Metapoesia: para uma poética da poesia. Segunda parte: a poesia

Autores

  • Enoque Balbino Lima Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0383.1982v3n11p159

Resumo

Segunda parte da tese de Doutorado - METAPOESIA. Na Parte I deste trabalho (Semina 3:10), discutiu-se o conceito de Poeta e suas relações com o universo na criação poética. Nesta parte, aborda-se o conceito de Poesia na Critica e na própria poesia, bem como o estado natural e poemático, e fontes da Poesia no discurso poética empregado com função metalingüistica, em que o poeta descreve o fenômeno poético integral. Discute-se também as fontes da Poesia: O universo físico, psíquico e metafísico e conclui-se que a Poesia não é a recriação do universo, mas o reflexo do cosmo, tricotomicamente considerado, através do "espelho" do poema. A criação poética consiste na captação de uma partícula infinitesimal de toda a poesia cósmica em estado potencial, e conferir-lhe forma comunicante através o discurso verbal.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Enoque Balbino Lima, Universidade Estadual de Londrina

Doutor em Letras e Livre-Docente em Teoria Literária - CCH/UEL.

Downloads

Publicado

19.12.1982

Como Citar

LIMA, E. B. Metapoesia: para uma poética da poesia. Segunda parte: a poesia. Semina: Ciências Sociais e Humanas, [S. l.], v. 3, n. 11, p. 159–168, 1982. DOI: 10.5433/1679-0383.1982v3n11p159. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/7298. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção Livre