Análise estratégica da cadeia produtiva de leite ovino no Brasil: uma abordagem pela metodologia SWOT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2023v44n3p971

Palavras-chave:

Insumos, Marketing, Organização, Processamento, componentes da produção.

Resumo

O leite ovino é utilizado em escala global para a produção de queijos e outros derivados, ou para consumo in natura. A produção de leite e de seus derivados, seja formal ou informal, faz parte de uma cadeia produtiva, com menor ou maior grau de organização dependendo do desenvolvimento regional da atividade. O objetivo deste estudo foi descrever e discutir os elementos da cadeia produtiva de leite ovino no Brasil utilizando a metodologia SWOT. Este estudo foi desenvolvido em 2017 a partir de pesquisa direta com agentes ligados ao setor produtivo de leite ovino de 15 propriedades distribuídas em sete Estados do Brasil. Os agentes apontaram e descreveram os pontos fortes e fracos, as oportunidades e ameaças dos segmentos de insumos, produção, processamento, e venda e distribuição de produtos e, posteriormente, esses elementos foram organizados em uma matriz SWOT. No segmento produção, a baixa adoção de técnicas adequadas de produção, controle de dados e conhecimento dos custos de produção são fatores críticos. No segmento processamento, aspectos positivos foram apontados para as características físico-químicas do leite ovino, enquanto aspectos relacionados com a legislação foram considerados pontos críticos. A falta de cultura e conhecimento do consumidor sobre os produtos derivados do leite ovino são pontos críticos que afetam o segmento de venda e distribuição. A pequena escala de produção e a baixa demanda pelo leite e seus derivados, assim como a falta de insumos específicos para a atividade, também são pontos críticos da cadeia produtiva. Entretanto, o uso de insumos de outras atividades pecuárias (principalmente da bovinocultura leiteira) é uma opção importante para reduzir os custos de produção e otimizar o uso dos recursos na ovinocultura leiteira. Técnicas adequadas de produção e de processamento do leite ovino devem ser implementadas, assim como o controle de dados e de custos da produção. Apesar dos sistemas de produção estudados serem heterogêneos, alguns apresentam indicadores econômicos positivos, o que demonstra o potencial produtivo e econômico da atividade. Nesse cenário, a produção intensiva de produtos com maior valor agregado e o crescimento do mercado consumidor são fatores que estimulam o crescimento da ovinocultura leiteira, e são considerados oportunidades, de modo que campanhas de marketing para promover o consumo de derivados do leite devem ser realizadas. O pequeno volume de leite produzido gera oportunidades ao setor pela falta de concorrência e pelo grande mercado potencial a ser explorado, especialmente nos grandes centros, com maior poder aquisitivo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Anderson Elias Bianchi, Universidade Federal do Paraná

Dr. em Zootecnia pela Universidade Federal do Paraná, UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Curitiba, PR, Brasil.

Caroline Reichen, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda, Pós-Graduação em Zootecnia, UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Curitiba, PR, Brasil.

Luiza Ilha Borges, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda, Pós-Graduação em Zootecnia, UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Curitiba, PR, Brasil.

João Gabriel Rodrigues Santos, Universidade Federal do Paraná

Mestrando, Pós-Graduação em Zootecnia, UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Curitiba, PR, Brasil.

Laryssa dos Santos Rudek, Universidade Federal do Paraná,

Mestranda, Pós-Graduação em Zootecnia, UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Curitiba, PR, Brasil.

Sergio Rodrigo Fernandes, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr., Departamento de Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR, Brasil.

Octávio Rossi de Morais, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Pesquisador, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Sobral, CE, Brasil.

Alda Lúcia Gomes Monteiro, Universidade Federal do Paraná

Profa. Dra., Departamento de Zootecnia, UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Curitiba, PR, Brasil.

Referências

Alves, I., Rezende, S. O., Oliveira, O. J. de, Neto, Drees, C., & Santana, R. (2007). Aplicação do modelo e análise SWOT no diagnóstico estratégico de uma propriedade rural especializada em recria e engorda de bovinos de corte. Revista Administra-Ação, 4, 22-39. doi: 10.29246/2358-9868.2007v0i4

Ansoff, H., & McDonnell, E. J. (1993). Implantando a administração estratégica (2nd ed.). Atlas.

Azevedo, M. C., & Costa, H. G. (2001). Métodos para avaliação da postura estratégica. Caderno de Pesquisa em Administração.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. Edições 70.

Batalha, M. O. E., & Silva, A. L. (2007). Gerenciamento de sistemas agroindustriais: definições, especificidades e correntes metodológicas. In M. O. E. Batalha (Ed.), Gestão agroindustrial, 1, (pp. 1-62). São Paulo, SP: Ed. Atlas.

Brad, S., & Brad, E. (2015). Enhancing SWOT analysis with TRIZ based tools to integrate systematic innovation in early task design. Procedia Engineering, 131, 616-625. doi: 10.1016/j.proeng.2015.12.455 DOI: https://doi.org/10.1016/j.proeng.2015.12.455

Cooper, D. R., & Schindler, P. S. (2003). Métodos de pesquisa em administração. Bookman.

Costa Júnior, J. F., Bezerra, D. M. C., Cabral, E. L. S., Moreno, R. C. P., & Pires, A. K. S. (2021). A matriz SWOT e suas subdimensões: uma proposta de inovação conceitual. Research, Society and Development, 10(2), e25710212580. doi: 10.33448/rsd-v10i2.12580 DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12580

Debortoli, E. C., Monteiro, A. L. G., & Gameiro, A. H. (2022). Socioeconomic and technological characterization of meat sheep production systems in the state of Paraná, Brazil. Archives of Veterinary Science, 27(2), 37-53. doi: 10.5380/avs.v27i2.82795 DOI: https://doi.org/10.5380/avs.v27i2.82795

Mintzberg, H., Ahlstrand, B. E., & Lampel, J. (2000). Safári de estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Bookman.

Monteiro, M. G., Brisola, M. V., & Vieira, J. E. R., Fº. (2021). Diagnóstico da cadeia produtiva de caprino e ovinos no Brasil. Ipea. DOI: https://doi.org/10.38116/td2660

Nespolo, C. R., Bianchi, A. E., Queirós, A. A. E., & Farinatti, L. H. E. (2012). A produção de leite ovino e seus derivados no oeste catarinense: uma alternativa para o produtor e para o consumidor. Anais do Simpósio de Segurança Alimentar, Gramado, RS, Brasil, 4.

Osita, I. C., Onyebuchi, R. I., & Justina, N. (2014). Organization’s stability and productivity: the role of SWOT analysis an acronym for strength, weakness, opportunities and threat. International Journal of Innovative and Applied Research, 2(9), 23-32.

Park, Y. W., Juárez, M., Ramos, M., & Haenlein, G. F. W. (2007). Physico-chemical characteristics of goat and sheep milk. Small Ruminant Research, 113(1-2), 88-113. doi: 10.1016/j.smallrumres.2006.09.013 DOI: https://doi.org/10.1016/j.smallrumres.2006.09.013

Penna, C. F. A. M. (2011). Produção e parâmetros de qualidade de leite e queijos de ovelhas Lacaune, Santa Inês e suas mestiças submetidas a dietas elaboradas com soja ou linhaça. Tese de doutorado em Zootecnia, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Rohenkohl, J. E., Corrêa, G. F., Azambuja, D. F., & Ferreira, F. R. (2011). O agronegócio de leite de ovinos e caprinos. Indicadores Econômicos, 39(2), 97-114.

Santos, F. F. (2016). Sistema agroindustrial do leite de ovelha no Brasil: proposta metodológica para estudo de cadeias curtas. Dissertação de mestrado, Universidade de São Paulo, Pirassununga, SP, Brasil.

Santos, F. F., Nacimento, R. A., Nunes, R., & Gameiro, A. H. (2021). Proposta para estudo das cadeias agroalimentares curtas: aplicação na ovinocultura leiteira no Brasil. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente – RAMA, 14(3), 607-624. doi: 10.17765/2176-9168.2021v14n3e7205 DOI: https://doi.org/10.17765/2176-9168.2021v14n3e7205

Silva, A. P. S. P., Santos, D. V., Kohek, I., Jr., Machado, G., Hein, H. E., Vidor, A. C. M., & Corbellini, L. G. (2013). Sheep industry in the State of Rio Grande do Sul, Brazil: description of the production system and the main health and reproductive aspects. Pesquisa Veterinária Brasileira, 33(12), 1453-1458. doi: 10.1590/S0100-736X2013001200010 DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-736X2013001200010

Downloads

Publicado

2023-07-07

Como Citar

Bianchi, A. E., Reichen, C., Borges, L. I., Santos, J. G. R., Rudek, L. . dos S., Fernandes, S. R., Morais, O. R. de, & Monteiro, A. L. G. (2023). Análise estratégica da cadeia produtiva de leite ovino no Brasil: uma abordagem pela metodologia SWOT. Semina: Ciências Agrárias, 44(3), 971–988. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2023v44n3p971

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>