Representação animal e dominação humana: uma leitura da obra "O sofá estampado", de Lygia Bojunga

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2022v42p57-67

Palavras-chave:

Estudos Animais, zooliteratura, Lygia Bojunga.

Resumo

O campo de investigação dos Estudos Críticos Animais tem ganhado grandes contribuições nas últimas décadas ao se atentar às relações existentes entre os animais humanos e não humanos. Aplicando os conceitos dos aportes teóricos que focam nos animais e na natureza na Literatura, como os estudos de Kerridge e Sammells (1998), Culler (2016), Agamben (2004), Singer (2010), Berger (2003), Maciel (2007) e Bravo (2011), este artigo objetiva investigar a maneira como os animais são representados na obra O sofá estampado (1980), de Lygia Bojunga, no que tange à dominação promovida pelos seres humanos. Com a análise e a discussão das personagens da obra foram constatadas três faces da representação dos animais em relação ao poder dominante dos seres humanos, sendo que a primeira se refere à figura do animal dominado pelo ser humano. Em seguida, outra representação observada é do animal dominado que supera essa condição, mas reproduz o comportamento do dominador humano. Por fim, a última face trata-se da personagem animal consciente da dominação humana e engajada na luta pelos direitos dos animais e da natureza.

 

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fernanda Favaro Bortoletto, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Graduação em Letras pela UEM, 2021.

Evely Vânia Libanori, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Doutora em Letras pela UNESP/Assis, 2006.
Professora da Universidade Estadual de Maringá. 

Referências

AGAMBEN, Giorgio. The open: man and animal. California: Stanford U P, 2004. DOI: https://doi.org/10.1515/9780804767064

BERGER, John. Por que olhar os animais? John Berger. Sobre o olhar. Trad. Lya Luft. Barcelona: Gustavo Gili, 2003. p. 11-32.

BOJUNGA, Lygia. O sofá estampado. 32. ed. Rio de Janeiro: Casa Lygia Bojunga, 2015.

BRAVO, Álvaro Fernández. Desenjaular o animal humano. Maria Esther Maciel, org. Pensar/escrever o animal: ensaios de zoopoética e biopolítica. Florianópolis: Editora da UFSC, 2011. p. 221-243.

CULLER, Jonathan. Teoria Literária hoje. André Cechinel, org. O lugar da teoria literária. Florianópolis: EDUFSC; Criciúma: Ediunesc, 2016. p. 83-99.

KERRIDGE, Richard, Neil Sammells, orgs. Writing the environment: ecocriticism and literature. London: Zed Books, 1998.

MACIEL, Maria Esther. Zoopoéticas contemporâneas. Remate de males, Campinas, v. 27 n. 2, p. 197-206, 2007. DOI: https://doi.org/10.20396/remate.v27i2.8636004. DOI: https://doi.org/10.20396/remate.v27i2.8636004

SINGER, Peter. Libertação animal. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

Downloads

Publicado

18-09-2022

Como Citar

BORTOLETTO, F. F.; LIBANORI, E. V. Representação animal e dominação humana: uma leitura da obra "O sofá estampado", de Lygia Bojunga: . Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 42, n. 1, p. 57–67, 2022. DOI: 10.5433/1678-2054.2022v42p57-67. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/44882. Acesso em: 20 maio. 2024.