Avaliação da razão de verossimilhança generalizada em teste de hipóteses sobre o controle genético de características contínuas

Autores

  • Renata Pires Gonçalves Universidade Federal de Viçosa
  • Eduardo Bearzoti Universidade Federal de Lavras
  • Daniel Furtado Ferreira Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2004v25n4p281

Palavras-chave:

Misturas de normais, Gene de efeito maior, Simulação de dados.

Resumo

Estudos de herança genética em plantas são realizados para caracterizar os efeitos genéticos e verificar a existência de um gene de efeito maior e/ou de genes de pequeno efeito (“poligenes”). Quando a característica de interesse é contínua, a verossimilhança é baseada em modelos de misturas de densidades normais. Uma vez que não há testes exatos evidentes para julgar a existência de um gene de efeito maior, a razão de verossimilhança generalizada é em geral utilizada, considerando a aproximação de qui-quadrado. Este trabalho objetivou avaliar esta estatística de teste através de simulação em computador. Dados foram simulados, considerando particularidades de genealogia típicas de tais estudos, e duas condições sob a hipótese de nulidade, ou seja, sem a presença de um gene de efeito maior e sem a presença de genes de pequeno efeito (poligenes), para avaliar o controle do erro tipo I. O poder do teste foi avaliado com ambos presentes. No processo de simulação, foram variados o tamanho de amostra e valores do coeficiente de herdabilidade. Resultados indicaram que, embora a distribuição empírica da razão de verossimilhança tenha se desviado significativamente da distribuição de qui-quadrado, houve controle do erro tipo I, considerando um nível de significância nominal de 5%. O poder é elevado para detectar poligenes e gene de efeito maior, em geral. O poder é baixo para detectar gene de efeito maior quando a proporção da variação genética explicada por este é baixa.

Biografia do Autor

Renata Pires Gonçalves, Universidade Federal de Viçosa

Prof. Adjunta, Colégio de Aplicação da UFV – Coluni, Viçosa-MG.

Eduardo Bearzoti, Universidade Federal de Lavras

Prof. Adjunto, Dpto Ciências Exatas – UFLA, Lavras-MG.

Downloads

Publicado

2004-05-30

Como Citar

Gonçalves, R. P., Bearzoti, E., & Ferreira, D. F. (2004). Avaliação da razão de verossimilhança generalizada em teste de hipóteses sobre o controle genético de características contínuas. Semina: Ciências Agrárias, 25(4), 281–292. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2004v25n4p281

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)