O sujeito indeterminado em livros didáticos: uma análise à luz dos estudos do Círculo de Bakhtin

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1519-5392.2022v22n3p152-173

Palavras-chave:

Sujeito Indeterminado., Estilo, Enunciado

Resumo

Este artigo busca investigar como o trabalho com a análise linguística é realizado em exercícios propostos no manual do professor de livros didáticos do PNLD destinados ao 7º ano do Ensino Fundamental, no período de implantação da BNCC nas escolas de educação básica. A partir de uma perspectiva de língua como produto da interação (BAKHTIN, 2019; VOLÓCHINOV, 2019), foram escolhidas duas obras que constavam dentre as opções a serem escolhidas pelas escolas no PNLD 2019. Partindo da hipótese de que a expressão ‘sujeito indeterminado’ não mais constaria como conteúdo explícito, já que nem a BNCC refere-se à tipologia dos sujeitos, procedeu-se à seleção de um exercício de cada obra, cujas questões abordassem, de forma explícita (na pergunta ou na resposta) a expressão ‘sujeito indeterminado’. Os resultados mostram que exercícios que restringem o olhar para aspectos formais e classificatórios, com foco na metalinguagem, ainda são uma realidade em livros didáticos do PNLD. Cabe ao professor o desafio de trabalhar com essas obras, aprofundando a perspectiva de língua como interação, com vistas a ampliar o estudo para as escolhas estilísticas dos enunciados e os efeitos de sentido produzidos.

Biografia do Autor

Patricia da Silva Valerio, Universidade de Passo Fundo

Possui doutorado em Linguística Aplicada pela Unisinos/RS (2015), mestrado em Letras pela Universidade de Passo Fundo (2005), graduação em Letras (LP) pela Universidade de Passo Fundo (1994). É docente do Curso de Letras, onde exerceu função de coordenadora entre 2010-2014. Foi professora da educação básica (1991-2009), coordenadora pedagógica (2001-2010), assessora da vice-reitoria de graduação (2014-2017) e coordenadora de gestão do Pibid na UPF (2016-2018). Foi, ainda, editora-chefe da Revista Desenredo, vinculada ao PPGL/UPF (2017-2018). Atualmente é Diretora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e docente, além do Curso de Letras, do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo, onde atua na linha de pesquisa "Constituição e Interpretação do Texto e do Discurso". Seus estudos atuais concentram-se no campo das teorias da enunciação, especialmente aspectos relacionados à língua, linguagem, tempo, sociedade.

Francismar Furlanetto, Universidade de Passo Fundo

Mestrando em Letras, pela Universidade de Passo Fundo (UPF/RS). Graduado em Letras/Espanhol e Respectivas Literaturas, pela mesma universidade. Atua como professor de Língua Portuguesa na Educação Básica. 

Referências

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. São Paulo: Editora 34, 2016.

BAKHTIN, M. Questões de estilística no ensino de línguas. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2019.

BALTHASAR, M.; GOULART, S. Singular e plural: leitura, produção e estudos de linguagem. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2018. 7º ano – manual do professor.

BRASIL. Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC; 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 1 set. 2022.

Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/portugues.pdf. Acesso em: 1 set. 2022.

COSTA, C. L.; NOGUEIRA, E.; MARCHETTI, G. Geração alpha língua portuguesa. 2. ed. São Paulo: Edições SM Educação, 2018. 7º ano – manual do professor.

CUNHA, C. F.; CINTRA, L. F. L. Nova gramática do português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Lexicon Informática, 2007.

NEVES, M. H. M. Que gramática estudar na escola: norma e uso na língua portuguesa. São Paulo: Contexto, 2004.

ROCHA LIMA, C. H. Gramática normativa da língua portuguesa. 49. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2011.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2018.

VOLÓCHINOV, V. A palavra na vida e a palavra na poesia: ensaios, artigos, resenhas e poemas. 1. ed. São Paulo: Editora 35, 2019.

Downloads

Publicado

29-12-2022

Como Citar

VALERIO, Patricia da Silva; FURLANETTO, Francismar. O sujeito indeterminado em livros didáticos: uma análise à luz dos estudos do Círculo de Bakhtin. Entretextos, Londrina, v. 22, n. 3, p. 152–173, 2022. DOI: 10.5433/1519-5392.2022v22n3p152-173. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/entretextos/article/view/46699. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigo para volume atemático