Inquérito sorológico para toxoplasmose em equídeos procedentes de duas regiões do Estado da Bahia, Brasil

Autores

  • André de O. Mendonça Universidade Estadual Paulista
  • Eluzio José Lima Cerqueira Universidade Federal da Bahia
  • Wildo Navegantes do Araujo Universidade Estadual Paulista
  • Evandro Moraes Silva Universidade Federal da Bahia
  • Fábio Hiroto Shimabukuro Universidade Estadual Paulista
  • Denise Tavares Sarkis Universidade Federal da Bahia
  • Ítalo Sherlock Fundação Osvaldo Cruz
  • Helio Langoni Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2001v22n2p115

Palavras-chave:

Toxoplasmose, Equídeos, Bahia, Toxoplasma gondii.

Resumo

Estudou-se a prevalência da infecção pelo Toxoplasma gondii em amostras de soro de eqüídeos procedentes de duas regiões do Estado da Bahia. Utilizou-se a reação de imunofluorescência indireta (RIFI) e o método de aglutinação direta (MAD) para a pesquisa de anticorpos anti- T. gondii, considerando-se como positivas as amostras com título igual ou superior a 64. Das 343 amostras testadas, cinco (1,5%) mostraram-se positivas para ambas as técnicas utilizadas. A análise estatística dos resultados não revelou diferença significativa na prevalência de soropositivos com relação à espécie, sexo, idade, procedência e raio de circulação dos animais. A resistência natural dos equídeos à infecção toxoplásmica e as condições desfavoráveis para a disseminação do agente no ambiente podem explicar a baixa prevalência de anticorpos anti- T. gondii encontrada no presente estudo.

Biografia do Autor

André de O. Mendonça, Universidade Estadual Paulista

Pós-Graduando na área de Vigilância Sanitária – FMVZ – UNESP – Campus de Botucatu.

Eluzio José Lima Cerqueira, Universidade Federal da Bahia

Prof. Ass. Departamento de Parasitologia – UFBA.

Wildo Navegantes do Araujo, Universidade Estadual Paulista

 Pós-Graduando na área de Vigilância Sanitária – FMVZ – UNESP – Campus de Botucatu

Evandro Moraes Silva, Universidade Federal da Bahia

Pós-Graduando na área de Patologia Experimental – UFBA – CPqGM – FIOCRUZ.

Fábio Hiroto Shimabukuro, Universidade Estadual Paulista

 Pós-Graduando na área de Vigilância Sanitária – FMVZ – UNESP – Campus de Botucatu.

Denise Tavares Sarkis, Universidade Federal da Bahia

 Bolsista de Iniciação Científica – CNPq - Faculdade de Farmácia – UFBA.

Ítalo Sherlock, Fundação Osvaldo Cruz

 Pesquisador Titular – CPqGM – FIOCRUZ.

Helio Langoni, Universidade Estadual Paulista

Prof. Adj. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública – FMVZ – UNESP – Campus de Botucatu. Trabalho realizado no NUPEZO (Núcleo de Pesquisas em Zoonoses) - Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública – FMVZ – UNESP – Campus de Botucatu.

Downloads

Publicado

2004-02-28

Como Citar

Mendonça, A. de O., Cerqueira, E. J. L., Araujo, W. N. do, Silva, E. M., Shimabukuro, F. H., Sarkis, D. T., … Langoni, H. (2004). Inquérito sorológico para toxoplasmose em equídeos procedentes de duas regiões do Estado da Bahia, Brasil. Semina: Ciências Agrárias, 22(2), 115–118. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2001v22n2p115

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>