Considerações sobre o conceito de “natureza” em Comenius

Autores

  • Marcos Alexandre Gomes Nalli Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0383.2003v24n1p75

Palavras-chave:

Natureza, cosmologia, geocentrismo, heliocentrismo, princípio de harmonia.

Resumo

O presente artigo visa recuperar a concepção de “natureza”, elaborada por Comenius, pautando-se principalmente em dois de seus principais livros, a Didática Magna (1638) e Orbis Sensualium Pictus (1658). Além disso, busca-se averiguar de que modo Comenius se insere nos debates intelectuais de seu tempo, mantendo-se atrelado aos princípios de rigor, clareza e certeza; próprios à Modernidade.

 

 

Biografia do Autor

Marcos Alexandre Gomes Nalli, Universidade Estadual de Londrina

 

Professor do Departamento de Filosofia da Universidade Estadual de Londrina/PR e Doutorando em Filosofia pela UNICAMP/SP.

Downloads

Publicado

26.06.2003

Como Citar

NALLI, Marcos Alexandre Gomes. Considerações sobre o conceito de “natureza” em Comenius. Semina: Ciências Sociais e Humanas, [S. l.], v. 24, n. 1, p. 75–86, 2003. DOI: 10.5433/1679-0383.2003v24n1p75. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/3838. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção Livre