Efeito do diluente pigpel na qualidade do sêmen suíno refrigerado em diferentes temperaturas

Autores

  • Flávio Juliano Univesidade Federal de Pelotas
  • Carolina Gonçalves Serret Univesidade Federal de Pelotas
  • Augusto Schneider Univesidade Federal de Pelotas
  • Viviane Rohrig Rabassa Univesidade Federal de Pelotas
  • Carlos Eduardo Wayne Nogueira Univesidade Federal de Pelotas
  • Telmo Vidor Univesidade Federal de Pelotas
  • Thomaz Lucia Júnior Univesidade Federal de Pelotas
  • João Carlos Deschamps Univesidade Federal de Pelotas
  • Ivan Bianchi Univesidade Federal de Pelotas
  • Márcio Nunes Corrêa Univesidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2009v30n4p899

Palavras-chave:

Sêmen, Gema de ovo, Lipoproteína de baixa densidade, Temperatura

Resumo

Este estudo avaliou a qualidade do sêmen suíno preservado em diferentes temperaturas e meios de conservação no diluente PIGPEL5, utilizando gema de ovo como protetor externo de membrana, e no diluente PIGPEL5Plus, utilizando lipoproteína de baixa densidade (LDL) como protetor. No experimento 1, as doses de sêmen foram conservadas em refrigerador de sêmen a 5 e 17 °C nos diluentes PIGPEL5 e PIGPEL5Plus e comparadas ao diluente BTS a 17 °C. Já no experimento 2, foi comparada a conservação do sêmen nos diluentes PIGPEL5 e PIGPEL5Plus em geladeira convencional ou em refrigerador de sêmen a 5 ºC. Observou-se que o uso de diluidores com crioprotetor extracelular (PIGPEL5 e PIGPEL5Plus) apresentou maiores (p < 0,05) resultados de motilidade com relação ao BTS até 48 h. Além do mais, o uso de crioprotetor extracelular foi benéfico para a manutenção da integridade e morfologia normais a temperatura de 5 ºC em níveis similares aos diluidores a 17 ºC. Não houve diferença (p > 0,05) na motilidade, integridade de membrana e morfologia para a substituição da gema de ovo (PIGPEL5) pela LDL (PIGPEL5Plus). No experimento 2, também não houve diferença na motilidade, integridade de membrana e morfologia espermática entre os diluentes e formas de acondicionamento testados até 72 h (p > 0,05). O acondicionamento do sêmen no diluente PIGPEL5 em geladeira doméstica (5 ºC) proporcionou  padrões de qualidade espermática de acordo com o recomendado para a IA.

Biografia do Autor

Flávio Juliano, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Mestre em Veterinária

Carolina Gonçalves Serret, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Mestre em Veterinária.

Augusto Schneider, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Doutorando em Biotecnologia Agrícola, UFPel

Viviane Rohrig Rabassa, Univesidade Federal de Pelotas

Médica Veterinária, Doutoranda em Veterinária, UFPel

Carlos Eduardo Wayne Nogueira, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Dr., Professor Adjunto, Faculdade de Veterinária, UFPel

Telmo Vidor, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Dr., Professor Associado, Faculdade Veterinária, UFPel

Thomaz Lucia Júnior, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Dr., Professor Adjunto, Faculdade de Veterinária, UFPel

João Carlos Deschamps, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Dr., Professor Titular, Faculdade de Veterinária, UFPel

Ivan Bianchi, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Dr., Professor Adjunto, Faculdade de Veterinária, UFPel

Márcio Nunes Corrêa, Univesidade Federal de Pelotas

Médico Veterinário, Dr., Professor Adjunto, Faculdade de Veterinária, UFPel

Downloads

Publicado

2009-12-20

Como Citar

Juliano, F., Serret, C. G., Schneider, A., Rabassa, V. R., Nogueira, C. E. W., Vidor, T., … Corrêa, M. N. (2009). Efeito do diluente pigpel na qualidade do sêmen suíno refrigerado em diferentes temperaturas. Semina: Ciências Agrárias, 30(4), 899–906. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2009v30n4p899

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >> 

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.