A imagem do negro na poesia de Solano Trindade

Autores

  • Serafina Ferreira Machado Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2009v17p90

Palavras-chave:

Poesia, Negro, Humanização

Resumo

Este artigo se propõe a revisar o processo da formação da identidade do negro: da subalternidade à luta pelo reconhecimento, na esfera histórica e literária. Na obra de Solano Trindade, o poeta cede sua voz ao oprimido (o homem negro ou branco) para denunciar as injustiças sociais. O discurso de Trindade convida o leitor a uma revisão da condição do negro e, ao ressaltar o caráter humano em sua poética, questiona as imagens fixas, revestidas por estereótipos que estigmatizam. A obra deste poeta se propõe, pois, a uma (re)leitura das imagens impingidas ao negro na diáspora, confrontando-se com valores morais, políticos e sociais da elite, no intuito de reconhecer o caráter humano do negro.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Serafina Ferreira Machado, Universidade Estadual de Londrina

Doutoranda em Letras pela Universidade Estadual de Londrina.

Referências

ARAÚJO, Ari. 1986. “Por um pensamento negro-brasileiro; a reversibilidade do espelho”. Estudos afro-asiáticos (Rio de Janeiro) 12 (ago.): 63-79.

BERND, Zilá. 1988. Introdução à Literatura negra. São Paulo: Brasiliense.

BHABHA, Homi. 1998. O local da cultura. Tradução de Myrian Ávila et al. Belo Horizonte: Editora da UFMG.

FANON, Franz. 1983. Pele negra, máscara branca. Tradução de Adriano Caldas. Rio de Janeiro: Fator.

FONSECA, Maria Nazareth Soares, org. 2000. Brasil afro-brasileiro. Belo Horizonte: Autêntica.

GIACOMINI, Sônia Maria. 1988. Mulher e escrava: uma introdução histórica ao estudo da mulher negra no Brasil. Petrópolis: Vozes.

MUSSA, Alberto Baeta Neves. 1989. “Estereótipos de negro na literatura brasileira: sistema e motivação histórica”. Estudos Afro-asiáticos (Rio de Janeiro) 16 (jan.-jun.): 70-87.

TRINDADE, Solano. 1944. Poemas de uma vida simples. Rio de Janeiro: [s.e.].

TRINDADE, Solano. 1961. Cantares ao meu povo. São Paulo: Fulgor, 1961.

TRINDADE, Solano. 1988. Tem gente com fome e outros poemas. Rio de Janeiro: Departamento Geral da Imprensa Oficial, 1988.

Downloads

Publicado

17-12-2009

Como Citar

MACHADO, S. F. A imagem do negro na poesia de Solano Trindade. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 90–101, 2009. DOI: 10.5433/1678-2054.2009v17p90. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/24991. Acesso em: 18 abr. 2024.