Desempenho, digestibilidade dos nutrientes e características quantitativas da carcaça de cordeiros alimentados com grãos de girassol e vitamina E

Autores

  • Fabiana Alves de Almeida Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Américo Garcia da Silva Sobrinho Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Gabriela Milani Manzi Scott Consultoria
  • Natália Ludmila Lins Lima Universidade Federal de Minas Gerais
  • Ronaldo Oliveira Sales Universidade Federal do Ceará
  • Nivea Maria Brancacci Lopes Zeola Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Viviane Endo Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Thiago Henrique Borghi Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n4p2133

Palavras-chave:

Antioxidante, Cortes comerciais, Grãos de oleaginosas, Ovinos.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho, a digestibilidade dos nutrientes e as características quantitativas da carcaça de cordeiros submetidos a dietas contendo ou não grãos de girassol e vitamina E. Foram utilizados 32 cordeiros machos não castrados com aproximadamente 60 dias de idade e 15 ± 0,2 kg, alojados em baias individuais e abatidos aos 32,0 ± 0,2 kg de peso corporal. Os tratamentos foram compostos por quatro rações: C- cana-de-açúcar + concentrado; CG- cana-de-açúcar + concentrado com grãos de girassol; CE- cana-de-açúcar + concentrado com 1000 mg vitamina E kg-1 de matéria seca (MS) da ração e CGE- cana-de-açúcar + concentrado com grãos de girassol e 1000 mg vitamina E kg-1 de MS da ração. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 2 (com ou sem grãos de girassol e com ou sem vitamina E na base da MS da ração) e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. O consumo de vitamina E pelos cordeiros melhorou o ganho médio diário de peso (0,241 kg). A inclusão dos grãos de girassol proporcionou (P < 0,05) maior consumo de extrato etéreo (20,91 g dia-1) e consequentemente maior (P < 0,05) digestibilidade desse nutriente (85,34%), no entanto reduziu (P < 0,05) os consumos de carboidratos totais (394,81 g dia-1) e não fibrosos (242,47 g dia-1) como consequência direta da composição da ração. A inclusão de grão de girassol e vitamina E na dieta dos cordeiros não influenciou (P > 0,05) nas medidas morfológicas e quantitativas da carcaça. Grãos de girassol e vitamina E mostraram-se fontes alternativas satisfatórias para inclusão no concentrado para cordeiros confinados, proporcionando bom desempenho e carcaças com boa qualidade.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabiana Alves de Almeida, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Pós-Doutoranda, Departamento de Parasitologia, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, UNESP, Botucatu, SP, Brasil.

Américo Garcia da Silva Sobrinho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Prof., Departamento de Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Gabriela Milani Manzi, Scott Consultoria

Pesquisadora, Scott Consultoria, Bebedouro, SP, Brasil.

Natália Ludmila Lins Lima, Universidade Federal de Minas Gerais

Discente de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Ronaldo Oliveira Sales, Universidade Federal do Ceará

Prof., Departamento de Zootecnia, Universidade Federal do Ceará, UFC, Fortaleza, CE, Brasil.

Nivea Maria Brancacci Lopes Zeola, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Profa, Departamento de Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Viviane Endo, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Discente de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Thiago Henrique Borghi, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Discente de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Jaboticabal, SP, Brasil.

Downloads

Publicado

2016-08-30

Como Citar

Almeida, F. A. de, Silva Sobrinho, A. G. da, Manzi, G. M., Lima, N. L. L., Sales, R. O., Zeola, N. M. B. L., Endo, V., & Borghi, T. H. (2016). Desempenho, digestibilidade dos nutrientes e características quantitativas da carcaça de cordeiros alimentados com grãos de girassol e vitamina E. Semina: Ciências Agrárias, 37(4), 2133–2144. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2016v37n4p2133

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>