Um causo de intersecção: retórica especista/sexista em "Contos Gauchescos", de Simões Lopes Neto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2022v42p68-82

Palavras-chave:

sexismo, especismo, interseccionalidade, regionalismo

Resumo

Partindo da inquietação provocada pelo evento conhecido como “Resgate das porcas do Rodoanel”, mobilização popular acontecida em 2015 quando do acidente com uma carreta conduzindo fêmeas suínas para o abate em São Paulo, traçamos considerações sobre a intersecção das opressões sexista e especista sobre as fêmeas animais não humanas, utilizando o conceito de interseccionalidade proposto pela pesquisadora e ativista feminista Kimberlé Crenshaw, e analisamos sua representação na obra Contos Gauchescos, de Simões Lopes Neto, onde essa mesma intersecção serve aos propósitos de consolidar uma mitologia gaúcha veiculada pela literatura regionalista. Para tanto, nos valemos das reflexões contidas principalmente nas obras O animal que logo sou, de Jacques Derrida, e A política sexual da carne, de Carol Adams, além dos estudos sobre o fenômeno regionalista na literatura gaúcha levados a cabo por Regina Zilberman, Charles Kiefer e Luis Augusto Fischer, precedidos de uma breve contextualização da questão animal em sua dimensão social, filosófica e acadêmica.

Biografia do Autor

Liege Schilling Copstein, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Mestra em Literatura Comparada pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, 2014.

Thiane Nunes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Doutora em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 

Referências

ADAMS, C. J. The sexual politics of meat: a feminist vegetarian critical theory. New York: The Continuum International Publishing Group, 2010

BANDEIRA, M. O bicho. Estrela da vida inteira. 20. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

CANDIDO, A. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 9. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 2000.

CHAVES, F. L. História e literatura. Porto Alegre: Editora da Universidade, 1988.

CROSARIOL, I. M. Por uma crítica literária antiespecista. III Congresso Internacional de Literatura e Ecocrítica, III. Disponível em http://ocs.codethe.net/index.php/ecocritica/ecocritica2016/paper/view/101

DECKHA, M. Animal advocacy, feminism and interseccionality. Deportate, esuli, profughe, Veneza, v. 23, jul. 2013. Disponível em https://www.unive.it/pag/fileadmin/user_upload/dipartimenti/DSLCC/documenti/DEP/numeri/n23/Dep_04.pdf.

DERRIDA, J. O animal que logo sou. São Paulo: Unesp, 2002.

FERREIRA, E. Metáfora animal: a representação do outro na literatura. Estudos de literatura brasileira contemporânea, Brasília, n. 26, p. 119-135, jul.-dez. 2005. Disponível em: <http://www.gelbc.com.br/pdf_revista/2607.pdf>.

Conciousness in human and non-human animals. Francis Crick Memorial conference, Cambridge, July 2012. Disponível em: http://fcmconference.org/.

LOPES NETO, J. S. Contos gauchescos. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1998.

MOREIRA, M. E. Regionalismo e literatura no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes; Instituto Cultural Português, 1982.

PALMÉRIO, M. Chapadão do bugre. 7 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1965

RYDER, Richard D. All beings that feel pain deserve human rights. The Guardian, London, 6 ago. 2005. Disponível em https://www.theguardian.com/uk/2005/aug/06/animalwelfare.

SINGER, P. Libertação animal. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013.

TIBURI, M. A mulher de costas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

YELIN, J. O giro animal na literatura de Wilson Bueno. Conexões Itaú Cultural, São Paulo, 2012. Disponível em: http://conexoesitaucultural.org.br/wp-content/uploads/2012/03/O-giro-animal-na-literatura-de-Wilson-Bueno-Julieta-Yelin-portugu%C3%AAs.pdf.

ZILBERMAN, R. Do mito ao romance – tipologia da ficçao brasileira contemporânea. Caxias do Sul: Universidade de Caxias do Sul; Porto Alegre, Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes, 1977.

Downloads

Publicado

18-09-2022

Como Citar

COPSTEIN, Liege Schilling; NUNES, Thiane. Um causo de intersecção: retórica especista/sexista em "Contos Gauchescos", de Simões Lopes Neto. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 42, n. 1, p. 68–82, 2022. DOI: 10.5433/1678-2054.2022v42p68-82. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/45424. Acesso em: 19 jul. 2024.