De Zumbi à Fênix – a condição da teoria literária hoje

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2016v31p107

Palavras-chave:

Teoria literária, Estado da arte, André Cechinel

Resumo

Resenha de O lugar da Teoria Literária, de  André Cechinel (org), Florianópolis: EdUFSC; Criciúma: Ediunesc, 2016.

Biografia do Autor

Leoné Astride Barzotto, Universidade Federal da Grande Dourados

Mestre e Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Londrina. Doutorado-sanduíche (CAPES) pela Indiana University at Bloomington. Professora Adjunta na Universidade Federal da Grande Dourados.

Referências

ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca: escritos efêmeros sobre arte, cultura e literatura. Trad. Lyslei Nascimento. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2006.

BELLEI, Sérgio Luiz Prado. “Sobre a estranha morte da Teoria (com tê maiúsculo)”. In: André Cechinel, (org.), 2016. p. 29-55.

CECHINEL, André (org.). O lugar da Teoria Literária. Florianópolis: EdUFSC; Criciúma: Ediunesc, 2016.

CORRÊA, Alamir Aquino. Há lugar para a teoria da literatura na sala de aula? In: André Cechinel, (org.), 2016. p. 373-394.

CULLER, Jonathan. “Teoria literária hoje”. In: André Cechinel, (org.), 2016. p. 83-99.

DURÃO, Fabio Akcelrud. “O que aconteceu com a Teoria?”. In: André Cechinel, (org.), 2016. p. 13-27.

KAVÁFIS, Konstantinos. Ítaca. Trad. José Paulo Paes. Disponível em <http://jornalggn.com.br/noticia/itaca-do-poeta-konstantinos-petrou-kavafis> Acesso 10 set. 2016

MIGNOLO, Walter D. Histórias locais / Projetos globais: colonialidade, saberes subalternos e pensamento liminar. Trad. Solange Ribeiro de Oliveira. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2003.

MIGNOLO, Walter D. “Globalization, civilization processes, and the relocation of languages and cultures”. In: Fredric Fameson & Masao Miyoshi, (eds.). The cultures of Globalization. Durham: Duke University Press, 2004. p. 32-53.

SANTIAGO, Silviano. O cosmopolitismo do pobre: crítica literária e crítica cultural. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2008.

SANTOS, Alckmar Luiz dos. “Algumas questões sobre corpo e literatura”. In: André Cechinel, (org.), 2016. p. 293-317.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. “Teoria e software: reflexões sobre a divisão de trabalho nas Letras ontem e hoje”. In: André Cechinel, (org.), 2016. p. 101-112.

SOUZA, Eneida Maria de. “Teorizar é metaforizar”. In: André Cechinel, (org.), 2016, p. 217-224.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Trad. Caio Meira. 3ª ed. Rio de Janeiro: DIFEL, 2010.

Downloads

Publicado

28-12-2016

Como Citar

BARZOTTO, Leoné Astride. De Zumbi à Fênix – a condição da teoria literária hoje. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 31, p. 107–115, 2016. DOI: 10.5433/1678-2054.2016v31p107. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/28348. Acesso em: 23 jun. 2024.