Determinação da digestibilidade intestinal de alimentos pela técnica de três estágios

Autores

  • Elzânia Sales Pereira Universidade Federal do Ceará
  • Alex Martins Varela de Arruda Universidade Federal Rural do Semi Árido
  • Ivone Yurika Mizubuti Universidade Estadual de Londrina
  • Arturo Bernardo Selaive Villarroel Universidade Federal do Ceará
  • Patrícia Guimarães Pimentel Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2008v29n2p431

Palavras-chave:

Avaliação de alimentos, Nutrição, Ruminantes, Técnica in vitro.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi estimar a digestibilidade intestinal da proteína não-degradada no rúmen (PNDR), de alimentos, por intermédio da técnica de três estágios. Os alimentos avaliados foram o farelo de soja, farelo de trigo, casca de soja, farinha de carne e farinha de peixe. Os alimentos foram inicialmente incubados no rúmen por 16 horas, para determinação da PNDR. O resíduo foi submetido à digestão com solução de pepsina, durante 1 hora, e solução de pancreatina a 38ºC, durante 24 horas. Em seguida, esses resíduos foram analisados para nitrogênio total (NT). A estimativa da PNDR variou de 22,07% a 91,30% e a digestibilidade intestinal da PNDR de 35,13% a 80,67%. A casca de soja e a farinha de carne apresentaram melhor digestibilidade intestinal e o farelo de trigo apresentou a menor digestibilidade. Embora alguns sistemas de adequação de dietas para ruminantes considerem a digestibilidade intestinal da proteína dietética como sendo constante, os resultados encontrados neste trabalho sugerem que a mesma possui variação entre os diferentes alimentos.

Biografia do Autor

Elzânia Sales Pereira, Universidade Federal do Ceará

Professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Depto. de Zootecnia, Fortaleza – CE.

Alex Martins Varela de Arruda, Universidade Federal Rural do Semi Árido

Professor da Universidade Federal Rural do Semi Árido (UFERSA), Depto. de Ciência Animal, Mossoró, RN.

Ivone Yurika Mizubuti, Universidade Estadual de Londrina

Professora da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Depto. de Zootecnia, Londrina – PR. Pesquisadora do CNPq.

Arturo Bernardo Selaive Villarroel, Universidade Federal do Ceará

Professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Depto. de Zootecnia, Fortaleza – CE.

Patrícia Guimarães Pimentel, Universidade Federal do Ceará

Pesquisadora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Depto. de Zootecnia, Fortaleza-CE. Bolsista do Programa de DCR, FUNCAP/CNPq.

Downloads

Publicado

2008-08-30

Como Citar

Pereira, E. S., Arruda, A. M. V. de, Mizubuti, I. Y., Villarroel, A. B. S., & Pimentel, P. G. (2008). Determinação da digestibilidade intestinal de alimentos pela técnica de três estágios. Semina: Ciências Agrárias, 29(2), 431–440. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2008v29n2p431

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 > >>