O Estatuto da Melancolia e da Mania em Psicanálise: um Percurso de Freud a Klein

Autores

  • Evelyn Gomes Barbosa Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru
  • Érico Bruno Viana Campos Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP http://orcid.org/0000-0002-4716-4163

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0383.2021v42n2p309

Palavras-chave:

Psicanálise, Psicopatologia, Melancolia, Depressão, Mania.

Resumo

Este artigo de revisão de literatura pretende abordar a estatuto da melancolia na psicopatologia psicanalítica clássica, buscando caracterizar o lugar da mania nesses quadros. Partimos da dificuldade de sistematização sobre os estados e estruturas ligados às síndromes depressivas e a relação entre melancolia e os estados maníacos. Traçamos um breve histórico sobre a classificação nosográfica da mania e da melancolia na psiquiatria para encaminhar um percurso teórico na psicanálise clássica que se inicia com Freud, passa por Abraham e chega a Klein. A caracterização efetuada da temática demonstra sua multiplicidade de sentidos, sua heterogeneidade conceitual e diversidade referencial. O principal eixo de problematização é a tensão entre a inserção da melancolia como um quadro psicótico e a depressividade como uma condição estruturante da personalidade, bem como a adesividade necessária dos delírios maníacos aos quadros melancólicos. Conclui-se que mesmo na tradição clássica das relações de objeto não há consenso sobre essas questões, necessitando de articulações e desenvolvimento para serem melhor integradas teoricamente.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Evelyn Gomes Barbosa, Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru

Psicóloga pela UNESP Bauru. Formação em Psicoterapia Psicanalítica pelo Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru.

Érico Bruno Viana Campos, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP

Doutor em psicologia pelo IP-USP.  Professor da UNESP Bauru.

Referências

ABRAHAM, K. Teoria Psicanalítica da libido: sobre o caráter e o
desenvolvimento da libido. Rio de Janeiro: Imago, 1970. Originalmente publicado em 1927.

AMARAL, N. A loucura lúcida: o estatuto estrutural da mania e da melancolia na clínica psicanalítica. 2014. Tese (Doutorado em Pesquisa e Clínica Psicanalítica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

BERGERET, J.; BECACHE, A.; BOULANGER, J. J.; CHARTIER, J. P.; DUBOR, P.; HOUSER, M. (org.). Psicopatologia: teoria e clínica. 9. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

BIRMAN, Joel. A cena constituinte da psicose maníaco-depressiva no Brasil. História, Ciências, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 345-371, 2010. Disponível em: https://bit.ly/3zaIdvR. Acesso em: 25 ago. 2020. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702010000600005

CAMPOS, É. B. V. A primeira concepção freudiana de angústia: uma revisão crítica. Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 109-128, 2004. Disponível em: https://bit.ly/3w5XMCW. Acesso em: 20 ago. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S1516-14982004000100006

CAMPOS, É. B. V. Uma perspectiva psicanalí-tica sobre as depressões na atualidade. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, Londrina, v. 7, n. 2, p. 22-44, 2016. Disponível em: https://bit.ly/3glNRT. Acesso em: 25 ago. 2020.

CINTRA, E. M. U.; FIGUEIREDO, L. C. Melanie Klein: estilo e pensamento. São Paulo: Escuta, 2010.

ETCHEGOYEN, H. Fundamentos da técnica psicanalítica. 2. ed. São Paulo: Artmed, 2017.

FREUD, S. Luto e melancolia. In: FREUD, S. Introdução ao narcisismo: ensaios de metapsicologia e outros textos (1914-1916). São Paulo: Companhia das letras, 2010. p. 170-194. (Obras completas;
v. 12). Originalmente publicado em 1917.

FREUD, S. Psicologia das massas e análise do eu. In: FREUD, S. Psicologia das massas e análise do eu e outros textos (1920-1923). São Paulo: Companhia das letras, 2011. p. 9-100(Obras completas; v. 15). Originalmente publicado em 1921.

FREUD, S. Neurose e psicose. In: FREUD, S. O eu e o id, “autobiografia” e outros textos (1923-1925). São Paulo: Companhia das letras, 2011. p. 176-183. (Obras completas; v. 16). Originalmente publicado em 1924a.

FREUD, S. A perda da realidade na neurose e na psicose. In: FREUD, S. O eu e o id, “autobiografia” e outros textos (1923-1925). São Paulo: Companhia das letras, 2011. p. 176-183. (Obras completas; v. 16). Originalmente publicado em 1924b.

FREUD, S. O humor. In: FREUD, S. O futuro de uma ilusão e outros textos (1926-1929). São Paulo: Companhia das letras, 2011. p. 262-269. (Obras completas; v. 17). Originalmente publicado em 1927.

KLEIN, M. Uma contribuição à psicogênese dos estados maníaco-depressivos (1935). In: KLEIN, M. Amor, culpa e reparação e outros trabalhos (1921-1945). Rio de Janeiro: Imago, 1996. p. 301-329. Originalmente publicado em 1935.

KLEIN, M. O luto e sua relação com os estados maníaco-depressivos .(1940) In: .KLEIN, .M. Amor, culpa e reparação e outros trabalhos (1921-1945). Rio de Janeiro: Imago, 1991. p. 385-412. Originalmente publicado em 1940.

KLEIN, M. Notas sobre alguns mecanismos esqui-zóides (1946). In: KLEIN, M. Inveja e gratidão e outros trabalhos (1946-1963). Rio de Janeiro: Imago, 1996. p. 44-63. Originalmente publicado em 1946.

McWILLIAMS, N. Diagnóstico psicanalítico: en-tendendo a estrutura da personalidade no processo clínico. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

PERES, U. T. Melancolia. São Paulo: Escuta, 1996.

PERES, U. T. Depressão e melancolia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

PINHEIRO, T.; QUINTELLA, R.; VERZTMAN, J. Distinção teórico-clínica entre depressão, luto e melancolia. Revista Psicologia Clínica, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p. 147-168, jul. 2010. Disponível em: https://bit.ly/2TdLQkk .Acesso em: 25 ago. 2020. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-56652010000200010

QUINODOZ, J.-M. Ler Freud: guia da obra de S. Freud. Porto Alegre: Artmed, 2007.

RODRIGUES, J. S. F. O Diagnóstico de depressão. Psicologia USP, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 155-187. Disponível em: https://bit.ly/3ggx4Ru .Acesso em: 25 ago. 2020. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642000000100010

SEGAL, H. Introdução à obra de Melanie Klein. Rio de Janeiro: Imago, 1975.

TENÓRIO, F. Psicose e esquizofrenia: efeitos das mudanças nas classificações psiquiátricas sobre a abordagem clínica e teórica das doenças mentais. História, Ciência, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 23, n. 4, p. 941-963, 2016. Disponível em: https://bit.ly/3cJGAMf. Acesso em: 25 ago. 2020. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/s0104-59702016005000018

TEIXEIRA, M. A. R. Melancolia e depressão: um resgate histórico e conceitual na psicanálise e na psiquiatria. Revista de Psicologia da UNESP, Assis, v. 4, n. 1, p. 41-54, 2005. Disponível em: https://bit.ly/3ggOYUm. Acesso em: 25 ago. 2020.

VERTZMAN, J.; COELHO JUNIOR, N .E. Mania: um bairro pouco visitado. Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica, Rio de Janeiro, v. 22, n. 1, p. 87-98, 2019. Disponível em: https://bit.ly/3go81w6. Acesso em: 25 ago. 2020. Doi: https://doi.org/10.1590/s1516-14982019001009

Downloads

Publicado

06.12.2021

Como Citar

BARBOSA, E. G.; CAMPOS, Érico B. V. O Estatuto da Melancolia e da Mania em Psicanálise: um Percurso de Freud a Klein. Semina: Ciências Sociais e Humanas, [S. l.], v. 42, n. 2, p. 309–324, 2021. DOI: 10.5433/1679-0383.2021v42n2p309. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/41515. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção Livre

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)