The Canudos Perplex: Three Early “Factions”

Autores

  • Thomas O. Beebee Pennsylvania State University

DOI:

https://doi.org/10.5433/1678-2054.2007v10p3

Palavras-chave:

Afonso Arinos, Manoel Benício, Emygdio Dantas Barreto, Antônio Vicente Maciel, Guerra de Canudos, Faction

Resumo

A vida de Antônio Vicente Maciel, o “Conselheiro,” como a história da construção e destruição de sua comunidade messiânica, Canudos (1893-1897), tem sido uma fonte inesgotável para a literatura e o imaginário brasileiros. Na literatura sobre Canudos nota-se uma tendência para utilizar o gênero de “faction” — da história romantizada ou ficcionalizada. Este ensaio compara Os Jagunços(1898) de Afonso Arinos, O Rei dos Jagunços (1899) de Manoel Benício, e Accidentes da Guerra (1905) de Egmydio Dantas Barreto, que são os três primeiros “factions” a tratar o assunto de Canudos. Analisa, portanto, as razões pelas quais estes autores evitaram os gêneros (relativamente) “puros” da Reportagem e da História, recorrendo em compensação a um gênero misto que acrescenta à suposta veracidade a imaginação.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Thomas O. Beebee, Pennsylvania State University

Professor da Pennsylvania State University.

Referências

ARINOS, Afonso. 1969. “Campanha de Canudos (Epílogo da Guerra),” in Obra completa. ed. Afrânio Coutinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro.

ARINOS, Afonso. 1985; [1898]. Os Jagunços. 3. ed. Rio de Janeiro: Philobiblion.

ARRUDA, João. 1996. Antônio Conselheiro e a comunidade de Canudos. Fortaleza: RVC.

ATHAIDE, Tristão de. 1922. Affonso Arinos. Rio de Janeiro: Anuário do Brasil.

AZEVEDO, Silvia Maria. 1993. “O rei dos jagunços: uma fonte esquecida d’Os Sertões,” Remate de Males: Revista do Departamento de Teoria Literaria (Campinas) 13.

BARRETO, Egmydio Dantas. 1898. Última expedição a Canudos . Porto Alegre: Franco & Irmão.

BARRETO, Egmydio Dantas. 1905. Accidentes da guerra: operações de Canudos. Porto Alegre: R. Strauch..

BEEBEE, Thomas O. 1994. The Ideology of Genre (University Park: Penn State Press.

BENÍCIO, Manoel. 1997; [1899]. O Rei dos jagunços. 2. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas.

BERNUCCI, Leopoldo. 1990. “Além do real, aquém do imaginário: Domingo Faustino Sarmiento e Euclides da Cunha,” Brasil/Brazil: Revisa de Literature Brasileira/A Journal of Brazilian Literature 3.4.

BERNUCCI, Leopoldo. 1995. A Imitação dos Sentimentos. São Paulo: EDusp-University of Colorado.

CANÁRIO, Eldon. 1997. Os Mal-Aventurados de Belo Monte. Salvador: BDA.

CAVA, Ralph Della. 1968. “Brazilian Messianism and National Institutions: A Reappraisal of Canudos and Joaseiro.” Hispanic American Historical Review 48.3.

DIACON, Todd A. 1991. Millenarian Vision, Capitalist Reality: Brazil’s Contestado. Durham NC: Duke U.

FACÓ, Rui. 1963. Cangaceiros e fanáticos. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

FALCÓN, José de Oliveira. 1996. Canudos, Guerra Santa no Sertão. Salvador: BDA-Bahia.

FONTES, Oleone Coelho. 2002, Canudos: A Quinta Expedição. 2. ed. Salvador: Ponto & Vírgula.

GALVÃO, Walnice Nogueira. 1976. “De Sertões e Jagunços.” Saco de Gatos. São Paulo: Duas Cidades.

JOHNSTONE, Richard. 1985. “The Rise of Faction,” Quadrant 29. 4 (April).

LEVINE, Robert. 1992. Vale of Tears: Revisiting the Canudos Massacre in Northeastern Brazil, 1893-1897. Berkeley: U of California P.

LIMA, Herman. 1968. “A Guerra de Canudos num Romance de Afonso Arinos,” Revista do Livro 33.

MADDEN, Lori. 1993. “The Canudos War in History.” Luso-Brazilian Review 30. 2 (Winter).

MARCONDES, Ayrton. 1997. As Memórias de Frei João Evangelista de Monte Marciano. São Paulo: Best Seller.

MARTINS, Heitor. 1968. “Os jagunços de Afonso Arinos,” O Estado de São Paulo, Suplemento Literário, 27 July: 1.

MARTINS, Paulo Emílio Matos. 1997. “O Rei dos jagunços e a históriografi a de Canudos,” in Benício, O rei dos jagunços.

MONIZ, Edmondo. 1987. Canudos: A guerra social. 2. ed. Rio de Janeiro: Elo.

MONTENEGRO, Abelardo. 1954. Antônio Conselheiro. Fortaleza: Batista Fontenelle.

PINTO, Luiz Fernando. 1995. “A Personalidade carismática de Antônio Conselheiro. Aspectos psicanalíticos.” Revista da FAEEBA 4.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. 1972. Images Messianiques du Brésil, Sondeos 87. Cuernavaca: Instituto Intercultural de Documentacion.

REZENDE, Sergio, dir. 1997. Guerra de Canudos. Morena Filmes.

SANTIAGO, Silviano. 1981. Em liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

SANTOS, João Felício dos. 1958. João Abade. Rio de Janeiro: Agir.

SOARES, Henrique Duque-Estrada de Macedo. 1902. A Guerra de Canudos. Rio de Janeiro: Altina.

VARGAS LLOSA, Mario. 1981. La guerra del fi n del mundo. Madrid: Seix Barral.

VARNHAGEN, Francisco Adolfo. 1955. História das Luctas com os Hollandezes no Brazil: Desde 1624 a 1654. Salvador: Progresso.

VEIGA, José J. 1994. A Casca da Serpente. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand.

VILLA, Marco Antônio. 1995. Canudos: O povo da terra. São Paulo: Ática.

VILLABOIM FILHO, Paschoal. 1984. Canudos. 2. ed. Rio de Janeiro: Tipo Editor.

WATKINS, Mel. 1976. “A Talk With Alex Haley.” New York Times, 26 Sept., section 7.

Downloads

Publicado

22-06-2007

Como Citar

BEEBEE, T. O. The Canudos Perplex: Three Early “Factions”. Terra Roxa e Outras Terras: Revista de Estudos Literários, [S. l.], v. 10, p. 3–20, 2007. DOI: 10.5433/1678-2054.2007v10p3. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/terraroxa/article/view/24812. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos