Contribuições do narcisismo para a modificação da teoria do masoquismo

Autores

  • Eloy Sampaio Universidade de São Paulo
  • Eva Maria Migliavacca Universidade de São Paulo/ Professora Livre Docente

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0383.2015v36n1p51

Palavras-chave:

Narcisismo, Pulsão, Masoquismo

Resumo

O narcisismo é um dos conceitos mais importantes da teoria freudiana. Desde o seu surgimento, em 1910, esse fator esteve presente nos escritos do autor e impactou consideravelmente a psicanálise, contribuindo para a passagem da primeira para a segunda tópica, assim como o estabelecimento da segunda teoria pulsional. Ao analisarmos o desenvolvimento histórico do narcisismo, é possível observar que ele teve um período de franco desenvolvimento até 1923. No entanto, após a chamada “virada dos anos 20”, ele progressivamente deixou de comparecer nos escritos, ainda que seja possível localizarmos algumas menções nas últimas obras de Freud. É justamente esse cenário que o presente artigo objetiva discutir, ou seja, tentar entender quais são os destinos conferidos ao narcisismo após 1920. Propõe-se que um de seus desdobramentos é a sua contribuição para a modificação da teoria do masoquismo. Assim, o narcisismo continuaria presente na obra de Freud através das suas ressonâncias na abordagem de outros fenômenos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eloy Sampaio, Universidade de São Paulo

Doutorando em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo

Eva Maria Migliavacca, Universidade de São Paulo/ Professora Livre Docente

Professora Titular do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Membro efetivo da SBSP.

Downloads

Publicado

01.12.2015

Como Citar

SAMPAIO, E.; MIGLIAVACCA, E. M. Contribuições do narcisismo para a modificação da teoria do masoquismo. Semina: Ciências Sociais e Humanas, [S. l.], v. 36, n. 1, p. 51–62, 2015. DOI: 10.5433/1679-0383.2015v36n1p51. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/21903. Acesso em: 12 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção Livre