O espetáculo das estruturas simultâneas de Hans Bellmer: texto e desenho em "A anatomia da imagem" (1957)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2021v41p85

Palavras-chave:

Anatomia da Imagem, Desenho, Hans Bellmer, Boneca.

Resumo

Analisamos a imbricação entre as diferentes expressões (poética e intelectual) e linguagens (verbal e visual) na obra do artista alemão ligado ao Surrealismo francês Hans Bellmer. Tal atitude se relaciona com aquilo que o artista nomina de “espetáculo das estruturas simultâneas”. Relacionamos a constante alternação entre a palavra e a imagem do texto de maturidade artística Petit Anatomie de l’image (1957) com as primeiras produções de Bellmer, como a obra em aberto Die Puppe (A Boneca, 1934). Nessa publicação, Bellmer já demonstrava a supressão da imagem pela palavra. Conquanto, nas ilustrações de Petit Anatomie, observamos a constante fusão da tridimensionalidade do desenho com o texto escrito. Para a análise, selecionamos dois desenhos presentes na ilustração do próprio autor para o texto de 1957, a partir dos quais analisamos os efeitos na fruição da obra. Como material para a pesquisa, constam no nosso texto traduções de Bellmer para o inglês (2004) e o português (2019), além de fontes do catálogo visual do artista de origem francesa. Propomos, ainda, uma relação da obra de Bellmer com a filosofia da linguagem do poeta e filósofo alemão Novalis em seu Monolog (1997).

Biografia do Autor

Lucas Henrique da Silva, Universidade Estadual Paulista - UNESP/Araraquara

Mestre em Letras pela Universidade Estadual de Londrina - UEL, Doutorando na Universidade Estadual Paulista  - UNESP/Araraquara

Karin Volobuef, Universidade Estadual Paulista - UNESP/Araraquara

Doutora em Língua e Literatura Alemã pela Universidade de São Paulo - USP, Professora da Universidade Estadual Paulista  - UNESP/Araraquara

Referências

BELLMER, Hans. Oeuvre grave. Paris: Denoël, 1971.

BELLMER, Hans. Little Anatomy of the Physical Unconscious, or The Anatomy of the Image. Trad. Jon Graham. Dominion Press: 2004.

BELLMER, Hans. The Doll. Trad. Malcom Green. London: Atlas London, 2005.

BELLMER, Hans. Corpos labirínticos: textos de Hans Bellmer. Trad. Alexandre Rodrigues da Costa (Org.). Rio de Janeiro: Gramma, 2019.

COSTA, Alexandre Rodrigues da. Configurações indeterminadas: uma análise do diagrama e da mancha como desdobramentos da anamorfose na obra de Hans Bellmer. ARS, São Paulo, n. 36, p. 79-97, 2017.

COSTA, Alexandre Rodrigues da. Entre labirintos e anagramas: o informe como dilaceramento dos corpos na obra de Hans Bellmer. Art & Sensorium, Curitiba, v. 5, n. 2, p. 107-124, 2018.

NOVALIS. Philosophical Writings. Trad. Margaret Mahony Stoljar. New York: State U of New York P, 1997.

TAYLOR, Sue. The anatomy of anxiety. London: MIT P, 2000.

WEBB, Peter. Death, Desire & the Doll: the life and art of Hans Bellmer. Chicago: Solar Books, 2006.

Downloads

Publicado

24-02-2022

Como Citar

SILVA, Lucas Henrique da; VOLOBUEF, Karin. O espetáculo das estruturas simultâneas de Hans Bellmer: texto e desenho em "A anatomia da imagem" (1957). Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 41, p. 85–98, 2022. DOI: 10.5433/1678-2054.2021v41p85. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/44223. Acesso em: 20 jun. 2024.