Obras clássicas e contemporâneas na escola: como acessá-las, por que lê-las?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2016v31p31

Palavras-chave:

Literatura contemporânea, Clássicos literários, Pedagogia Histórico-Crítica

Resumo

Este artigo propõe uma discussão sobre as práticas de leitura literária no ambiente escolar a partir de dois momentos: primeiramente, destacam-se as possibilidades de acesso à literatura a partir da leitura em novos meios e suportes, assim como as experiências literárias na contemporaneidade que apontam para a ascensão do escritor multimídia e também para um novo perfil de leitor. Em um segundo momento, procura-se pensar a atualização dos procedimentos de leitura dos clássicos literários na escola, compreendendo-a como direito do aluno a ter acesso aos bens estéticos e culturais que possam cumprir papel importante em uma formação humanística, referendada por uma proposta de cunho histórico-crítico. Em paralelo, desenvolve-se uma reflexão sobre os problemas e dificuldades na implementação de políticas públicas capazes de modificar o baixo índice de leitura literária na educação básica. Assim, pretende-se contribuir para pensar a atualidade dos clássicos no âmbito escolar e a incorporação de novas práticas de leitura que possam melhorar o contato dos alunos com o cânone literário e com os autores contemporâneos.

Biografia do Autor

Volmir Cardoso Pereira, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Mestre em Estudos de linguagens pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Doutor em Letras pela Universidade Estadual de Londrina. Professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Referências

BARBERO, Jesús Martin. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Tradução de Ronaldo Polito e Sérgio Alcides. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2008.

BRASIL; Ministério da Educação. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE): leitura e bibliotecas nas escolas públicas brasileiras / Secretaria de Educação Básica, Coordenação-Geral de Materiais Didáticos; elaboração Andréa Berenblum e Jane Paiva. Brasília: Ministério da Educação, 2008.

CALVINO, Italo. Por que ler os clássicos. Tradução de Nilson Moulin. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

CANDIDO, Antônio. Vários escritos. São Paulo: Ouro sobre Azul, 2004.

CHARTIER, Roger. Os desafios da escrita. Tradução de Fulvia M. L. Moretto. São Paulo: UNESP, 2002.

EAGLETON, Terry. As ilusões do pós-modernismo. Tradução de Elisabeth Barbosa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

FIGUEIREDO, Vera Lúcia Follain de. Narrativas migrantes: Literatura, Roteiro e Cinema. Rio de Janeiro: Editora PUC Rio/7Letras, 2011.

GARCIA CANCLINI, Néstor. Leitores, espectadores e internautas. Tradução de Ana Goldberger. São Paulo: Iluminuras, 2008.

JAMESON, Fredric. A cultura do dinheiro: ensaios sobre a globalização. Tradução de Maria Elisa Cevasco e Marcos César de Paula Soares. Petrópolis: Vozes, 2001.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. Tradução de Suzana Alexandria. 2ª ed. São Paulo: Aleph, 2009.

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 1993.

LUKÁCS, Gyorgy. Introdução a uma estética marxista: sobre a categoria da particularidade. Tradução de Carlos Nelson Coutinho e Leandro Konder. 2 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

PAIVA, Jane, e Andréa Berenblum. “Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE) - uma avaliação diagnóstica”. Pro-Posições (Campinas), v. 20, n. 1 (58), p. 173-188, 2009.

PELLEGRINI, Tânia. “A literatura e o leitor em tempos de mídia e mercado”. Horizontes (Itatiba), v.15, p. 325-335, 1997.

SARLO, Beatriz. Tempo Presente: notas sobre a mudança de uma cultura. Tradução de Luís Carlos Cabral. Rio de Janeiro: José Olympio, 2005.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, 2005.

TODOROV, Tzvetan. Literatura em perigo. Tradução de Caio Meira. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.

Downloads

Publicado

28-12-2016

Como Citar

PEREIRA, Volmir Cardoso. Obras clássicas e contemporâneas na escola: como acessá-las, por que lê-las?. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 31, p. 31–43, 2016. DOI: 10.5433/1678-2054.2016v31p31. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/27158. Acesso em: 21 jun. 2024.