Situação epidemiológica da tuberculose bovina no Distrito Federal

Autores

  • Lucílio Antônio Ribeiro Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal
  • Vítor Salvador Picão Gonçalves Universidade de Brasília
  • Priscilla Fernanda Cremer Francisco Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária
  • Ana Lourdes Arrais de Alencar Mota Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária
  • Geraldo Teixeira do Nascimento Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal
  • Janaina Bitencourt Licurgo Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal
  • Fernando Ferreira Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • José Henrique Hildebrand Grisi-Filho Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • José Soares Ferreira Neto Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • Marcos Amaku Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • Ricardo Augusto Dias Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • Evelise Oliveira Telles Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • Marcos Bryan Heinemann Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • José Renato Junqueira Borges Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n5Supl2p3561

Palavras-chave:

Tuberculose bovina, Prevalência, Distrito Federal, Brasil.

Resumo

Considerando a implantação do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal (PNCEBT) no ano de 2001 e a necessidade de se conhecer a situação epidemiológica local da tuberculose animal para uma posterior avaliação da eficácia das medidas estabelecidas, este trabalho teve como objetivo estimar a prevalência e identificar os fatores de risco para a tuberculose bovina no Distrito Federal, assim como, fornecer subsídios para a gestão estratégica do PNCETB. A colheita de dados foi realizada no período de fevereiro a dezembro de 2003. O DF foi considerado como uma única região epidemiológica devido ao número pequeno de propriedades existentes e pela ausência de diferenças importantes entre as regiões pecuárias que justificassem a estratificação regional da amostra. Foram amostradas aleatoriamente 278 propriedades do banco cadastral local de rebanhos bovinos com atividade reprodutiva, nas quais foram testadas 2019 fêmeas adultas. Somente um animal amostrado foi positivo ao Teste Cervical Comparativo, resultando numa prevalência de animais de 0,05% [IC 95%: 0,0-0,4%]. A prevalência de focos de tuberculose bovina no DF foi estimada em 0,36% [IC95%: 0,0-2,0%]. A análise de fatores de risco foi inviabilizada pelos resultados obtidos, já que o número de casos não permitiu fazer esse tipo de análise. A bovinocultura do DF é predominantemente de leite, no entanto é caracterizada pela presença de pequenos rebanhos não tecnificados, com baixa produtividade. Esta tipologia produtiva, comum na região, não deve favorecer a introdução e persistência da infecção por Mycobacterium bovis, com valores elevados de prevalência. As autoridades sanitárias do DF executam ações de vigilância para tuberculose bovina e mantêm exigência de testes para trânsito de bovinos para reprodução e com destino a aglomerações de animais, especialmente leilões, o que, certamente, contribui para que a prevalência da enfermidade seja baixa. Assim, é possível afirmar que o DF tem condições privilegiadas para implementar com sucesso o PNCEBT, devendo focar em ações de vigilância baseada em risco.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lucílio Antônio Ribeiro, Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal

Médico Veterinário, Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, SEAGRI, Brasília, DF, Brasil.

Vítor Salvador Picão Gonçalves, Universidade de Brasília

Prof., Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, UnB, Brasília, Brasil.

Priscilla Fernanda Cremer Francisco, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária

Discente, Mestrado em Saúde Animal. Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, UnB, Brasília, DF, Brasil.

Ana Lourdes Arrais de Alencar Mota, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária

Médica Veterinária, Drª, em Saúde Animal, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, UnB, Brasília, DF, Brasil.

Geraldo Teixeira do Nascimento, Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal

Médico Veterinário, Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, SEAGRI, Brasília, DF, Brasil.

Janaina Bitencourt Licurgo, Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal

Médico Veterinário, Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, SEAGRI, Brasília, DF, Brasil.

Fernando Ferreira, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

José Henrique Hildebrand Grisi-Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

José Soares Ferreira Neto, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

Marcos Amaku, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

Ricardo Augusto Dias, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

Evelise Oliveira Telles, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

Marcos Bryan Heinemann, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Prof., Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

José Renato Junqueira Borges, Universidade de Brasília

Prof., Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, UnB, Brasília, Brasil.

Downloads

Publicado

2016-11-09

Como Citar

Ribeiro, L. A., Gonçalves, V. S. P., Francisco, P. F. C., Mota, A. L. A. de A., Nascimento, G. T. do, Licurgo, J. B., Ferreira, F., Grisi-Filho, J. H. H., Ferreira Neto, J. S., Amaku, M., Dias, R. A., Telles, E. O., Heinemann, M. B., & Borges, J. R. J. (2016). Situação epidemiológica da tuberculose bovina no Distrito Federal. Semina: Ciências Agrárias, 37(5Supl2), 3561–3566. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n5Supl2p3561

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 > >>