Ficção obscena, obscenidade fictícia: a obra de Sérgio Sant’anna

Autores

  • Luiz Carlos Santos Simon Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2002v1p3

Palavras-chave:

Sérgio Sant'Anna, Obscenidade, Ficção brasileira contemporânea

Resumo

O artigo se propõe a examinar as formas de incorporação e representação da obscenidade na ficção brasileira contemporânea através da análise de dois textos de SérgioSant’Anna: o romance "Amazona" e a novela “O monstro”. A obscenidade aparece como jogo e recurso, uma estratégia da ficção pós-moderna que já não descarta os mecanismos e a prática da mídia.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luiz Carlos Santos Simon, Universidade Estadual de Londrina

Doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor da Universidade Estadual de Londrina.

Referências

ABREU, N. C. O olhar pornô: a representação do obsceno no cinema e no vídeo. Campinas: Mercado de Letras, 1996.

BAUDRILLARD, J. “The Ecstasy of Communication.” Trad. John Johnston. In: FOSTER, H. (Ed.) The Anti-Aesthetic. Port Towsend, Washington: Bay Press, 1983. 126-33.

BOSI, A. “Situação e formas do conto brasileiro contemporâneo.” In: BOSI, A. (Org). O conto brasileiro contemporâneo. São Paulo: Cultrix, s.d. 7-22.

CANDIDO, A. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987.

GIDDENS, A. A transformação da intimidade: sexualidade, amor e erotismo nas sociedades modernas. Trad. Magda Lopes. São Paulo: Ed. Unesp, 1993.

JAMESON, F. As marcas do visível. Trad. Ana Lúcia A. Gazolla e outros. Rio de Janeiro: Graal, 1995.

MC HALE, B. Postmodernist Fiction. New York/ London: Methuen, 1994.

SANT’ANNA, S. O monstro. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

SANT’ANNA, S. Amazonas. 2 a .ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1991.

SANTIAGO, S. Nas malhas da letra. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

SCLIAR, M. Contos reunidos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

Downloads

Publicado

16-03-2016

Como Citar

SIMON, L. C. S. Ficção obscena, obscenidade fictícia: a obra de Sérgio Sant’anna. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 1, p. 3–15, 2016. DOI: 10.5433/1678-2054.2002v1p3. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/24681. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos