Pigmentos cloroplastídicos e eficiência fotoquímica da aceroleira sob estresse salino e adubação com potássio-fósforo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2021v42n1p87

Palavras-chave:

Malpighia emarginata Sesse & Moc. ex DC, Estresse salino, Clorofila, Fluorescência.

Resumo

Objetivou-se com esta pesquisa avaliar os pigmentos cloroplastídicos e a eficiência fotoquímica da aceroleira cv. BRS 366 Jaburu em função da salinidade da água de irrigação e combinações de adubação com potássio-fósforo no segundo ano de cultivo. A pesquisa foi realizada em ambiente protegido, em Campina Grande-PB. Os tratamentos foram distribuídos em blocos casualizados, em esquema fatorial 5 x 4, sendo cinco níveis de condutividade elétrica da água de irrigação - CEa (0,6; 1,4; 2,2; 3,0 e 3,8 dS m-1), e quatro combinações de adubação com potássio-fósforo (100/100; 85/85; 60/60 e 45/45% de K2O/P2O5, da recomendação para o segundo ano de cultivo) com três repetições. A combinação de 100/100% correspondeu a 200 g de K2O e 120 g de P2O5 por planta por ano). A irrigação com águas salinas prejudicou a biossíntese de pigmentos cloroplastídicos e a eficiência fotoquímica da aceroleira cv. BRS 366 Jaburu no segundo ano de cultivo. A salinidade da água a partir de 2,6 dS m-1 diminuiu a fluorescência máxima, variável e eficiência quântica do fotossistema II das plantas de aceroleira cv. BRS 366 Jaburu. A adubação com 60/60 e 85/85% da recomendação de K2O/P2O5 promovem aumento na síntese de clorofila a e b de acerola, respectivamente, no primeiro e segundo ciclos produtivos do segundo ano de cultivo. O fornecimento de 85/85% da recomendação de K2O/P2O5 promoveu aumento na florescência máxima e variável nas plantas submetidas a salinidade da água de 0,6; 2,2 e 3,8 dS m-1 no segundo ciclo e reduziu a fluorescência inicial independentemente do nível salino no primeiro e segundo ciclo produtivo da acerola.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Adaan Sudario Dias, Universidade Federal de Campina Grande

Discente do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.

Geovani Soares de Lima, Universidade Federal de Campina Grande

Prof., Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, UFCG, Campina Grande, PB, Brasil.

Hans Raj Gheyi, Universidade Federal de Campina Grande

Prof., Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, UFCG, Campina Grande, PB, Brasil.

Guilherme de Freitas Furtado, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

Extensionist, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, João Pessoa, PB, Brasil.

Lauriane Almeida dos Anjos Soares, Universidade Federal de Campina Grande

Profª, Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias, UFCG, Pombal, PB, Brasil.

Reginaldo Gomes Nobre, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Prof., Departamento de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, UFERSA, Caraúbas, RN, Brasil.

Rômulo Carantino Lucena Moreira, Universidade Federal de Campina Grande

Discente do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.

Pedro Dantas Fernandes, Universidade Federal de Campina Grande

Prof., Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, UFCG, Campina Grande, PB, Brasil.

Referências

Andrade, W. P., Jr., Pereira, F. H. F., Fernandes, O. B., Queiroga, R. C. F., & Queiroga, F. M. (2011). Efeito do nitrato de potássio na redução do estresse salino no meloeiro. Revista Caatinga, 24(3), 110-119.

Arnon, D. I. (1949). Copper enzymes in isolated cloroplasts: polyphenoloxidases in Beta vulgaris. Plant Physiology, 24(1), 1-15. doi: 10.1104/pp.24.1.1

Bouchenak, F., Henri, P., Benrebiha, F. Z., & Rey, P. (2012). Differential responses to salinity of two Atriplex halimus populations in relation to organic solutes and antioxidant systems involving thiol reductases. Journal of Plant Physiology, 169(15), 1445-1453. doi: 10.1016/j.jplph.2012.06.009

Calgaro, M., & Braga, M. B. (2012). A cultura da acerola (3a ed.). Brasília, DF: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

Cavalcanti, F. J. A. (2008). Recomendações de adubação para o Estado de Pernambuco: 2. aproximação. (2a ed. rev.). Recife, PE: Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Chaves, A. R. M., Silva, D. J., Aidar, S. T., Santos, L. M., Prado, K. A. C., & Costa, B. R. S. (2016). Potassium doses on the ecophysiological characteristics of ‘Syrah’ grapevine grown at São Francisco River Valley, Brazil. Comunicata Scientiae, 7(3), 362-371. doi: 10.14295/cs.v7i3.1764

Dias, A. S., Lima, G. S., Pinheiro, F. W. A., Gheyi, H. R., & Soares, L. A. A. (2019). Gas exchanges, quantum yield and photosynthetic pigments of West Indian cherry under salt stress and potassium fertilization. Revista Caatinga, 32(2), 429-439. doi: 10.1590/1983-21252019v32n216rc

Diniz, G. L., Sales, G. N., Sousa, V. F. O., Andrade, F. H. A., Silva, S. S., & Nobre, R. G. (2018). Produção de mudas de mamoeiro sob salinidade da água irrigação e adubação fosfatada. Revista de Ciências Agrárias, 4(1), 218-228. doi: 10.19084/RCA17067

Ferreira, D. F. (2011). Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, 35(6), 1039-1042. doi: 10.1590/S1413-70542011000600001

Furlaneto, F. P. B., & Nasser, M. D. (2015). Panorama da cultura da acerola no estado de São Paulo. Pesquisa & Tecnologia, 12(1), 1-6.

Gomes, M. A. C., Pestana, I. A., Santa-Catarina, C., Hauser-Davis, R. A., & Suzuki, M. S. (2017). Salinity effects on photosynthetic pigments, proline, biomass and nitric oxide in Salvinia auriculata Aubl. Acta Limnologica Brasiliensia, 29(9), 1-13. doi: 10.1590/s2179-975x4716

Gomes, M. A. C., Suzuki, M. S., Cunha, M., & Tullii, C. F. da. (2011). Effect of salt stress on nutrient concentration, photosynthetic pigments, proline and foliar morphology of Salvinia auriculata Aubl. Acta Limnologica Brasiliensia, 23(2), 164-176. doi: 10.1590/S2179-975X2011000200007

Guimarães, S. O., Costa, A. A., Vasconcelos, F. das C. Jr., Silva, E. M. da, Sales, D. C., Araújo, L. M. de Jr., & Souza, S. G. de. (2016). Projeções de mudanças climáticas sobre o nordeste brasileiro dos modelos do CMIP5 e do CORDEX. Revista Brasileira de Meteorologia, 31(3), 337-365. doi: 10.1590/0102-7786313 20150150

Heidari, M., & Jamshid, P. (2010). Interaction between salinity and potassium on grain yield, carbohydrate content and nutrient uptake in pearl millet. ARPN Journal of Agricultural and Biological Science, 5(6), 39-46.

Lima, G. S., Dias, A. S., Soares, L. A. A., Gheyi, H. R., Nobre, R. G., & Silva, A. A. R. (2019). Eficiência fotoquímica, partição de fotoassimilados e produção do algodoeiro sob estresse salino e adubação nitrogenada. Revista de Ciências Agrárias, 42(1), 214-225. doi: 10.19084/RCA18123

Melo, H. F., Souza, E. R., & Cunha, J. C. (2017). Fluorescence of chlorophyll a and photosynthetic pigments in Atriplex nummularia under abiotic stresses. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 21(4), 232-237. doi: 10.1590/1807-1929/agriambi.v21n4p232-237

Mendes, B. S. S., Willadino, L., Cunha, P. C., Oliveira, R. A., Fº., & Camara, T. R. (2011). Mecanismos fisiológicos e bioquímicos do abacaxi ornamental sob estresse salino. Revista Caatinga, 24(3), 71-77.

Musser, R. S. (1995). Tratos culturais na cultura da acerola. In Acerola no Brasil: produção e mercado (pp. 47-52). Vitória da Conquista, BA: DFZ/UESB.

Prazeres, S. S., Lacerda, C. F. de, Barbosa, F. E. L., Amorim, A. V., Araújo, I. C. S., & Cavalcante, L. F. (2015). Crescimento e trocas gasosas de plantas de feijão-caupi sob irrigação salina e doses de potássio. Revista Agro@mbiente, 9(2), 111-118. doi: 10.18227/1982-8470ragro.v9i2.2161

Sá, F. V. da S., Gheyi, H. R., Lima, G. S. de, Moreira, R. C. L., Dias, A. S., Silva, L. de A.,... Ferreira, M. Neto. (2019a). Physiological indices of West Indian cherry (Malpighia emarginata) irrigated with saline water under nitrogen and phosphorus doses. Australian Journal of Crop Science, 13(7), 1141-1148. doi: 10.21475/ajcs.19.13.07.p1650

Sá, F. V., Gheyi, H. R., Lima, G. S., Paiva, E. P., Silva, L. A., Moreira, R. C. L., & Dias, A. S. (2019b). Ecophysiology of West Indian cherry irrigated with saline water under phosphorus and nitrogen doses. Bioscience Journal, 35(1), 211-221. doi: 10.14393/BJ-v35n1a2019-41742

Sayyad-Amin, P., Jahansooz, M. R., Borzouei, A., & Ajili, F. (2016). Changes in photosynthetic pigments and chlorophyll-a fluorescence attributes of sweet-forage and grain sorghum cultivars under salt stress. Journal of Biological Physics, 42(4), 601-620. doi: 10.1007/s10867-016-9428-1

Schreiner, R. P., Lee, J., & Skinkis, P. A. (2013). N, P, and K supply to Pinot noir grapevines: impact on vine nutrient status, growth, physiology, and yield. American Journal of Enology and Viticulture, 64(1), 26-38. doi: 10.5344/ajev.2012.12064

Silva, A. R., Lima, G. S., Azevedo, C. A. V., Soares, L. A. A., Gheyi, H. R., & Oliveira, R. C. (2017). Potassium fertilization in the cultivation of colored cotton irrigated with saline water. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 21(9), 628-633. doi: 10.1590/1807-1929/agriambi.v21n9p628-633

Silva, A. R. A., Bezerra, F. M. L., Lacerda, C. F., Sousa, C. H. C., & Chagas, K. L. (2016). Pigmentos fotossintéticos e potencial hídrico foliar em plantas jovens de coqueiro sob estresses hídrico e salino. Revista Agro@mbiente, 10(4), 317-325. doi: 10.18227/1982-8470ragro.v10i4.3650

Silva, E. M., Gheyi, H. R., Nobre, R. G., Barbosa, J. L., & Souza, C. M. A. (2019). Morphology and production of West Indian cherry irrigated with saline waters under combinations of nitrogen-potassium fertilization. Revista Caatinga, 32(4), 1027-1037. doi: 10.1590/1983-21252019v32n419rc

Silva, L. A., Brito, M. E. B., Sá, F. V. S., Moreira, R. C. L., Soares, W. S., Fº., & Fernandes, P. D. (2014). Mecanismos fisiológicos de percepção do estresse salino de híbridos de porta-enxertos citros em cultivo hidropônico. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18(Supl.), 1-7. doi: 10.1590/ 1807-1929/agriambi.v18nsupps1-s7

Silva, M. L. S., & Trevizam, A. R. (2015). Interações iônicas e seus efeitos na nutrição das plantas. Informações Agronômicas, 149(1), 10-16.

Sousa, J. R. M., Gheyi, H. R., Brito, M. E. B., Silva, F. A. F. D., & Lima, G. S. (2017). Dano na membrana celular e pigmentos clorofilianos de citros sob águas salinas e adubação nitrogenada. Irriga, 22(2), 353-368. doi: 10.15809/irriga.2017v22n2p353-368

Tabot, P. T., & Adams, J. B. (2013). Early responses of Bassia diffusa (Thunb.) Kuntze to submergence for different salinity treatments. South African Journal of Botany, 84(1), 19-29. doi: 10.1016/j.sajb.2012. 10.002

Taibi, K., Taibi, F., Abderrahim, L. A., Ennajah, A., Belkhodja, M., & Mulet, J. M. (2016). Effect of salt stress on growth, chlorophyll content, lipid peroxidation and antioxidant defence systems in Phaseolus vulgaris L. South African Journal of Botany, 105(1), 306-312. doi: 10.1016/j.sajb.2016.03.011

Taiz, L., Zeiger, E., Moller, I. M., & Murphy, A. (2017). Fisiologia e desenvolvimento vegetal (6a ed.). Porto Alegre, RS: Artmed.

Teixeira, P. C., Donagema, G. K., Fontana, A., & Teixeira, W. G. (2017). Manual de métodos de análise de solo (3a ed.). Brasília, DF: EMBRAPA.

Downloads

Publicado

2021-01-19

Como Citar

Dias, A. S., Lima, G. S. de, Gheyi, H. R., Furtado, G. de F., Soares, L. A. dos A., Nobre, R. G., Moreira, R. C. L., & Fernandes, P. D. (2021). Pigmentos cloroplastídicos e eficiência fotoquímica da aceroleira sob estresse salino e adubação com potássio-fósforo. Semina: Ciências Agrárias, 42(1), 87–104. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2021v42n1p87

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4