárias contemporâneas.

Editoras responsáveis pelo dossiê:
Ana Lúcia Trevisan (UPM) e Claudia Cristina Ferreira (UEL)

Observação: o processo de avaliação só começará a partir da data de fechamento da chamada (29/03/2024).