Parâmetros bioquímicos de felídeos selvagens (Panthera leo e Panthera tigris altaica) mantidos em cativeiro

Autores

  • Maria Helena Matiko Akao Larsson Universidade de São Paulo
  • Auddrey Sismotto Flores Universidade de São Paulo
  • José Daniel Luzes Fedullo Fundação Parque Zoológico de São Paulo
  • Rodrigo Hidalgo Friciello Teixeira Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros
  • Regina Mieko Sakata Mirandola Universidade de São Paulo
  • Fumio Honma Ito Universidade de São Paulo
  • Rebecca Bastos Pessoa Universidade de São Paulo
  • Paula Hiromi Itikawa Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2017v38n2p791

Palavras-chave:

Eletrólitos, Glicose, Perfil hepático, Perfil renal.

Resumo

A maioria das populações de felinos selvagens é considerada ameaçada ou em extinção devido à caça indiscriminada e à redução de seu habitat natural causada pelo homem. Devido ao número limitado de animais, essas espécies são vulneráveis às doenças e endogamia, além das alterações metabólicas e comportamentais relacionadas à mudança das condições naturais, habitat e alimentação e, ainda, à condição de cativeiro. Há poucos relatos na literatura sobre a bioquímica sérica em leões e tigres. Este estudo apresenta os parâmetros bioquímicos de 23 leões de cativeiro (Panthera leo) e 10 tigres siberianos de cativeiro (Panthera tigris altaica) do Fundação Parque Zoológico de São Paulo. Ureia; creatinina; AST; ALT; ALP; GGT; bilirrubinas totais, diretos e indiretos; proteína total; albumina; CK; lactato desidrogenase; os níveis de triglicérides, de colesterol e de glicose séricas foram determinados; e também os eletrólitos cálcio, fósforo, cloro, sódio e potássio. Não foram encontradas diferenças de parâmetros bioquímicos relacionados ao sexo de Panthera leo, mas para Panthera tigris altaica foram observados valores mais elevados de albumina em machos. Os valores obtidos neste estudo podem ser usados como referência para os indivíduos em cativeiro de Panthera leo e Panthera tigris altaica.

Biografia do Autor

Maria Helena Matiko Akao Larsson, Universidade de São Paulo

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, FMVZ/USP, São Paulo, Brasil.

Auddrey Sismotto Flores, Universidade de São Paulo

Pesquisador, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, FMVZ/USP, São Paulo, UF, Brasil.

José Daniel Luzes Fedullo, Fundação Parque Zoológico de São Paulo

Médico Veterinário, Fundação Parque Zoológico de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Rodrigo Hidalgo Friciello Teixeira, Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros

Médico Veterinário, Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, Sorocaba, SP, Brasil.

Regina Mieko Sakata Mirandola, Universidade de São Paulo

Pesquisador, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, FMVZ/USP, São Paulo, UF, Brasil.

Fumio Honma Ito, Universidade de São Paulo

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, FMVZ/USP, São Paulo, Brasil.

Rebecca Bastos Pessoa, Universidade de São Paulo

Pesquisador, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, FMVZ/USP, São Paulo, UF, Brasil.

Paula Hiromi Itikawa, Universidade de São Paulo

Pesquisador, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, FMVZ/USP, São Paulo, UF, Brasil.

Downloads

Publicado

2017-05-02

Como Citar

Larsson, M. H. M. A., Flores, A. S., Fedullo, J. D. L., Teixeira, R. H. F., Mirandola, R. M. S., Ito, F. H., … Itikawa, P. H. (2017). Parâmetros bioquímicos de felídeos selvagens (Panthera leo e Panthera tigris altaica) mantidos em cativeiro. Semina: Ciências Agrárias, 38(2), 791–800. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2017v38n2p791

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.