Sechiisland: arte e cotidiano de uma ilha imaginária

Autores

  • Rodrigo Emanoel Fernandes Universidade Estadual de Londrina
  • Marta Dantas Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0383.2008v29n1p23

Palavras-chave:

Arte Postal, Sechiisland, Cotidiano Alternativo, Artes Plásticas, País Imaginário, Poesia Visual.

Resumo

 

O artista plástico José Roberto Sechi tornou-se uma figura representativa no cenário da rede internacional de Arte Postal (Mail Art), na qual artistas do mundo todo utilizam o sistema dos correios como suporte para criação e distribuição artística. De seu trabalho como artista postal e de seu desejo de (re)construir sua identidade enquanto artista e ser humano, Sechi pouco a pouco transformou sua casa, localizada num bairro carente da cidade Rio Claro-SP, num centro cultural alternativo, com um significativo acervo de obras catalogadas, espaço para exposições de artistas inseridos nos movimentos experimentais contemporâneos, biblioteca de referência e espaço para encontros. Batizando sua criação de Sechiisland (Ilha Sechi), o artista a define como uma ilha imaginária, que tornou-se uma referência – tão ou mais importante que uma instituição oficializada – para um enorme número de artistas postais do mundo todo. No presente artigo, pretendemos realizar uma primeira aproximação/leitura desse espaço, com o objetivo de evidenciar um processo deliberado de criação de um cotidiano alternativo, entendendo a Sechiisland como uma imagem poética passível de ser lida e apropriada como uma obra de arte em processo, em seu aspecto físico e concreto e/ou em sua representatividade virtual.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rodrigo Emanoel Fernandes, Universidade Estadual de Londrina

Aluno do 3º ano do curso de Artes Cênicas da UEL, bolsista do PROIC/UEL.

 

Marta Dantas, Universidade Estadual de Londrina

Professora Doutora de História e Teorias da Arte do Departamento de Arte Visual e do Programa de Pós-Graduação em Letras da UEL.

Downloads

Publicado

29.06.2008

Como Citar

FERNANDES, R. E.; DANTAS, M. Sechiisland: arte e cotidiano de uma ilha imaginária. Semina: Ciências Sociais e Humanas, [S. l.], v. 29, n. 1, p. 23–50, 2008. DOI: 10.5433/1679-0383.2008v29n1p23. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/5476. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção Livre