Utilização de um complexo enzimático para rações contendo farelo de gérmen de milho desengordurado para suínos em fase de crescimento e terminação

Autores

  • Caio Abércio da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Sylvia Luiza Vinokunovas Universidade Estadual de Londrina
  • Ana Maria Bridi Universidade Estadual de Londrina
  • Alexandre Oba Universidade Estadual de Londrina
  • Graziela Drociunas Pacheco Universidade Estadual de Londrina
  • Arturo Pardo Lozano Universidade Estadual de Londrina
  • Roberta Abrami Monteiro Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Danyel Bueno Dalto Universidade Estadual de Londrina
  • Piero da Silva Agostini Universidade Autônoma de Barcelona

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n6Supl2p4065

Palavras-chave:

Alimento alternativo, Fitase, Qualidade da carne, Xilanase.

Resumo

O objetivo deste experimento foi avaliar a uso do farelo de gérmen de milho desengordurado (FGMD) em associação a um complexo enzimático (CE) nas rações de suínos em fase de crescimento e terminação sobre o desempenho, digestibilidade, características de carcaça, qualidade da carne e sobre parâmetros de eficiência econômica. Foram utilizados 50 suínos (Agroceres PIC), 25 machos castrados e 25 fêmeas, com peso médio inicial de 41,14 ± 2,95 kg. Os animais foram submetidos a cinco tratamentos experimentais: T1- ração controle (milho + farelo de soja); T2- ração com milho + farelo de soja + 20% FGMD (isonutriente e isoenergética em relação a T1) ; T3- ração com milho + farelo de soja + 20% FGMD e CE (isonutriente e isoenergética em relação a T1); T4- ração com milho + farelo de soja + 20% FGMD sem CE (formulada igual a T3, descontada a matriz nutricional do CE, com menores níveis nutricionais e energéticos que T1); T5- ração com milho + farelo de soja + 20% FGMD e CE (formulada igual a T2, com o CE adicionado na forma on top, apresentando valores nutricionais e energéticos superiores a T1). O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com 5 tratamentos e 5 repetições, sendo cada baia com dois animais de diferentes sexos a unidade experimental. Foi verificada diferença significativa (p<0,05) para o ganho médio de peso, com melhores resultados para T5 e piores para T4. Para a conversão alimentar o pior resultado observado foi para T4 (P<0,05). Os maiores valores de pH final da carne foram observados para T1, mas influencias deste parâmetro sobre a qualidade da carne não foram verificadas para nenhum dos tratamentos. Na avaliação econômica os melhores resultados foram observados para T3. A adição do complexo enzimático em dietas de suínos em crescimento e terminação contendo a inclusão de 20% de FGMD melhorou o desempenho zootécnico sem comprometer as características de carcaça e de qualidade da carne, demonstrando vantagens econômicas.

Biografia do Autor

Caio Abércio da Silva, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR.

Sylvia Luiza Vinokunovas, Universidade Estadual de Londrina

Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual de Londrina, Caixa Postal 6001, CEP: 86051-970, Londrina – PR

Ana Maria Bridi, Universidade Estadual de Londrina

Profª Drª do Deptº de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR.

Alexandre Oba, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR.

Graziela Drociunas Pacheco, Universidade Estadual de Londrina

Profª Drª do Deptº de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR.

Arturo Pardo Lozano, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Roberta Abrami Monteiro Silva, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Danyel Bueno Dalto, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Piero da Silva Agostini, Universidade Autônoma de Barcelona

Discente de Doutorado do Deptº de Ciência Animal, Universidade Autônoma de Barcelona, Barcelona.

Downloads

Publicado

2013-12-17

Como Citar

Silva, C. A. da, Vinokunovas, S. L., Bridi, A. M., Oba, A., Pacheco, G. D., Lozano, A. P., … Agostini, P. da S. (2013). Utilização de um complexo enzimático para rações contendo farelo de gérmen de milho desengordurado para suínos em fase de crescimento e terminação. Semina: Ciências Agrárias, 34(6Supl2), 4065–4082. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n6Supl2p4065

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 > >>