Concepções diferenciadas de família no processo de avaliação de pretendentes à adoção

Autores

  • Sandra Serra Zanetti Universidade de São Paulo
  • Rosilene Ribeiro Oliveira Universidade de São Paulo
  • Isabel Cristina Gomes Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP)

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0383.2013v34n1p17

Palavras-chave:

Adoção, Estrutura familiar, Processos legais, Atuação do psicólogo.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apresentar diferentes concepções de família de Técnicos do Judiciário e a relevância destas para o exercício profissional dos mesmos, especificamente em suas decisões frente aos pretendentes a adoção. Para a amostragem desses Técnicos, consideramos o tempo de experiência profissional, e, portanto, foram entrevistadas duas Técnicas, Psicólogas das Varas da Infância e da Juventude, uma com mais de 20 anos de atuação e a outra com apenas 5 anos. Utilizamos a metodologia clínico-qualitativa que considera os sentidos e as significações dos fenômenos como o foco principal do pesquisador. Como síntese de discussão, elucidamos que, atualmente, embora as novas configurações familiares estejam ganhando existência legal e busquem a aceitação social ainda carregam o estereótipo do novo e desconhecido, quando comparadas à heteronormatividade da família tradicional. Portanto, entendemos que o trabalho do profissional da Justiça na avaliação com pretendentes à adoção passa por um momento de reflexão sobre a família contemporânea, sobre mudanças ocorridas no âmbito da Justiça, e sobre seus próprios valores decorrentes de modelos internalizados de família.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Sandra Serra Zanetti, Universidade de São Paulo

Psicóloga, mestre e doutora e pós-doutoranda em psicologia clínica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.

Rosilene Ribeiro Oliveira, Universidade de São Paulo

Psicóloga e mestranda em psicologia clínica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo

Isabel Cristina Gomes, Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP)

Doutora em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo.  Professora Titular do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP).

Downloads

Publicado

24.07.2013

Como Citar

ZANETTI, S. S.; OLIVEIRA, R. R.; GOMES, I. C. Concepções diferenciadas de família no processo de avaliação de pretendentes à adoção. Semina: Ciências Sociais e Humanas, [S. l.], v. 34, n. 1, p. 17–30, 2013. DOI: 10.5433/1679-0383.2013v34n1p17. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/14883. Acesso em: 25 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção Livre