As pessoas tentam, mas a história difícil não é facilmente descartada: o lugar dos temas controversos no ensino de história

Autores

Palavras-chave:

Ensino de História

Resumo

Apresentação do dossie 

TEMAS SOCIAIS CONTROVERSOS E APRENDIZAGEM HISTÓRICA: DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS, organizado por : Maria Auxiliadora Schmidt Universidade Federal do Paraná - UFPR, Marlene Cainelli-Universidade Estadual de Londrina-UEL e Pedro Miralles - Universidade de Murcia-Espanha 

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Auxiliadora Schmidt, Universidade Federal do Paraná

Doutora em História pela Universidade Federal do Paraná. Professora Universidade Federal do Paraná.

Marlene Cainelli, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em História pela Universidade Federal do Paraná. Professora da Universidade Estadual de Londrina.

Pedro Miralles, Universidad de Murcia-Espanha

Doutor em Geografia e História pela Universidade de Murcia, Espanha. Professor da Universidade de Murcia, Espanha.

Referências

BORRIES, Bodo von. Coping with burdening history. In: BJERG, Helle; LENZ, Claudia; THORSTENSEN, Erik (ed.). Historicizing the uses of the past: Scandinavian perspectives on History Culture, Historical Consciousness and didactics of History related to World War II. Bielefeld: Transcript, 2011.

DOCENTES da USP rejeitam limitações de proposta da CENP para História. Folha de São Paulo, São Paulo, p. A18, 6 ago. 1987.

EPSTEIN, Terrie; PECK, Carla. Research on teaching and learning difficult histories: global concepts and contexts. New York: Hunter College: City University of New York, 2015. (Caderno de Resumos).

GAZETA MERCANTIL. São Paulo, p. 4, 5 nov. 1997.

HISTÓRIA será reduzida a "dominação e resistência". Folha de São Paulo, São Paulo, p. A9, 29 jul. 1987.

MATTOZZI, Ivo. A história ensinada: educação cívica, educação social ou formação cognitiva? O Estudo da História, Lisboa, n. 3, p. 21-50, 1998.

MATTOZZI, Ivo. Enseñar a escribir sobre la historia. Enseñanza de las Ciencias Sociales: Revista de Investigación, Barcelona, n. 3, p. 39-48, marzo 2004.

MOTA, Carlos Guilherme. Entrevista ao Jornal Folha de São Paulo. Folha de São Paulo, São Paulo, p. A17, 30 jul. 1987.

ROMERO, Luis Alberto. Passados de uma ilusão. Entrevista ao Jornal Folha de São Paulo. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 17, 9 nov. 2004. (Suplemento Mais).

RÜSEN, Jörn. A função da Didática da História. Mimeo: Anotações de aulas na UFPR. Curitiba: LAPEDUH/UFPR, 2013.

RÜSEN, Jörn. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W. A. Editores, 2012.

RÜSEN, Jörn. Humanismo e didática da História. Curitiba: W. A. Editores, 2015.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Os sentidos conferidos ao agir e os desafios para a aprendizagem e formação da consciência histórica de jovens alunos. Revista Documento/Monumento, Cuiabá, v. 9, n. 1, p. 197-206, out. 2013.

SCHWARCZ, Lilia Katri Moritz; STARLING, Heloisa Maria Murgel. As sete maiores vergonhas do Brasil. Revista TRIP, São Paulo, 2 jun. 2015. Disponível em: https://revistatrip.uol.com.br/trip/as-sete-maiores-vergonhas-do-brasil-por-lilia-schwarcz-eheloisa-starling. Acesso em: 10 jul. 2015.

Downloads

Publicado

30-12-2018

Como Citar

SCHMIDT, M. A.; CAINELLI, M.; MIRALLES, P. As pessoas tentam, mas a história difícil não é facilmente descartada: o lugar dos temas controversos no ensino de história. Antíteses, [S. l.], v. 11, n. 22, p. 484–492, 2018. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/35763. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Apresentação