Na Esteira dos Homens sem Sombra: uma Leitura de “O Pescador e sua Alma”, de Oscar Wilde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2013v26p82

Palavras-chave:

Oscar Wilde, Conto, Duplo, Sombra

Resumo

Objetiva-se apresentar uma leitura do conto “O pescador e sua alma”, de Oscar Wilde, sob a perspectiva do duplo. A narrativa de Wilde retoma um tema cujas raízes se encontram na consciência mitológica de povos antigos: o da sombra enquanto personificação ou equivalente da alma humana. Neste conto, a separação entre corpo e sombra/alma acarretará graves consequências para o protagonista: um jovem pescador, pertencente ao universo judaico-cristão, que se apaixonará por uma sereia, um ser provindo do universo mitológico pagão.

Biografia do Autor

Adilson dos Santos, Universidade Estadual de Londrina

Mestre e Doutor em Letras pela Universidade Estadual de Londrina. Professor Associado na Universidade Estadual de Londrina.

Referências

ANDERSEN, Hans Christian. “A sereiazinha”. Contos de Andersen. Trad. Olívia Krähenbühl, 1992. 19-50.

ANDERSEN, Hans Christian. “A sombra”. Flávio Moreira da Costa, org. Os Melhores Contos Fantásticos. Trad. Augusto Alencastro et al. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. 381-392.

BRANDÃO, Junito de Souza. Dicionário Mítico-etimológico da Mitologia Grega. Petrópolis: Vozes, 1991.

BRAVO, Nicole Fernandez. “Duplo”. Pierre Brunel, org.. Dicionário de mitos literários. Trad. Carlos Sussekind et al. 3. ed. Rio de Janeiro: J. Olympio, 2000. 261-288.

CHAMISSO, Adelbert von. A História Maravilhosa de Peter Schlemihl. Trad. Marcus Vinícius Mazzari. São Paulo: Estação Liberdade, 2003.

LURKER, Manfred. Dicionário de Simbologia. Trad. Mario Krauss e Vera Barkow. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

MORIN, Edgar. O Homem e a Morte. Trad. João Guerreiro Boto e Adelino dos Santos Rodrigues. Mira-Sintra: Publicações Europa-América, 1988.

RANK, Otto. O Duplo: um Estudo Psicanalítico. Trad. Erica Sofia Luisa Foerthmann Schultz et al. Porto Alegre: Dublinense, 2013.

WILDE, Oscar. “O pescador e sua alma”. O fantasma de Canterville. Trad. Maria Cristina Schleder de Borba et al. Porto Alegre: L&PM, 2008. 114-152.

WILDE, Oscar. Obra completa. Trad. Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2003.

Downloads

Publicado

30-12-2013

Como Citar

SANTOS, Adilson dos. Na Esteira dos Homens sem Sombra: uma Leitura de “O Pescador e sua Alma”, de Oscar Wilde. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 26, p. 82–94, 2013. DOI: 10.5433/1678-2054.2013v26p82. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/25164. Acesso em: 16 jul. 2024.