Usos e leituras da obra de um Barão: percepções sobre <i>Motins Políticos</i> nos séculos XIX e XX

Autores

  • Luciano Demetrius Barbosa Lima Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2010v3n5p589

Palavras-chave:

Brasil, recepção, intelectualidade, política, historiografia, <i>Motins Políticos</i>, Domingos Antônio Raiol (barão do Guajará)

Resumo

Este artigo irá analisar o processo de recepção do livro Motins Políticos ou história dos principais acontecimentos políticos na Província do Pará desde o ano de 1821 até 1835, do historiador Domingos Antônio Raiol. Sua narrativa, voltada para a descrição dos conflitos político-sociais no Pará, entre as décadas de 1820 e 1830, se transformou pela sua grandiosidade e riqueza documental, na principal fonte de pesquisas sobre o passado amazônico no primeiro reinado e Regência, e também recebeu inúmeras críticas e considerações provenientes da intelectualidade contemporânea e posterior, que no decorrer dos séculos XIX e XX, observou os escritos desse autor através de análises, marcadas pelos valores políticos e ideológicos de cada época.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luciano Demetrius Barbosa Lima, Universidade Federal do Pará

Luciano Demetrius Barbosa Lima é bacharel, licenciado e especializado na área de história. Atualmente é aluno do curso de Mestrado em História da Amazônia pela UFPA.

Downloads

Publicado

15-04-2010

Como Citar

LIMA, L. D. B. Usos e leituras da obra de um Barão: percepções sobre <i>Motins Políticos</i> nos séculos XIX e XX. Antíteses, [S. l.], v. 3, n. 5, p. 589–619, 2010. DOI: 10.5433/1984-3356.2010v3n5p589. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/3343. Acesso em: 28 maio. 2024.