Análise microbiológica na fixação e conservação de cadáveres de cães com álcool etílico e solução de cloreto de sódio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n6Supl2p3099

Palavras-chave:

Anatomia, Animal, Bactéria, Cirurgia, Contagem microbiológica.

Resumo

Várias são as soluções fixadoras ou conservantes de cadáveres, e o formaldeído é o mais utilizado. Entretanto, esse agente pode apresentar efeitos negativos para os profissionais que o manipulam. Portanto, o objetivo deste trabalho foi identificar e quantificar os principais microrganismos relacionados a fixação e conservação de cadáveres de cães utilizando-se solução alternativa e livres de formaldeído. Após injeção arterial (120 mL kg?1, de 95% de álcool etílico 96° GL e 5% de glicerina pura), foram colocados em álcool etílico 96° GL por 30 dias (grupo 1), 60 dias (grupo 2), 90 dias (grupo 3) e 120 dias (grupo 4). Após o período de fixação, permaneceram sob conservação em solução aquosa de cloreto de sódio 30% por 120 dias. A quantificação bacteriana foi realizada por plaqueamento em profundidade (Pour Plate). Durante a fixação, houve presença de população bacteriana em todos os grupos, exceto no grupo 1, e nunca foi ultrapassado o valor de 9 × 101 UFC mL?1 (Unidade Formadora de Colônia) nos aeróbios totais e 7 × 101 UFC mL?1 nos anaeróbios totais. Durante a conservação, houve presença de população microbiana em todos os grupos em pelo menos dois momentos, e nunca foi ultrapassado o valor de 7 × 101 UFC mL?1 nos aeróbios totais e nos anaeróbios totais. A presença de fungos foi observada em 8 das 34 análises. Houve identificação de Pseudomonas sp., E. coli e Bacillus sp. nas amostras analisadas. A contagem microbiológica foi baixa e não foram observados, à inspeção visual, sinais de contaminação nas cubas.

Biografia do Autor

Natália Pereira, Universidade Estadual Paulista

Pós-Graduanda em Microbiologia Agropecuária, Departamento de Patologia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Marita Vedovelli Cardozo, Universidade Estadual Paulista

Pós-Graduanda em Microbiologia Agropecuária, Departamento de Patologia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Thiago André Salvitti de Sá Rocha, Universidade Estadual Paulista

Pós-Graduando em Cirurgia Veterinária, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Raphael Chiarelo Zero, Universidade Estadual Paulista

Pós-Graduando em Cirurgia Veterinária, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Fernando Antônio de Ávila, Universidade Estadual Paulista

Prof., Departamento de Patologia Veterinária, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Fabrício Singaretti de Oliveira, Universidade Estadual Paulista

Prof., Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Referências

BARROW, G. I.; FELTHAM, R. K. A. (Ed.). Cowan and Steel ́s manual for the identification of medical bacteria. 3. ed. Cambridge: Cambridge University, 1993. 331 p.

EISMA, R., WILKINSON, T. From ‘‘Silent Teachers’’ to models. PLoS Biolology. v. 12, n. 10, p 1-5, 2014. DOI: 10. 1371/journal.pbio.1001971.

FRIKER, J.; ZEILER, E.; McDANIEL, B. J. From formalin to salt. Development and introduction on a salt-based preserving solution of macroscopic anatomic specimens. Tierarztl. Praxis, v. 35, n. 4, p. 243-248, 2007. DOI: 10.1055/s-0038-1622624.

GUASTALLI, B. H. L.; NUNES, T. C.; GAMÓN, T. H. M.; CARMO, L. G.; DEL QUIQUI, E. M.; OLIVEIRA, F. S. Análise da textura de músculos submetidos à fixação em formaldeído e conservação em benzoato de sódio 0,5% e ácido acético 0,5%. Acta Scientiae Veterinariae, v. 40, n. 4, p. 1041, 2012.

HAYASHI, S.; HOMMA, H.; NAITO, M.; ODA, J.; NISHIYAMA, T.; KAWAMOTO, A.; KAWATA, S.; SATO, N.; FUKUHARA, T.; TAGUCHI, H.; MASHIKO, K.; AZUHATA, T.; ITO, M.; KAWAI, K.; SUZUKI, T.; NISHIZAWA, Y.; ARAKI, J.; MATSUNO, N.; SHIRAI, T.; QU, N.; HATAYAMA, N.; HIRAI, S.; FUKUI, H.; OHSETO, K.; YUKIOKA, T.; ITOH, M. Satured salt solution method: A useful cadaver embalming for surgical skills training. Medicine, v. 93, n. 27, p. 1-10, 2014. DOI: 10.1097/MD.0000000000000196.

HAYASHI, S.; NAITO, M.; KAWATA, S.; QU, N.; HATAYAMA, N.; HIRAI, S.; ITOH, M. History and future of human cadaver preservation for surgical training: from formalin to salturated salt solution method. Anatomical Science International, v. 91, n. 1, p. 1-7, 2016. DOI: 10.1007/s12565-015-0299-5.

JANCZYK, P.; WEIGNERA, P.; LUEBKE-BECKERB, A.; KAESSMEYERA, S.; PLENDLA, J. Nitrite pickling salt as an alternative to formaldehyde for embalming in veterinary anatomy - A study based on histo- and microbiological analyses. Annals of Anatomy, v. 193, n. 1, p. 71-75, 2011. DOI: 10.1016/j.aanat.2010.08.003.

LAFLAMME, D. P. Development and validation of a body condition score system for dogs. Canine Practice, v. 22, n. 4, p. 10-15, 1997.

MATHEWS, K. G.; RILEY, K.; LASCELLES, B. D. X.; DERNELL, W. S. Preparation of canine and feline cadavers for surgical laboratories. Veterinary Surgery, v. 39, n. 2, p. 224-225, 2010. DOI: 10.1111/j.1532-950X.2009.00586.x.

NATIONAL TOXICOLOGY PROGRAM - NTP. Formaldehyde: RoC Background Document, 2010. Disponível em: https://ntp.niehs.nih.gov/ntp/roc/twelfth/2009/november/formaldehydbdfinal.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

NUNES, T. C.; OLIVEIRA, F. S.; GAMON, T. H. M.; GUASTALLI, B. H. L., CARMO, L. G.; DEL QUIQUI, E. M. Análise da textura de músculos peitorais submetidos á fixação e conservação em álcool. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, v. 48, n. 6, p. 464-467, 2011. DOI: 10.11606/S1413-95962011000600004.

OLIVEIRA, F. S. Assessing the effectiveness of 30% sodium chloride aqueous solution for the preservation of fixed anatomical specimens: a 5-year follow-up study. Journal of Anatomy, v. 225, n. 1, p. 118-121, 2014. DOI: 10.1111/joa.12185.

RODRIGUES, H. Técnicas anatômicas. Vitória: GM Gráfica & Editora, 2010. 269 p.

SILVA, R. M. G.; MATERA, J. M.; RIBEIRO, A. A. C. M. New alternative methods to teach surgical techniques for veterinary medicine students despite the absence of living animals. is that an academic paradox? Anatomy Histology Embryology, v. 36, n. 3, p. 220-224, 2007. DOI: 10.1111/j.1439-0264.2006.00759.x.

SILVA, R. M. G.; MATERA, J. M.; RIBEIRO, A. A. C. M. Preservation of cadavers for surgical technique training. Veterinary Surgery, v. 33, n. 6, p. 606-608, 2004. DOI: 10.1111/j.1532-950X.2004.04083.x.

SOLOMON, W. R. Assessing fungus prevalence in domestic interiors. Journal of Allergy and Clinical Immunology, v. 56, n. 3, p.235-242, 1975.

SPICHER, G.; PETERS, J. Microbial resistance to formaldehyde. I Comparative quantitative studies in some selected species of vegetative bacteria, bacterial spores, fungi, bacteriophages and viruses. Zentralblatt fur Bakteriologie, v. 163, n. 5-6, p.486-508, 1976.

VANDERZANT, C.; SPLITTSTOESSER, D. E. Compendium of methods for the microbiological examination of foods. 3. ed. Washington: American Public Health Association, 1992. 1219 p.

Downloads

Publicado

2019-09-30

Como Citar

Pereira, N., Cardozo, M. V., Rocha, T. A. S. de S., Zero, R. C., Ávila, F. A. de, & Oliveira, F. S. de. (2019). Análise microbiológica na fixação e conservação de cadáveres de cães com álcool etílico e solução de cloreto de sódio. Semina: Ciências Agrárias, 40(6Supl2), 3099–3106. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n6Supl2p3099

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)