Um “sistema telefônico” aplicado à composição teatral: Dramaturgia e práticas teatrais no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2017v10n19p41

Palavras-chave:

História, Práticas teatrais, Rio de Janeiro, Século XIX.

Resumo

Na segunda metade do século XIX, o Rio de Janeiro assistiu a mudanças significativas no seu cenário cultural, no qual foram emergindo novas práticas em termos de lazer e de mercado. Neste artigo analisase uma delas: os diálogos estabelecidos entre os títulos de peças teatrais que se respondiam ou se parodiavam. Tais práticas criaram uma espécie de “sistema telefônico” baseado numa relação estreita entre palavra, intérprete, produtor e receptor, indo ao encontro das expectativas e interesses das plateias cada vez mais heterogêneas que assistiam às representações teatrais.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Silvia Cristina Martins de Souza, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas. Professora permanente da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Professora Associada da Universidade Estadual de Londrina.

Referências

ASSIS, Joaquim Maria Machado de. Crítica teatral. Rio de Janeiro: Jackson, 1953. v. 30.

BASTOS, Antônio de Souza. Carteira do artista. Lisboa: Bertrand, 1898.

CUNHA, Maria Clementina P. da. De sambas e passarinhos: As claves do tempo nas canções de Sinhô. In: CHALHOUB, Sidney; NEVES, Margarida de; PEREIRA. Leonardo Affonso de M (Org.). História em cousas miúdas. Campinas: Unicamp, 2005.

EL FAR, Alessandra, Páginas de Sensação: literatura popular e pornográfica no Rio de Janeiro (1870-1924). São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

FARIA, João Roberto. O teatro realista no Brasil: 1855-1865. São Paulo: Perspectiva, 1999.

FERREIRA, Athos Damasceno. Palco, Salão e Picadeiro em Porto Alegre no séc. XIX. Porto Alegre: Globo, 1956.

LEVIN, Orna M. Offenbach e a disputa pelo público brasileiro (1840-1870). In: ABREU, Márcia; DEAECTO, Marisa M. A circulação transatlântica de impressos – Conexões. Campinas Unicamp, 2014.

MENCARELLI, Fernando Antonio. A Cena Aberta: a absolvição de um bilontra e o teatro de revista de Arthur Azevedo. Campinas: Unicamp, 1999.

MENCARELLI, Fernando Antonio. A voz e a partitura: teatro musical, indústria e diversidade cultural no Rio de Janeiro (1868-1908), Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

MEYER, Marlise. Folhetim: uma história. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

PENA, Martins. Semana Lírica. Rio de Janeiro: INL, 1965.

SANDRONI, Carlos. Feitiço Decente: transformações do samba no Rio de Janeiro (1917-1933). Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

SARCEY, Francisque. Quarante ans du théâtre. Paris: Bibliotéque des Annales Politiques e Littéraires, 1900.

SILVA, Ermínia Silva. As Múltiplas Linguagens na Teatralidade Circense: Benjamim de Oliveira e o Circo-teatro no Brasil. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003.

SOUZA, Silvia Cristina Martins de. As Noites do Ginásio: teatro e tensões culturais na Corte (1832-1868). Campinas: Unicamp, 2002.

SOUZA, Silvia Cristina Martins de. Decepções de um aprendiz de dramaturgo: Machado de Assis e suas primeiras incursões no teatro. Asas da Palavra Revista de Letras, Manaus, v. 11, n. 24, 2008.

VASQUES, Francisco Correa. A questão anglo-brasileira comentada pelo senhor Joaquim da Costa Brasil. Rio de Janeiro: Tipografia de Azeredo Leite, 1862.

VASQUES, Francisco Correa. O Sr. Joaquim da Costa Brasil. Rio de Janeiro: Tipografia J.J. da Rocha, 1860.

VENTURA, Roberto. Estilo tropical: história cultural e polêmicas literárias no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

YON, Jean-Claude. A ópera buffa de Offenbach: algumas pistas para o estudo da circulação mundial de um repertório no século XIX. In: ABREU, Márcia; DEAECTO, Marisa M. A circulação transatlântica de impressos – Conexões. Campinas: Unicamp, 2014.

Downloads

Publicado

28-07-2017

Como Citar

SOUZA, S. C. M. de. Um “sistema telefônico” aplicado à composição teatral: Dramaturgia e práticas teatrais no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX. Antíteses, [S. l.], v. 10, n. 19, p. 41–63, 2017. DOI: 10.5433/1984-3356.2017v10n19p41. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/27749. Acesso em: 19 maio. 2024.