Desenvolvimento e validação de escala diagramática para quantificação da mancha foliar de Diplodia macrospora em milho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n6p2475

Palavras-chave:

Avaliação de doença, Epidemiologia, Fitopatometria, Zea mays L.

Resumo

O objetivo deste estudo foi desenvolver e validar uma escala diagramática para avaliação da severidade da mancha foliar causada pelo fungo Diplodia macrospora, em folhas de milho, considerando os limites de severidade mínima e máxima da doença e os níveis intermediários de acordo com a "Lei de resposta ao estímulo de Weber-Fechner". A escala proposta apresenta seis níveis de severidade: 0,5%; 3%; 8%; 23%; 36% e 55% da área foliar afetada. A validação foi realizada por oito avaliadores sendo quatro inexperientes e quatro experientes, os quais estimaram a severidade de 60 folhas de milho que apresentavam níveis variados se sintomas da doença, primeiramente sem a utilização da escala diagramática e, posteriormente, com o uso da escala proposta. Pela análise de regressão verificou-se relação entre o grau de severidade real e o estimado por cada avaliador, com e sem o uso da escala. Com a utilização da escala, tanto os avaliadores inexperientes quanto os experientes demostraram maiores níveis de acurácia e precisão.

Biografia do Autor

Eloisa Lorenzetti, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Discente, Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Juliano Tartaro, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Engo. Agro., UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Alfredo José Alves Neto, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Discente, Pós-Graduação em Agronomia, UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Anderson Luis Heling, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Discente, Pós-Graduação em Agronomia, UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Jeferson Carlos Carvalho, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Discente, Pós-Graduação em Agronomia, UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

José Renato Stangarlin, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Prof., UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Odair José Kuhn, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Prof., UNIOESTE, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Roberto Luis Portz, Universidade Federal do Paraná

Prof., Universidade Federal do Paraná, UFPR, Palotina, PR, Brasil.

Referências

ALVES, G. C. S.; SANTOS, L. C.; DUARTE, H. S. S.; DIAS, V.; ZAMBOLIM, L.; ROCHA, M. R. Escala diagramática para quantificação da ferrugem da folha do trigo. Multi-Science Journal, Urataí, v. 1, n. 1, p. 128-133, 2015. DOI: 10.33837/msj.v1i1.59

AMORIM, L.; BERGAMIN FILHO, A. Fenologia, patometria e quantificação de danos. In: AMORIN, L.; REZENDE, J. A. M.; BERGAMIN FILHO, A. Manual de fitopatologia: princípios de conceitos. 5. ed. Ouro Fino: Ceres, 2018. p. 499-518.

BAMPI, D.; CASA, R. T.; BOGO, A.; SANGOI, L.; SACHS, C.; BOLZAN, J. M.; PILETTI, G. Desempenho de fungicidas no controle da mancha-de-macrospora na cultura do milho. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 38, n. 4, p. 319-322, 2012. DOI: 10.1590/S0100-54052012000400008

BERGAMIN FILHO, A.; AMORIM, L. Princípios gerais de controle. In: AMORIN, L.; REZENDE, J. A. M.; BERGAMIN FILHO, A. Manual de fitopatologia: princípios de conceitos. 5. ed. Ouro Fino: Ceres, 2018. v. 1, p. 215-228.

BRUNELLI, K. R.; SOBRINHO, C.A.; CAVALCANTI, L. S.; FERREIRA, P. T. O.; CAMARGO, L. E. A. Germinação e penetração de Stenocarpella macrospora em folhas de milho. Fitopatologia Brasileira, Brasília, v. 30, n. 2, p. 187-190, 2005. DOI: 10.1590/S0100-54052012000400008

CAPUCHO, A. S.; ZAMBOLIM, L.; DUARTE, H. S. S.; VAZ, G. R. O. Develop-e ment and validation of a standard area diagram set to estimate severity of leaf rust in Coffea arabica and C. canephora. Plant Pathology, London, v. 60, n. 6, p. 1144-1150, 2011. DOI: 10.1111/j.1365-3059.2011.02472.x

CARVALHO, R. V.; PEREIRA, O. A. P.; CAMARGO, L. E. A. Doenças do milho. In: AMORIM, L.; REZENDE, J. A. M; BERGAMIN FILHO, A.; CAMARGO, L. E. A. Manual de fitopatologia: doenças das plantas cultivadas. 5. ed. Ouro Fino: Ceres, 2016. v. 2, p. 549-560.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. ACOMPANHAMENTO DA SAFRA BRASILEIRA - CONAB. Grãos. Monitoramento agrícola - Safra 2017/18, v. 5, n. 4, 2018. (Quarto Levantamento).

CUSTÓDIO, A. A. P.; POZZA, E. A.; GUIMARÃES, S. S. G.; KOSHIKUMO, É. S. M.; HOYOS, J. M. A.; SOUZA, P. E. Comparison and validation of diagrammatic scales for brown eye spots in coffee tree leaves. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1067-1076, 2011. DOI: 10.1590/S1413-70542011000600005

DOMICIANO, G. P.; DUARTE, H. S. S.; MOREIRA, E. N.; RODRIGUES, F. A. Development and a validation of a set of standard area diagrams to aid in estimation of spot blotch severity on wheat leaves. Plant Pathology, London, v. 63, n. 4, p. 922-928, 2013. DOI: 10.1111/ppa.12150

DUARTE, H. S. S.; ZAMBOLIM, L.; CAPUCHO, A. S.; NOGUEIRA JUNIOR, A. F.; ROSARDO, A. W. C.; CARDOSO, C. R.; PAUL, P. A.; MIZUBUTI, S. G. Development and validation of a set of standard area diagrams to estimate severity of potato early blight. European Journal Plant Pathology, Dordrecht, v. 137, p. 249-257, 2013. DOI: 10.1111/ppa.12150

EDDINS, A. H. Dry rot of corn caused by Diplodia macrospora Earle. Phytopathology, Sant Paul, v. 20, n. 3, p. 439-448, 1930.

FAO. Food and Agriculture Organization. Production: crops. 2017. Disponível em: http://www.fao.org/ faostat/en/#home. Acesso em: 29 dez. 2017.

JULIATTI, F. C.; CRATO, F. F.; JULIATTI, F. C.; COUTO, K. R.; JULIATTI, B. C. M. Escala diagramática para avaliação da severidade de mofo branco em soja. Bioscience Journal, Uberlandia, v. 29, n. 3, p. 676-680, 2013.

LATTERELL, F. M.; ROSSI, A. E. Stenocarpella macrospora (=Diplodia macrospora) and S. maydis (=D. maydis) compared as pathogens of corn. Plant Disease, Sant Paul, v. 67, n. 7, p. 725-729, 1983.

LENZ, G.; BALARDIN, R. S.; CORTE, G. D.; MARQUES, L. N.; DEBONA, D. Escala diagramática para avaliação de severidade de mancha-parda em arroz. Ciência Rural, Santa Maria, v. 40, n. 4, p. 752-758, 2010. DOI: 10.1590/S0103-84782010005000061

LIMA, H. E.; NECHET, K. L. VIEIRA, B. A. H. OLIVEIRA, J. R.; DUARTE, H. S. S.; QUEIROZ, E. S.; OLIVEIRA, F. L. Elaboração e validação de escalas diagramáticas para avaliação da severidade da mancha-bacteriana do feijão - caupi em cultivares com trifólios morfologicamente distintos. Ciência Rural, Santa Maria, v. 43, n. 10, p. 1735-1743, 2013. DOI: 10.1590/S0103-84782013001000001

NUNES, C. C.; ALVES, S. A. M. Elaboração e validação de escala diagramática para quantificação da severidade de entomosporiose em folhas de pereira. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 38, n. 3, p. 239-244, 2012. DOI: 10.1590/S0100-54052012000300011.

NUTTER JUNIOR, F. W.; SCHULTZ, P. M. Improving the accuracy and precision of disease assessments: selection of methods and use of computer-aided training programs. Canadian Journal of Plant Pathology, Ottawa, v. 17, p. 174-184, 1995. DOI: 10.1080/07060669509500709.

OLIVEIRA, P.; NASCENTE, A. S.; KLUTHCOUSKI, J.; PORTES, T. A. Crescimento e produtividade de milho em função da cultura antecessora. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 43 n. 3, p. 239-246, 2013. DOI: 10.1590/S1983-40632013000300005

REIS, E. M.; CASA, R. T.; BRESOLIN, A. C. R. Development and validation of a standard area diagram set to assess blast severity on wheat leaves. European Journal Plant Pathology, Dordrecht, v. 136, p. 603-611, 2013. DOI: 10.1007/s10658-013-0191-x

SIQUEIRA, C. S.; MACHADO, J. C.; BARROCAS, E. N.; ALMEIDA, M. F. Potential for transmission of Stenocarpella macrospora from inoculated seeds to maize plants grown under controlled conditions. Journal of Seed Science, Londrina, v. 36, n. 2, p. 154-161, 2014. DOI: 10.1590/2317-1545v40n1181833

SOUSA, S. C. R.; SANTOS, G. R.; RODRIGUES, A. C.; BONIFÁCIO, A.; DALCIN, M. S.; JULIATTI, F. C. Escala diagramática para avaliação da severidade do crestamento gomoso do caule em melancia. Bioscience Journal, v. 30, n. 5, p. 1314-1324, 2014.

TERAMOTO, A.; AGUIAR, R.A.; GARCIA, R.A.; MARTINS, M.C.; CUNHA, M.G. Escala diagramática para avaliação da severidade da mancha alvo em folhas de pepineiro. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 41, n. 3, p. 439-445, 2011. DOI: 10.5216/pat.v41i3.12017

TROJAN, D. G.; PRIA, M. D. Validação de escala diagramática para quantificação da severidade da antracnose da folha do milho. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 44, n. 1, p. 56-64, 2018. DOI: 10.1590/0100-5405/172675

VALE, F. X. R; FERNANDES FILHO, E. I. F.; LIBERATO, J. R. QUANT: a software to quantify plant disease severity. In: INTERNATIONAL WORKSHOP ON PLANT DISEASE EPIDEMIOLOGY, 8, Ouro Preto, 2001. Proceeding… Ouro Preto: The International Society of Plant Pathology, 2001. p. 1-160.

Downloads

Publicado

2019-08-29

Como Citar

Lorenzetti, E., Tartaro, J., Alves Neto, A. J., Heling, A. L., Carvalho, J. C., Stangarlin, J. R., … Portz, R. L. (2019). Desenvolvimento e validação de escala diagramática para quantificação da mancha foliar de Diplodia macrospora em milho. Semina: Ciências Agrárias, 40(6), 2475–2486. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n6p2475

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>