Eficiência do pano-de-batida na amostragem de insetos-praga de soja em diferentes espaçamentos entre linhas e cultivares

Autores

  • Glauber Renato Stürmer Universidade Federal de Santa Maria
  • Alberto Cargnelutti Filho Universidade Federal de Santa Maria
  • Bruno Giacomini Sari Universidade Federal de Santa Maria
  • Leonardo Moreira Burtet Universidade Federal de Santa Maria
  • Jerson Vanderlei Carús Guedes Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2014v35n3p1177

Palavras-chave:

Pano-de-batida, Monitoramento, Noctuidae, Pentatomidae, MIP.

Resumo

Foi conduzido um experimento com o objetivo de comparar a capacidade de coleta de três tipos de pano-de-batida na amostragem de lagartas e de percevejos de soja em diferentes espaçamentos entre linhas e cultivares. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualisado, com seis repetições, em esquema fatorial 2x3x3, sendo avaliadas duas cultivares (BMX Potência RR e Fundacep 53 RR), três espaçamentos entre linhas (0,4, 0,5 e 0,6 m) e três tipos de pano-de-batida (pano-de-batida, pano-de-batida largo e pano-de-batida vertical). Para determinar a capacidade de coleta de lagartas, foram realizadas amostragens nos estádios V9, V11 e R1, e de percevejos as amostragens foram realizadas nos estádios R5.3 e R5.5. Os resultados mostraram não haver interação entre os fatores, indicando independência entre eles. Não foi observada preferência de lagartas pelas cultivares, diferentemente dos percevejos, que apresentaram maior densidade populacional na cultivar Fundacep 53 RR. Nas três datas de avaliação, a densidade de lagartas foi maior quando a soja foi semeada com espaçamentos reduzidos. Para percevejo, foi observada maior infestação em soja semeada com espaçamento 0,4 m na primeira avaliação (R5.3), sendo que essa diferença não foi verificada na avaliação realizada em R5.5. O pano-de-batida largo e o pano-de-batida vertical apresentam maior capacidade de coleta de lagartas e de percevejos em relação ao pano-de-batida.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Glauber Renato Stürmer, Universidade Federal de Santa Maria

Engº Agrº, Discente do Curso de Doutorado em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Santa Maria, RS.

Alberto Cargnelutti Filho, Universidade Federal de Santa Maria

Engº Agrº, Prof. Dr. do Deptº de Fitotecnia, Centro de Ciências Rurais, CCR, UFSM, Santa Maria, RS.

Bruno Giacomini Sari, Universidade Federal de Santa Maria

Engº Agrº, Discente do Curso de Mestrado em Agronomia, UFSM, Santa Maria, RS.

Leonardo Moreira Burtet, Universidade Federal de Santa Maria

Discente do Curso de Graduação em Agronomia, UFSM, Santa Maria, RS.

Jerson Vanderlei Carús Guedes, Universidade Federal de Santa Maria

Engº Agrº, Prof. Dr. do Deptº de Defesa Fitossanitária, Centro de Ciências Rurais, CCR, UFSM, Santa Maria, RS.

Downloads

Publicado

2014-06-23

Como Citar

Stürmer, G. R., Cargnelutti Filho, A., Sari, B. G., Burtet, L. M., & Guedes, J. V. C. (2014). Eficiência do pano-de-batida na amostragem de insetos-praga de soja em diferentes espaçamentos entre linhas e cultivares. Semina: Ciências Agrárias, 35(3), 1177–1186. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2014v35n3p1177

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2