Um novo abolicionismo para a ascensão na nação da Mãe Preta: discursos sobre a fraternidade racial no jornal O Clarim da Alvorada (1924-1932)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2017v10n19p376

Palavras-chave:

Imprensa negra paulista, Pós-abolição, Movimento negro

Resumo

Neste artigo, trataremos do projeto de inclusão da população negra brasileira concebido nas páginas do jornal O Clarim da Alvorada nas décadas de 1920 e 1930. Esta publicação procurou afirmar a ideia de uma nação brasileira “racialmente fraterna” baseada na imagem da Mãe Preta, celebrando uma congregação entre negros, brancos e indígenas e elaborando narrativas históricas que legitimassem o papel do negro enquanto cidadão brasileiro na edificação da “pátria brasileira”. Nesse sentido, o periódico defendeu a retomada do um projeto abolicionista inacabado que concretizaria a redenção da “raça negra”.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Flavio Thales Ribeiro Francisco, Universidade de São Paulo

Mestre em História pela Universidade de São Paulo. Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo.

Referências

ALBUQUERQUE, Wlamyra R. de. O jogo da dissimulação: abolição e cidadania negra no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

ANDERSON, Benedict. Comunidades Imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

ANDREWS, George Reid. Negros e Brancos em São Paulo, 1888-1988. Bauru: EDUSC, 1998.

AZEVEDO, Célia Maria Marinho de. Abolicionismo, Estados Unidos e Brasil: uma história comparada (século XIX). São Paulo: Annablume, 2003.

BASTIDE, Roger. Estudos afro-brasileiros. São Paulo: Editora Perspectiva, 1973.

BUTLER, Kim D. Freedoms given, freedoms won: Afro-Brazilian in post- abolition, São Paulo and Salvador. New Brunswick: Rutgers University Press, 1998.

CHALHOUB, Sidney. Trabalho, lar e botequim. Campinas: Editora Unicamp, 2005.

DANTAS, Carolina Vianna. Cultura histórica, República e o lugar dos descendentes de africanos na nação. In: ABREU, Martha; SOIHET, Rachel; GONTIJO, Rebeca. Cultura política e leituras do passado: historiografia e ensino de história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

DAVILA, Jerry. Diploma de brancura: política social e racial no Brasil – 1917-1945. São Paulo: UNESP, 2006.

DOMINGUES, Petrônio José. Uma história não contada: negro, racismo e branqueamento no São Paulo pós-abolição. São Paulo: Senac, 2004.

FERNANDES, Florestan. A integração do negro na sociedade de classes. São Paulo: Editora Globo, 2008. v. 1.

FERRARA, Miriam Nicolau. A imprensa negra paulista (1915-1963). São Paulo: FFLCH/USP, 1986.

GUIMARÃES, Antônio Sérgio Alfredo. Intelectuais negros e formas de integração nacional. Revista Estudos Avançados, São Paulo, v.18, n.50, p. 271-284, 2004.

JACINO, Ramatis. O negro no mercado de trabalho em São Paulo, pós-abolição (1912-1920). 2012. Tese (Doutorado em Historia) - Universidade de São Paulo, São Paulo.

JUCÁ, Joselice. André Rebouças: reforma & utopia no contexto do Segundo Império: quem possui a terra possui o homem. Rio de Janeiro: Odebrecht, 2001.

MACHADO, Maria Helena P. T. O Plano e o Pânico: os movimentos sociais na década da Abolição. São Paulo: EDUSP, 2010.

NABUCO, Joaquim. O Abolicionismo. Petrópolis: Vozes, 1977.

PEREIRA, Matheus Serva. Uma viagem possível: da escravidão à cidadania. Quintino de Lacerda e as possibilidades de integração dos ex-escravos no Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense, Niterói.

RITTERHOUSE, Jennifer. Growing up Jim Crow: how black and white southern children learned race. Chapel Hill: University of North Carolina Press, 2006.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil 1870-1930. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

SKIDMORE, Thomas E. Preto no Branco: raça e nacionalidade no pensamento brasileiro. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

SIEGEL, Micol. “Mães pretas, filhos cidadãos”. In: CUNHA, Olívia Maria Gomes da & GOMES, Flávio dos Santos. Quase cidadão: histórias e antropologias da pós-emancipação no Brasil. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

Downloads

Publicado

28-07-2017

Como Citar

FRANCISCO, F. T. R. Um novo abolicionismo para a ascensão na nação da Mãe Preta: discursos sobre a fraternidade racial no jornal O Clarim da Alvorada (1924-1932). Antíteses, [S. l.], v. 10, n. 19, p. 376–396, 2017. DOI: 10.5433/1984-3356.2017v10n19p376. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/23554. Acesso em: 19 maio. 2024.