Desempenho de cordeiros Santa Inês do nascimento ao desmame filhos de ovelhas alimentadas com diferentes níveis de energia

Autores

  • Filipe Alexandre Boscaro de Castro Universidade Estadual de Londrina
  • Edson Luis de Azambuja Ribeiro Universidade Estadual de Londrina
  • Natália Albieri Koritiaki Universidade Estadual de Londrina
  • Ivone Yurika Mizubuti Universidade Estadual de Londrina
  • Leandro das Dores Ferreira da Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Elzânia Sales Pereira Universidade Federal do Ceará
  • Andréa Pereira Pinto Universidade Federal do Ceará
  • Camila Constantino Universidade Estadual de Londrina
  • Francisco Fernandes Junior Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6Supl2p3379

Palavras-chave:

Fatores ambientais, Medidas corporais, Ovinos, Restrição energética, Seleção.

Resumo

O principal objetivo deste trabalho foi avaliar a influência dos níveis de energia na alimentação de ovelhas no terço final da gestação e lactação sobre os pesos e medidas corporais de cordeiros do nascimento ao desmame. Como objetivos secundários avaliaram-se também os efeitos do ano de nascimento, do sexo da cria, do tipo de nascimento e da idade da ovelha ao parto sobre as mesmas características. Foram avaliados 45 cordeiros da raça Santa Inês, filhos de 40 ovelhas distribuídas de forma inteiramente casualizada em três tratamentos que se diferenciaram quanto ao nível energético da dieta (2,0; 2,2 e 2,4 Mcal de EM/kg de MS). As ovelhas estavam sujeitas as dietas experimentais durante o terço final da gestação e lactação. Os cordeiros permaneceram com suas mães até o desmame, realizado aos 70 dias. O nível de energia da alimentação das ovelhas não afetou os parâmetros mensurados nos cordeiros ao nascimento. A análise de regressão mostrou efeito linear crescente dos níveis de energia sobre todas as características avaliadas no desmame e nos ganhos até o desmame. Cordeiros machos apresentaram maiores pesos ao nascimento e ao desmame. Todas as medidas morfométricas realizadas foram semelhantes entre machos e fêmeas, com exceção para perímetro torácico aos 70 dias, que foi maior em cordeiros machos. Os cordeiros nascidos de partos simples foram maiores e mais pesados. Cordeiros filhos de ovelhas com idade intermediária (4 e 6 dentes) obtiveram maiores médias para ganho médio diário de peso. O perímetro torácico foi a medida que melhor se correlacionou com o peso, tanto ao nascimento como ao desmame. Além da nutrição da ovelha é importante considerar outros fatores ambientais que afetam as características de crescimento dos animais por atuarem na expressão do seu potencial genético.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Filipe Alexandre Boscaro de Castro, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Cx. Postal 6001, 86001-970. Londrina, PR.

Edson Luis de Azambuja Ribeiro, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia, UEL, Bolsista de Produtividade do CNPq. Londrina, PR.

Natália Albieri Koritiaki, Universidade Estadual de Londrina

Discente de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Ivone Yurika Mizubuti, Universidade Estadual de Londrina

Profª Drª do Deptº de Zootecnia, UEL, Bolsista de Produtividade do CNPq. Londrina, PR.

Leandro das Dores Ferreira da Silva, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Cx. Postal 6001, 86001-970. Londrina, PR.

Elzânia Sales Pereira, Universidade Federal do Ceará

Profª Drª do Deptº de Zootecnia, Universidade Federal do Ceará, , UFC, Ceará, CE. Bolsista de Produtividade do CNPq.

Andréa Pereira Pinto, Universidade Federal do Ceará

Profª. Drª do Deptº de Zootecnia, Universidade Federal do Ceará, , UFC, Ceará, CE. Bolsista de Produtividade do CNPq.

Camila Constantino, Universidade Estadual de Londrina

Discente de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Francisco Fernandes Junior, Universidade Estadual de Londrina

Discente de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, UEL, Londrina, PR.

Downloads

Publicado

2013-02-28

Como Citar

Castro, F. A. B. de, Ribeiro, E. L. de A., Koritiaki, N. A., Mizubuti, I. Y., Silva, L. das D. F. da, Pereira, E. S., Pinto, A. P., Constantino, C., & Fernandes Junior, F. (2013). Desempenho de cordeiros Santa Inês do nascimento ao desmame filhos de ovelhas alimentadas com diferentes níveis de energia. Semina: Ciências Agrárias, 33(6Supl2), 3379–3388. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6Supl2p3379

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 > >>