Epidemiologia da infecção por anoplocefalídeos em eqüinos do Jockey Club de Santa Maria – RS

Autores

  • Luís Antônio Sangioni Universidade Federal de Santa Maria
  • Fernanda Silveira Flôres Vogel Universidade Federal de Santa Maria
  • Aline da Rosa Vargas Universidade Federal de Santa Maria
  • Giovana Camillo Universidade Federal de Santa Maria
  • Luciana Araújo Universidade Federal de Santa Maria
  • Eduardo Montemezzo Universidade Federal de Santa Maria
  • Alfredo Skrebsky Cezar Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2009v30n1p163

Palavras-chave:

Eqüinos, Cestódeos, Anoplocephala spp, Prevalência, Epidemiologia.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a prevalência de anoplocefalídeos de eqüinos estabulados no Jockey Club de Santa Maria através de análise coproparasitológica. Amostras de fezes oriundas de 66 animais foram obtidas de agosto a novembro de 2006. Pelo emprego do método de sedimentação Dennis, Stone e Swanson modificado verificou-se a presença de ovos de anoplocefalídeos. Foi aplicado um questionário a fim de avaliar a tomada de decisão da administração de droga antiparasitária pelos treinadores. Os anoplocefalídeos foram detectados em 100% das amostras analisadas. Os resultados obtidos demonstraram uma alta prevalência desses parasitas, podendo ser justificado, dentre outros fatores, pela adoção de sistemas de tratamento antiparasitário inadequados, os quais incluem principalmente a escolha e a forma de aplicação incorreta das drogas, associados à atribuição da decisão do tratamento dos animais ser de responsabilidade do próprio tratador, e não do Médico Veterinário, contribuindo para o agravamento da infecção por esses agentes.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luís Antônio Sangioni, Universidade Federal de Santa Maria

Prof Adjunto – Departamento de Medicina Veterinária Preventiva – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Fernanda Silveira Flôres Vogel, Universidade Federal de Santa Maria

Prof Adjunto – Departamento de Medicina Veterinária Preventiva – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Aline da Rosa Vargas, Universidade Federal de Santa Maria

Discente do curso de Medicina Veterinária – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Giovana Camillo, Universidade Federal de Santa Maria

Discente do curso de Medicina Veterinária – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Luciana Araújo, Universidade Federal de Santa Maria

Discente do curso de Medicina Veterinária – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Eduardo Montemezzo, Universidade Federal de Santa Maria

Discente do curso de Medicina Veterinária – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Alfredo Skrebsky Cezar, Universidade Federal de Santa Maria

Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária Preventiva – Doenças Parasitárias – Centro de Ciências Rurais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil.

Downloads

Publicado

2009-07-30

Como Citar

Sangioni, L. A., Vogel, F. S. F., Vargas, A. da R., Camillo, G., Araújo, L., Montemezzo, E., & Cezar, A. S. (2009). Epidemiologia da infecção por anoplocefalídeos em eqüinos do Jockey Club de Santa Maria – RS. Semina: Ciências Agrárias, 30(1), 163–170. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2009v30n1p163

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2