Produção de esporos de Beauveria bassiana (Bals). Vuill. num processo bifásico utilizando diferentes meios líquidos

Autores

  • Patricia Helena Santoro Universidade Estadual de Londrina
  • Pedro Manuel de Oliveira Janeiro Neves Universidade Estadual de Londrina
  • Roberta Zani da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Silvia Akimi Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de Cornélio Procópio
  • Janaína Zorzetti Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2005v26n3p313

Palavras-chave:

Agricultura sustentável, Produção orgânica, Biotecnologia.

Resumo

Técnicas de produção de fungos entomopatogênicos são desenvolvidas buscando aumentar a produtividade desses patógenos e reduzir custos do processo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de biomassa de Beauveria bassiana em meios líquidos e a conidiogênese no processo bifásico. Os meios líquidos testados foram: FC (farinha de crisálida), BD (batata+dextrose) e FCBD (farinha de crisálida+batata+dextrose). Os períodos de avaliação da produção de biomassa foram: 24, 48, 72, 96, 120 e 144 hs. Para a produção pelo processo bífásico, diferentes quantidades dos meios líquidos (5, 10, 15 e 20 mL) com diferentes períodos de incubação (24, 48 e 72 hs), foram adicionadas sobre arroz pré-cozido (200 g), avaliando-se a produção de conídios após 10 dias. Na produção de biomassa, o meio FCBD foi o mais produtivo durante todos os períodos avaliados. No processo bifásico, as maiores produções de conídios foram atingidas quando utilizou-se como inóculo do arroz, biomassa fúngica produzida nos meios FC e FCBD (2,7 x 1012 e 2,8 x 1012 conídios/g de arroz). As quantidades de 5, 15 e 20 mL de meio líquido, inoculadas sobre arroz, não diferiram estatisticamente. Os tempos de incubação de 24 e 48 hs, do fungo em meio líquido, proporcionaram maior conidiogênese do que em 72 hs. Os dados mostram a necessidade de fontes de carbono e nitrogênio na produção de biomassa em meio líquido e na conidiogênese em meio sólido. Também, é possível otimizar o processo bifásico, adicionando sobre o arroz (200 g) 5 mL do meio líquido FCBD com 24 hs de incubação.

Biografia do Autor

Patricia Helena Santoro, Universidade Estadual de Londrina

Engª Agrª, aluna do curso de Mestrado em Agronomia, do Depto de Agronomia, CCA/UEL.

Pedro Manuel de Oliveira Janeiro Neves, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. Universidade Estadual de Londrina (UEL), Depto. de Agronomia, Cx. Postal 6001, 86001-970, Londrina PR.

Roberta Zani da Silva, Universidade Estadual de Londrina

Engª Agrª, Mestre em Agronomia, aluna de Doutorado do Depto de agronomia, CCA/UEL.

Silvia Akimi, Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de Cornélio Procópio

Aluna do Curso de Biologia da Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de Cornélio Procópio.

Janaína Zorzetti, Universidade Estadual de Londrina

Aluna do Curso de Agronomia da Universidade Estadual de Londrina; bolsista do PIBIC/CNPq.

Downloads

Publicado

2005-06-30

Como Citar

Santoro, P. H., Neves, P. M. de O. J., Silva, R. Z. da, Akimi, S., & Zorzetti, J. (2005). Produção de esporos de Beauveria bassiana (Bals). Vuill. num processo bifásico utilizando diferentes meios líquidos. Semina: Ciências Agrárias, 26(3), 313–320. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2005v26n3p313

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)