Crescimento in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae) em diferentes concentrações de macronutrientes e sacarose

Autores

  • Mauren Sorace Universidade Estadual de Londrina
  • Ricardo Tadeu de Faria Universidade Estadual de Londrina
  • Clério Valentin Damasceno Júnior Universidade Estadual de Londrina
  • Gisely Paula Gomes Gomes Universidade Estadual de Londrina
  • Cristiane Muniz Barbosa Universidade Estadual de Londrina
  • Fabíola Giovanna Nesello Vieira Universidade Paranaense
  • Geraldo Lopes da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Lúcia Sadayo Assari Takahashi Universidade Estadual de Londrina
  • Jenniffer Aparecida Schnitzer Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2008v29n4p775

Palavras-chave:

Carboidrato, Orquídeas, Cultura de tecido.

Resumo

A propagação in vitro é uma importante técnica na reprodução de orquídeas, devido às sementes serem desprovidas de endosperma e apresentarem uma baixa taxa de germinação na natureza. A sacarose é um componente importante no meio de cultura servindo como fonte de carbono e energia para as plântulas e  os macronutrientes  são  essenciais  para  a  nutrição  e  crescimento. O  presente  trabalho  teve  como objetivo avaliar o crescimento in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae) em diferentes concentrações de macronutrientes e sacarose. Os tratamentos consistiram em duas formulações dos macronutrientes do meio Murashige e Skoog (1962), sendo, MS completo e MS modifcado com metade da concentração dos macronutrientes e de diferentes concentrações de  sacarose  (30 gL-1, 40 gL-1e 60 gL-1), com pH 5,8. O delineamento experimental foi esquema fatorial 2 x 3 (meio x concentrações de sacarose) com oito repetições, contendo 20 plântulas por parcela. Os dados foram submetidos a análise de variância complementada pelo  teste de Tukey a 5% de signifcância. Os parâmetros avaliados após seis meses do início do experimento foram: altura da parte aérea, comprimento da maior raiz, número de raízes, número de brotos, massa fresca total e massa seca total. Constatou-se que no tratamento contendo 40 gL-1 de sacarose e a metade da concentração dos macronutrientes do meio MS, foi o mais efciente para o desenvolvimento vegetativo e no enraizamento da orquídea Oncidium baueri.

Biografia do Autor

Mauren Sorace, Universidade Estadual de Londrina

Biólogas, Especialistas, Mestrandas da Universidade Estadual de Londrina.

Ricardo Tadeu de Faria, Universidade Estadual de Londrina

Eng° Agr., Dr., Professor Adjunto do Departamento de Agronomia da UEL. Bolsa Produtividade CNPq. Londrina, PR.

Clério Valentin Damasceno Júnior, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmicos de Agronomia da UEL.

Gisely Paula Gomes Gomes, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmicos de Agronomia da UEL.

Cristiane Muniz Barbosa, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmica de Biologia da UEL.

Fabíola Giovanna Nesello Vieira, Universidade Paranaense

Bióloga, UNIPAR.

Geraldo Lopes da Silva, Universidade Estadual de Londrina

Técnico do Laboratório de Fitotecnia do Departamento de Agronomia da UEL.

Lúcia Sadayo Assari Takahashi, Universidade Estadual de Londrina

Engª Agrª, Doutoranda, Professora Adjunta do Departamento de Agronomia da UEL.

Jenniffer Aparecida Schnitzer, Universidade Estadual de Londrina

Biólogas, Especialistas, Mestrandas da Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

2008-08-30

Como Citar

Sorace, M., Faria, R. T. de, Damasceno Júnior, C. V., Gomes, G. P. G., Barbosa, C. M., Vieira, F. G. N., … Schnitzer, J. A. (2008). Crescimento in vitro de Oncidium baueri (Orchidaceae) em diferentes concentrações de macronutrientes e sacarose. Semina: Ciências Agrárias, 29(4), 775–782. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2008v29n4p775

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4 5 > >>