Eficiência bioeconômica de sistemas de terminação de cordeiros

Autores

  • Nielyson Junio Marcos Batista Universidade Federal do Ceará
  • Patrícia Guimarães Pimentel Universidade Federal do Ceará
  • José Alexandre Agiova da Costa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
  • Gelson Luís Dias Feijó Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
  • Guilherme Rocha Moreira Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Rogério César Pereira de Araújo Universidade Federal do Ceará
  • Fernando Alvarenga Reis Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
  • João Paulo Arcelino do Rêgo Instituto Federal da Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará
  • Magno José Duarte Cândido Universidade Federal do Ceará
  • Ivone Yurika Mizubuti Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2018v39n3p1199

Palavras-chave:

Confinamento, Integração lavoura pecuária, Ovinos, Pastejo.

Resumo

Avaliou-se o desempenho produtivo, características quantitativas das carcaças e viabilidade econômica de cordeiros do grupamento genético Pantaneiro, terminados em quatro sistemas de produção: 1) Pastagem vedada de Brachiaria brizantha cv piatã; 2) Pastagem de Brachiaria brizantha cv piatã em plantio consorciado com sorgo; 3) Confinamento a base de silagem de sorgo e suplementação energético-proteica fornecida na proporção de 2% do peso corporal; 4) Confinamento a base de silagem de sorgo e suplementação energético-proteica fornecida na proporção de 4% do peso corporal. Foram utilizados cem cordeiros Pantaneiros com peso médio de 17,85 ± 2,50 kg e 70 ± 15 dias de idade, aproximadamente. O peso corporal médio final e o ganho de peso corporal total dos animais terminados em consórcio de sorgo com Brachiaria brizantha cv piatã foram superiores aos obtidos com o confinamento a base de silagem de sorgo e suplementação energético-proteica na razão de 2% do peso corporal. No entanto, quando comparados com o confinamento a base de silagem de sorgo e suplementação energético-proteica na razão de 4% do peso corporal, essas características não diferiram (P > 0,05). Os pesos de carcaça quente e fria foram inferiores para os animais alimentados com silagem de sorgo e suplementação energética-proteica na razão de 2% do peso corporal em comparação com os animais terminados nos outros sistemas. Os maiores rendimentos de carcaça quente (48,20%) e fria (45,83%) foram observados nos animais terminados com silagem de sorgo e suplementação energético-proteica na razão de 4% do peso corporal. Para o índice de compacidade da carcaça, os animais que receberam silagem de sorgo e 4% de suplementação energético-proteica com relação ao peso corporal obtiveram valores maiores do que os observados com 2% de suplementação. A avaliação econômica mostrou que houve um ótimo retorno econômico para os sistemas de terminação, exceto para o sistema de terminação com pasto vedado, e concluiu que a terminação de cordeiros em integração lavoura pecuária relação de benefício/custo superior (1,61). Portanto, baseado nas condições em que foi conduzido o estudo, a integração lavoura pecuária apresenta-se como o sistema mais viável para terminação de cordeiros.

Biografia do Autor

Nielyson Junio Marcos Batista, Universidade Federal do Ceará

Discente, Curso de Doutorado, Programa de Pós-Graduação de Integrado em Zootecnia, Universidade Federal do Ceará, UFC, Fortaleza, CE, Brasil.

Patrícia Guimarães Pimentel, Universidade Federal do Ceará

Profa Dra, UFC, Fortaleza, CE, Brasil.

José Alexandre Agiova da Costa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Pesquisador, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA Gado de Corte, Campo Grande, MS, Brasil.

Gelson Luís Dias Feijó, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Pesquisador, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA Gado de Corte, Campo Grande, MS, Brasil.

Guilherme Rocha Moreira, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Prof. Dr., Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Recife, PE, Brasil.

Rogério César Pereira de Araújo, Universidade Federal do Ceará

Prof. Dr., UFC, Fortaleza, CE, Brasil.

Fernando Alvarenga Reis, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Pesquisador, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA Gado de Corte, Campo Grande, MS, Brasil.

João Paulo Arcelino do Rêgo, Instituto Federal da Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Prof. Dr., Instituto Federal da Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, IFCE, Boa Viagem, CE, Brasil.

Magno José Duarte Cândido, Universidade Federal do Ceará

Prof. Dr., UFC, Fortaleza, CE, Brasil.

Ivone Yurika Mizubuti, Universidade Estadual de Londrina

Profª Drª, Departamento de Zootecnia, Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, PR, Brasil.

Downloads

Publicado

2018-05-04

Como Citar

Batista, N. J. M., Pimentel, P. G., Costa, J. A. A. da, Feijó, G. L. D., Moreira, G. R., Araújo, R. C. P. de, … Mizubuti, I. Y. (2018). Eficiência bioeconômica de sistemas de terminação de cordeiros. Semina: Ciências Agrárias, 39(3), 1199–1210. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2018v39n3p1199

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 > >>