Avaliação do comportamento ingestivo de vacas leiteiras em pastejo de Brachiaria brizantha recebendo diferentes teores de concentrado na dieta

Autores

  • Fabrício Bacelar Lima Mendes Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Fabiano Ferreira da Silva Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Robério Rodrigues Silva Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Gleidson Giordano Pinto de Carvalho Universidade Federal da Bahia
  • Elisangela Oliveira Cardoso Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Aires Lima Rocha Neto Instituto Federal Baiano
  • Julinessa Silva Oliveira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Lucas Teixeira Costa Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Hermógenes Almeida de Santana Júnior Universidade Estadual do Piauí
  • Alyson Andrade Pinheiro Agencia Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n6p2977

Palavras-chave:

Bovino, Consumo, Pastagem, Produção, Ruminante.

Resumo

Objetivou-se avaliar o comportamento ingestivo de vacas leiteiras em pastagem de Brachiaria brizantha submetidas a diferentes níveis de suplementação concentrada na dieta. Utilizaram-se 16 vacas lactantes ½ Holandês × ½ Zebu, com média de 80 ± 10,14 dias de lactação e peso corporal de 454,7 ± 54,51 kg. Os animais foram distribuídos em quatro tratamentos, utilizando-se um quadrado latino 4 × 4. O comportamento foi avaliado a cada dez minutos, durante 24 horas no 16º dia de cada período. Utilizou-se a análise de variância e regressão a 0,05 de probabilidade. Os tempos despendidos em pastejo, ruminação e outras atividades; os números de pastejo, ruminação, de bocados por dia e de mastigações merícicas por bolo; os tempos de pastejo, alimentação total e mastigação total; a taxa de bocado; o tempo de deglutição; o tempo por bolo ruminado; a velocidade de mastigação e a eficiência de alimentação para FDN não sofreram alterações com o aumento nos teores de concentrado na dieta. O tempo de cocho, o período de cocho, o tamanho de bocado, o tempo por mastigação de bolo, a eficiência de alimentação para MS, CNF, NDT e a eficiência de ruminação cresceram linearmente. O período de ruminação, o número de bocados por deglutição, o número de bolos ruminados por dia e o número de mastigações merícicas por dia decresceram linearmente com o aumento dos teores de concentrado na dieta. Houve efeito quadrático do teor de concentrado sobre o número de períodos em outras atividades e sobre o tempo em outras atividades. A suplementação com até 33,8% de concentrado na dieta de vacas em pastejo não promovem alterações nas atividades de pastejo e ruminação nem o tempo gasto em outras atividades, porém aumenta o tempo que os animais permanecem no cocho. O aumento no teor de concentrado da dieta melhora as eficiências de alimentação e ruminação.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabrício Bacelar Lima Mendes, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Discente do Curso de Doutorado em Produção Animal, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, UESB, Itapetinga, BA.

Fabiano Ferreira da Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, UESB, Itapetinga, BA. Bolsista de produtividade do CNPq.

Robério Rodrigues Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, UESB, Itapetinga, BA. Bolsista de produtividade do CNPq.

Gleidson Giordano Pinto de Carvalho, Universidade Federal da Bahia

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia da Universidade Federal da Bahia, UFBA, Salvador, BA. Bolsista de Produtividade do CNPq.

Elisangela Oliveira Cardoso, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Discente do Curso de Doutorado em Produção Animal, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, UESB, Itapetinga, BA.

Aires Lima Rocha Neto, Instituto Federal Baiano

Prof. Dr. do Instituto Federal Baiano, IFBaiano, Santa Inês, BA.

Julinessa Silva Oliveira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Discente do Curso de Doutorado em Produção Animal, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, UESB, Itapetinga, BA.

Lucas Teixeira Costa, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Dr. em Zootecnia, UESB, Itapetinga, BA.

Hermógenes Almeida de Santana Júnior, Universidade Estadual do Piauí

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia da Universidade Estadual do Piauí, UESPI, Corrente, PI.

Alyson Andrade Pinheiro, Agencia Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária

Dr. em Zootecnia, Pesquisador da Agencia Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária, EMATER, Goiânia, GO.

Downloads

Publicado

2013-12-11

Como Citar

Mendes, F. B. L., Silva, F. F. da, Silva, R. R., Carvalho, G. G. P. de, Cardoso, E. O., Rocha Neto, A. L., Oliveira, J. S., Costa, L. T., Santana Júnior, H. A. de, & Pinheiro, A. A. (2013). Avaliação do comportamento ingestivo de vacas leiteiras em pastejo de Brachiaria brizantha recebendo diferentes teores de concentrado na dieta. Semina: Ciências Agrárias, 34(6), 2977–2990. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n6p2977

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 > >>